Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Make

Fotos: Shutterstock

EXTENSÃO DE CÍLIOS: FIOS LONGOS E VOLUMOSOS TODOS OS DIAS

Quem não quer já acordar com os cílios curvados, longos e lindos? Conheça o método de extensão de cílios e o que fazer para o procedimento dar certo

Nossos cílios passam por um ciclo natural de crescimento, que acontece em três fases. A primeira é a anágena, quando o fio desponta da pele e cresce. Na segunda, a catágena, ele atinge o crescimento máximo e para de se desenvolver. A terceira e última é a telógena, de eliminação dos fios envelhecidos ou mortos. Todo esse processo dura, aproximadamente, 90 dias e é bem dinâmico. Para você ter ideia, perdemos cerca de cinco fios todos os dias!

Quem tem cílios naturalmente volumosos nem percebe, mas as donas daquele olhar com fios ralinhos acabam insatisfeitas com o visual minguado. Agora, imagine não precisar mais se importar com isso e nem ter que ficar disfarçando com maquiagem? A “mágica” pode ser feita com a extensão de cílios, um procedimento estético que já mudou o visual de várias mulheres no exterior (muitas delas celebridades) e agora está virando febre aqui no Brasil. O sucesso é o efeito natural que ele dá aos cílios.

Se você trabalha com beleza ou pretende entrar para a área, o método é uma ótima oportunidade para aumentar seu rendimento. Portanto, vale a pena buscar capacitação agora! O Instituto Embelleze abriu, recentemente, o curso profissionalizante de Designer de Cílios e em pouco tempo já é sucesso. No curso, são abordados todos os assuntos relacionados à área dos olhos, bem como a extensão de cílios, e qualquer pessoa pode se matricular. No entanto, quem tiver conhecimento prévio em designer de sobrancelhas e maquiagem profissional terá melhor aproveitamento, principalmente nas questões de estudos da pele, proporção facial, harmonização por meio das medidas do rosto e utilização de cosméticos.

“O mercado de trabalho com extensão de cílios está aquecidíssimo! O Brasil só perde para o Japão e para os Estados Unidos, que são líderes no segmento. Porém, há uma deficiência muito grande para profissionais qualificados. Existem muitos curiosos entrando na área, sem o mínimo de conhecimento, e colocando a saúde das clientes em risco. Isso significa que, quem tiver a qualificação necessária e atuar corretamente se destacará nesse mercado. Quando bem realizado, esse trabalho fideliza a cliente e gera uma renda bastante considerável. Vale lembrar que o investimento inicial não é muito elevado e o ganho real é alto”, afirma Daniele Carlim, coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze Interlagos (SP).

extensão de cílios fio a fio

GUIA PRÁTICO DA EXTENSÃO DE CÍLIOS

A seguir, Daniele Carlim esclarece tudo sobre a extensão de cílios — para quem quer se submeter à técnica ou aumentar os conhecimentos para recomendá-la às clientes.

Qual é a técnica

A tradicional ou clássica, conhecida no mundo todo, é chamada extensão fio a fio. “No Instituto Embelleze ensinamos a alongar os cílios com essa técnica, que oferece um resultado naturalíssimo ao olhar”, diz Daniele. Segundo a expert, já existem variações da fio a fio no mercado, porém, para realizá-las, o profissional precisa saber fazer a extensão fio a fio e ter experiência de, pelo menos, seis meses na sua aplicação.

Passo a passo da extensão

A primeira etapa antes da fixação dos cílios é a análise das características físicas e da personalidade da cliente. “Dessa forma, conseguimos harmonizar o olhar da pessoa, suavizando ou ressaltando algum traço que ela possui. O processo é totalmente individualizado”, explica Daniele. E não é só: uma ficha de anamnese detalhada também é preenchida para descartar o risco de alergia ou irritação na região ocular.

O próximo passo é verificar o formato dos olhos da cliente, notando a distância entre eles e o tamanho dos cílios naturais. Feito isso, o designer de cílios separa o material mais indicado (existem fios sintéticos ou de seda de vários tamanhos, espessuras, cores e curvaturas) e começa a aplicação dos fios. As extensões são coladas uma a uma, em cada cílio natural, respeitando a fase de crescimento em que cada fio de encontra.

“A aplicação das extensões precisa ser feita simultaneamente em ambos os olhos, porque se por algum motivo o trabalho tiver que ser interrompido, os olhos estarão visualmente parecidos. Ao final, os cílios são penteados e está pronto”, detalha a instrutora do Instituto Embelleze.

Para quem é indicada

A extensão de cílios fio a fio pode ser aplicada em qualquer pessoa, desde que não tenha nenhuma doença ocular ou histórico de alergias. E não são só as mulheres que podem lançar mão do procedimento: os homens também podem se beneficiar com fios menos curvados, mais discretos.

O que pode e não pode ser feito depois da extensão fio a fio

  •  Nas primeiras 24 horas após a aplicação evite molhar os cílios. Para o banho é recomendado proteger os olhos com óculos de natação. Não faça atividades que provoquem a transpiração excessiva, como ginástica aeróbica. Não use maquiagem.
  • Sempre que for dormir, cuidado para não esfregar o rosto no travesseiro.
  • Não use máscara de cílios à prova d’água e itens oleosos difíceis de limpar, como lápis de olho. “É que esses cosméticos precisam ser removidos com demaquilante bifásico, que contém óleo na composição. A substância pode causar o descolamento das extensões”, alerta Daniele.
  • A máscara para cílios comum pode ser aplicada, mas nem é recomendado, pois as extensões já são tão realçadas que dispensam o produto.
  • No dia a dia, lave os olhos sem esfregá-los. Se necessário, use xampu de bebê diluído em água há higienização.
  • Para alinhar os cílios, penteie-os usando uma escovinha de rímel limpa.

Quanto tempo dura a extensão

A durabilidade varia entre 3 e 4 semanas, após esse período o ideal é a cliente procurar o mesmo profissional para fazer a manutenção. Como? “Os fios que estão mais nas pontas dos cílios que cresceram são removidos e novas extensões são coladas no lugar”, explica Daniele. Mas a duração também está relacionada aos cuidados diários.

Importante: de forma alguma puxe ou retire as extensões em casa, mesmo as que estiverem caindo, justamente para preservar a integridade dos cílios naturais.

 

Interessado em ser um designer de cílios? No curso do Instituto Embelleze você aprende muito mais que a técnica de extensão fio a fio. As aulas ainda capacitam o aluno a realizar lifting e coloração de cílios, incluindo todos os assuntos correlatos, como a anatomia dos olhos, saúde ocular, biossegurança, design, proporções e mapping, aplicação e cuidados pós procedimento. Torne-se um profissional competitivo no mundo da beleza!

Tags

extensão de cílios, cílios grandes e volumosos, máscara para cílios

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

A NOVA MANICURE FRANCESINHA
Ela não é nenhuma mocinha — tem quase 90 anos —, mas sempre que atinge o auge da moda aparenta ser a mais nova tendência do momento. É que, embora possua uma característica clássica (marcar as pontas das unhas), é capaz de ganhar variações que trazem uma cara nova ao estilo. O precursor da francesinha foi Max Factor: em 1927 criou um creme rosado para ser aplicado como base e um líquido branco, só para as extremidades das unhas. No entanto, somente em 1970 a manicure foi batizada com esse nome. A pedido dos diretores de cinema por um esmalte mais neutro, o norte-americano Jeff Pink, fundador da marca Orly, lançou o primeiro kit de francesinha. Sorte a nossa! Desde então, a manicure virou a queridinha de famosas, como Kim Kardashian e Ariana Grande, e anônimas. E também evoluiu visualmente, com versões que vão muito além da faixinha branca, e na técnica de aplicação — os profissionais criaram vários jeitos de esmaltar para facilitar o trabalho.  Conheça todos as variações e segredos do estilo que está em alta no outono-inverno 2019. Métodos de manicure francesinha 1 Adesivo Feita com fita adesiva própria para a francesinha. A tira é colada sobre a unha, deixando uma área da ponta da unha livre para o esmalte branco (a espessura é você quem determina de acordo com o seu gosto). Depois é só passar o branquinho, esperar secar e tirar o adesivo. 2 Polegar Nessa técnica, o profissional aplica o esmalte branco usando a ponta do dedão. Ele tinge a própria pele com o branquinho e depois a encosta na unha da cliente, movimentando o dedão de um lado para o outro até que toda a extensão da ponta seja coberta. Às vezes, o traço não fica super retinho, então é preciso corrigir com um palito. 3 Pincel artístico Ele tem as cerdas fininhas, próprias para nail art. Basta mergulhar o pincel no esmalte branco e fazer o traço da francesinha do tamanho que desejar. A espessura fina ajuda a conseguir maior precisão no desenho.   4 Palito de unha Nesse método, o esmalte branco é aplicado com o próprio pincel do produto, da ponta até mais ou menos a metade da unha. Em seguida, com um palito, o profissional delineia a francesinha e depois limpa os excessos com removedor embebido em algodão para acertar o desenho. 5 Borrada Como o nome já diz, é uma técnica que borra o dedo, mas apesar da sujeira, é muito boa para controlar a espessura e a precisão do traço. Você posiciona o pincel do esmalte sobre a ponta da unha e, conforme vai desenhando o traço da francesinha, vai pintando também a ponta do dedo. Depois é só limpar com removedor.  Dicas infalíveis para a manicure francesinha Se o esmalte branco for novo e ralo, aplique duas camadas dele. Sempre que quiser acertar o traço de esmalte branco, faça isso usando um palito de algodão embebido em removedor. Mas enrole uma quantidade pequena de algodão no palito e, depois de mergulhá-lo no removedor, retire o excesso apalpando o algodão na sua mão. Se você não tiver um pincel artístico à disposição, fabrique um em casa: basta cortar as cerdas de um pincel de esmalte antigo com a tesoura, até sobrarem quatro ou cinco cerdas. Depois de terminada a manicure francesinha é imprescindível aplicar uma camada de extrabrilho (ou top coat) para evitar lascas do esmalte.  Estilos consagrados A expert Cláudia Cecília, instrutora do Instituto Embelleze de Brasília, fala sobre os dois tipos de francesinha mais pedidos nos salões: Francesinha mediana – “Tem a ponta branca mais larga que o tradicional. É usado o pincel do próprio esmalte para o traço que, depois, é acertado com um palito de algodão embebido em removedor”, explica Cláudia. Francesinha fina – Aqui, o traço é bem delicado, feito somente na pontinha mesmo da unha. “Corte as cerdas do pincel do esmalte com tesoura ou alicate, deixando apenas um filete no meio. Em seguida, molhe o pincel no branquinho e encoste-o horizontalmente na unha, formando o traço”, ensina a instrutora. A partir desses estilos clássicos, muitos outros são criados pelos profissionais no dia a dia. A Cláudia Cecília, por exemplo, tem várias versões autorais que fazem sucesso. Uma delas é a francesinha camuflagem, que ela ensina passo a passo no vídeo do final do post (veja abaixo). O passo a passo dessa técnica é assim: Faça o traço branco na ponta da unha do tamanho que desejar —use um palito com algodão e removedor para delinear perfeitamente. Espere secar e aplique uma demão de base por cima. Aguarde secagem. Agora passe um esmalte claro por cima, pode ser rosinha, cintilante, perolado..., desde que tenha transparência para não cobrir a francesinha. Essa “camuflagem” aumenta a durabilidade da francesinha.   A nova manicure francesinha para você se inspirar Nos desfiles de moda internacionais, a francesinha foi a mais pedida por grandes marcas, como Versace e, Prabal Gurung. Nas versões contemporâneas da técnica apareceu de tudo um pouco na ponta das unhas: traço metalizado, pontinha em formatos geométricos e até coração, francesinha ombré, com cristais, em linha bem grossa ou finíssima, desconstruída... Enfim, não faltam decorações criativas para colocar esse estilo amado cada vez mais no topo fashion. Numa pesquisa no Instagram notamos que já tem um monte de gente investindo nos novos estilos. Vem ver aqui na galeria!    
> Leia mais
Sombra Ideal - Encontre o Tom Perfeito Para a Sua Cor de Olho
Você sabia que existe a sombra ideal para cada cor de olho? Essa informação pode ser novidade para muita gente, mas sim, ela é verdadeira! Não é uma regra segui-la, afinal, cada um usa o tom de sombra que achar melhor. Mas se você deseja realçar o seu olhar, fique atento às dicas abaixo! Olhos pretos Os olhos predominantemente escuros, como os pretos, possuem a vantagem de combinar com praticamente todas as tonalidades de sombras. Porém, dependendo do tom de pele da pessoa, o elemento nos olhos pode ficar mais ou menos destacado, porque tudo depende do contraste. Se seu olho é preto opte por cores de marrons e lilases, evite os tons de verde pois eles podem dar a sensação de palidez ao olhar. Olhos castanhos Os olhos castanhos (escuros, médios e amendoados) são um intermediário entre o preto e o mel. Por isso, é legal apostar em tonalidades que realcem as lindas nuances desse tipo de olho. Ouse sem medo nas sombras verde escuro, marrons e tons de roxo – que vão do lilás ao bordô.  Olhos mel A cor de mel é um intermediário entre o castanho e o verde, podendo alterar sua cor de acordo com a luz do sol ou artificial. Para realçar essa lindíssima cor, aposte em tons de laranja, azul e dourado. Olhos verdes Por ser um tom frio, os olhos verdes ficam lindos com sombra de tonalidade rosa, verde claro e variações de cobre. Deixar a base da sombra com cor de cobre e por cima aplicar outra tonalidade também realçará muito e estará digno de uma make perfeita! Olhos azuis Também de cor fria, a sombra ideal para os olhos azuis é aquela que varia nos tons de bronze, dourado e castanho. Se o olho for mais para um azul acinzentado, aposte em uma sombra lilás, cinza ou preta. No curso Maquiagem Profissional do Instituto Embelleze você aprende essas técnicas e muitas outras, tornando-se um especialista na área! São 88 horas presenciais que ministram aulas práticas e teóricas. Ao final do curso, o aluno está apto para exercer a profissão através do seu certificado profissional. Entre no site e conheça!
> Leia mais
Copyright © 2022 · Todos Direitos Reservados