Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Depilação

CUIDADOS PRÉ E PÓS-DEPILAÇÃO

Sim, é preciso tomar os devidos cuidados pré e pós-depilação para garantir uma pele lisinha e macia sempre

Embora a depilação seja uma prática adotada por muitas mulheres em todas as estações, é quando o sol esquenta que ela é mais lembrada e procurada. Detalhe: por homens também! Eles estão depilando várias áreas do corpo, como tórax, barba, barriga, pernas...

O fato é que tem muita gente querendo ficar linda e preparada para curtir o verão. E o problema pode ser justamente esse: há quem procura a depilação profissional somente nesse período e, pela falta de costume, acaba prejudicando a pele. Para não correr o risco, preste atenção nestes cuidados pré e pós depilação.

Pré-depilação

  • Antes de tudo, é preciso escolher a técnica que irá utilizar. Pensando na depilação mais comum, com cera quente ou fria, o ideal é não hidratar a pele antes. O uso de óleo ou hidratante pode dificultar a retirada dos pelos por amolecê-los demais.
  • Verifique sempre se o profissional está utilizando produtos descartáveis para a aplicação da cera, como luvas, pinças e a própria cera.
  • Se a pele estiver machucada, com rachaduras, manchas ou assaduras, evite a depilação. A cera pode aumentar os ferimentos e os riscos de inflamação.
  • Pelos descoloridos são mais frágeis e estão propensos a quebrar durante a retirada.
    Se a pele estiver sendo tratada com ácido, é preciso suspender o uso por, no mínimo, sete dias antes da remoção dos pelos.

Pós-depilação

  • Assim como o período pré depilação, não é recomendado utilizar óleos ou hidratantes após o procedimento. Nesse momento, os poros ainda estão abertos e os produtos aplicados na pele podem causar irritação ou até mesmo inflamação.
  • Se a área depilada for a axila, evite o uso de desodorante com álcool para não irritar a pele.
    Caso haja exposição ao sol, é necessário a aplicação de protetor solar para evitar queimaduras e manchas na pele, que pode estar lesionada. Porém, o indicado é que a pele depilada só seja exposta ao sol após 48h.
  • Evite o uso de roupas apertadas ou tecidos pesados, como jeans, após a depilação. Quanto mais leve e confortável for a roupa, mais rápido os poros irão se fechar e evita-se que a pele fique irritada, manchada ou que crie fungos.
  • Para afastar o tão conhecido problema da foliculite, indicamos o uso de esfoliantes quando os pelos começarem a crescer, evitando que eles encravem.

    É claro que pele sensível requer mais cuidados especiais e precisa ser analisada por um profissional antes da depilação. O importante é que tudo seja feito com cuidado, higiene e segurança para garantir uma pele lisinha, saudável e prontinha para arrasar no verão.

    Conheça também a depilação com linha!

    Quer aprender mais dicas como essas? É só dar uma olhadinha no curso de Depilação Profissional do Instituto Embelleze

Tags

depilação, cera depilação, curso profissionalizante, instituto embelleze

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

SAÚDE DAS UNHAS
É verdade que no salão a gente gosta de bater papo e de relaxar para se afastar das preocupações. Mas prestar o mínino de atenção em algumas coisas, dar aquela geral no ambiente (especialmente se é sua primeira vez) antes de se sentar na cadeira, é essencial para não colocar a sua saúde em risco. Repare nestes cuidados ao fazer as unhas na manicure:  O profissional utiliza luvas? E máscara? O alicate está embalado individualmente e armazenado em local exclusivo, com controle da data de validade da esterilização? Você recebe um kit individual de lixas e palitos? Consegue ver uma autoclave no ambiente? As toalhas são trocadas a cada novo atendimento? Esses itens são obrigatórios num estabelecimento, pois são a garantia de que a saúde do cliente não será colocada em risco.   Questão de saúde Uma pesquisa especializada, da enfermeira Andréa Schunck, mostrou que, em São Paulo, uma em cada 10 manicures tinham hepatite. E sabe qual é uma das principais razões? A maioria não sabe esterilizar corretamente os instrumentos de trabalho, não utilizam luvas, desconhecem os procedimentos de higiene e as instruções da ANVISA. Boa parte desse problema se deve à carência de profissionais capacitados. Muitas manicures ainda não possuem um curso de formação profissional. Aprenderam a esmaltar e cortar cutícula sozinhas, sem saber que para ser manicure é preciso ter conhecimento nas áreas de microbiologia, biossegurança, equipamentos de proteção individual, fisioanatomia da pele e das unhas. Para evitar a contaminação de doenças infectocontagiosas, tanto a manicure quanto o cliente devem estar atentos aos cuidados de biossegurança. “Fungos, bactérias e vírus patogênicos são responsáveis por diversas doenças que podem ser transmitidas em um salão de beleza, quando medidas de biossegurança não são seguidas à risca. “Cumprir o que a ANVISA determina, tornou-se uma obrigação para todas as manicures”, afirma a gerente educacional do Instituto Embelleze, Marília Saveri. “O salão de beleza tem a obrigação de cobrar que as carteiras de vacinação de seus profissionais estejam em dia e de cobrar a utilização dos equipamentos de proteção individual (EPIs), como luvas, máscaras e jalecos. A esterilização dos instrumentos e o descarte de lixo devem seguir os protocolos estabelecidos”, ressalta Marília. Mais do que proporcionar um bom atendimento ao cliente, com simpatia e cordialidade, mais do que conhecer as técnicas de cuticulagem e esmaltação, uma manicure profissional deve zelar pela integridade, pela segurança e pela saúde.   Veja também como manter as unhas bonitas e fortes!Conheça o curso de Manicure e Pedicure Profissional ou visite uma Unidade Embelleze mais próxima de você.  
> Leia mais
Cortes de cabelo com franja: qual é o seu?
Isabelle Drummond, Debora Nascimento e Letícia Colin são as atrizes que acabaram de dar uma repaginada na aparência aderindo ao corte de cabelo com franja. Mas tem uma lista enorme de outras tantas celebridades nacionais e internacionais que também já apostaram no estilo. Em 2019, as franjas curtinhas ou alongadas, retas ou desfiadas, cortininha ou arredondada são as mais pedidas. Para investir na trend sem erro, o ideal é associar o corte da franja com o do comprimento do cabelo para formar um conjunto harmônico. A expert Francine Carvalho, instrutora do curso Cabeleireiro Profissional, do Instituto Embelleze de Taubaté (SP), indica quais cortes de cabelo com franja estão em alta e combinam com os diferentes tipos de rosto e de fio. As dicas são ótimas para quem é profissional e quer seguir a carreira Master em Cortes, que associa as especialidades cabeleireiro e design em cortes femininos. Dê uma olhada também no vídeo que a Francine fez demonstrando um corte de cabelo com franja antes e depois — está logo no final deste post.   FRANJA CURTA   Atualmente chamada de baby bang, a franja curtinha é perfeita para mulheres ousadas e de rostos com traços delicados, não importa o formato. Ela pode ser cortada bem reta e certinha no meio da testa, como a da atriz Letícia Colin, ou ter as pontas desfiadas com navalha, criando um ar moderno e urbano. No cabelo crespo ou ondulado, a franja com cachos forma uma moldura mais desconectada e também pode ser usada lateralmente. Corte que combina com a franja curta:  O longo com base reta é uma opção, assim como o Chanel médio ou curto, também chamado de short bob. Outro corte que combina muito com a ousadia da franja curtinha é o joãozinho ou pixie. Dicas para pentear: No liso - Faça uma escova em todo o cabelo. Despenteie as pontas e aplique spray fixador. No cacheado - A franja pode ser definida com pomada para modelar, espalhada com leves toques das pontas dos dedos.   FRANJA ALONGADA Para quem gosta de um look irreverente, este é o ideal. Longa, a franja é desfiada com tesoura desde o início da testa até a altura da orelha. Deve ser mantida na lateral se o seu rosto é do tipo coração ou triângulo invertido: ela desvia o olhar para o queixo. No rosto muito comprido ou redondo, esse tipo de franja acentua os formatos, por isso deve ser evitado. Donas de traços delicados podem usar a franja longa dividida ao meio, como a atriz Dakota Johnson. Esta franja no cabelo cacheado é perfeita, pois ajuda a modelar o corte. Corte que combina com a franja alongada: Corte com volume nas laterais e franja cobrindo a testa, na altura da sobrancelha (ou um franjão), é a melhor pedida. No cabelo cacheado, diminua o volume do topo e abuse do volume próximo ao queixo. O comprimento long bob, Chanel desconectado e o corte repicado em camadas longas, a partir da franja, são boas pedidas. Dicas para pentear:  No liso – Aplique um creme de modelagem nos cabelos úmidos, faça uma escova e passe chapinha apenas nas pontas para marcar bem o repicado. No cacheado – Borrife spray definidor de cachos em todo o cabelo e amasse a frente com a ponta dos dedos.   FRANJA ARREDONDADA Ela vai contornando o rosto até chagar às laterais. A parte do meio fica na altura das sobrancelhas e os lados alongam até as orelhas. É o estilo perfeito para mulheres com rosto quadrado ou oval. Em faces redondas a tendência é o corte arredondar ainda mais, portanto, evite. Fica bem em fios lisos ou ondulados, porém grossos e bem pesados. Corte que combina com a franja arredondada: Cabelo longo ou médio com base reta sempre fica bem com esta franja. Por causa das laterais compridas ela cai muito bem no penteado preso. Se o seu cabelo é cacheado, aposte no corte arredondado com volume nas laterais. Dicas para pentear:  No liso – Faça escova arredondando todo o cabelo e a franja. Capriche nos lados. No cacheado – Aplique definidor de cachos e modele a frente e as laterais com babyliss para marcar bem o formato redondo do corte.   FRANJA RETA É o tipo que cobre as sobrancelhas e combina com os cabelos que têm a base reta. Deve ser sempre cortada milimetricamente na altura das sobrancelhas e depois toda desfiada nas pontas com navalha. No cabelo cacheado as pontas desconectadas devem ficar mais em evidência, ok? O ideal é que o cabelo seja encorpado. Cai como luva no rosto redondo. Corte que combina com a franja reta: Cortes na altura do ombro ou abaixo dele são os mais indicados, pois a franja reta combina com um visual mais pesado. No cabelo ondulado a franja reta pode ser menos espessa. No curto, o volume das mechas deve se concentrar no topo e não nas laterais. Dicas para pentear:  No liso – Desarrume toda a franja, levantando a raiz. Em seguida, faça movimentos como se estivesse dando beliscões pra deixar alguns fios soltos e despenteados. Para terminar, aplique spray fixador. No cacheado –  Deixe a franja cacheada, definida com pomada ou babyliss ou faça uma escova nela para compor um visual divertido com o restante do cabelo cacheado.    
> Leia mais
Copyright © 2021 · Todos Direitos Reservados