Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Cabelo

Shutterstock

CABELO CACHEADO: CUIDADOS PRÉ E PÓS-QUÍMICA

Preocupada com os efeitos das químicas em seus cachos? Ok, mas não precisa deixar de investir nos procedimentos por isso. Bastam alguns cuidados pré e pós-química para garantir cachos saudáveis

Tintura, alisamento, progressiva, permanente afro… Não tem nada de errado usar esses recursos para dar uma repaginada no visual. O problema é não preparar o cabelo antes nem fazer a manutenção depois, sem falar em deixar recorrer a um profissional de confiança para não ter erro. Especialmente o cabelo cacheado pede cuidados especiais pré e pós-química, pois são finos e frágeis.

A Oleoterapia é um tratamento excelente para antes e depois de qualquer procedimento. À base de ativos com ação hidratante, fortalece e nutre a fibra capilar, além de doar brilho e maciez ao cabelo. Outro benefício é proteger e acalmar o couro cabeludo, evitando a irritação causada por agentes químicos.

Oleoterapia: cuidado para cabelo cacheado pré e pós-química

O kit de produtos pré e pós-química da família Yantra, Salon Embelleze, traz sete óleos especiais. Saiba como funciona para pedir ao seu cabeleireiro ou indicar para as suas clientes.

  • Primeiro o cabelo é separado em mechas e, depois, recebe a aplicação da Máscara de Oleoterapia em pequenas quantidades.
  • O produto fica nos fios por 10 minutos e, em seguida é enxaguado. Depois é lavado duas vezes com o Yantra Shampoo Pré e Pós-química.
  • Após a lavagem, remova completamente o shampoo e separe novamente as mechas para uma nova aplicação da Máscara. As mechas devem ser cuidadosamente massageadas para facilitar a umectação.
  • O resultado será ainda melhor com o uso de uma touca térmica por 20 minutos. Após esse procedimento, é só enxaguar e seguir para a estilização dos cachos.
  • Para estilizar os cachos, é preciso ter em mente o efeito desejado, aplicando o Potencializador de Cachos ou Efeito Siliconizado. Ambos os produtos pedem a aplicação de uma quantidade generosa em cada mecha.
  • Com o auxílio de uma toalha especial, retire o excesso dos produtos ativando os cachos.

Resultado? Cachos bem nutridos com um aspecto saudável e protegido dos danos causados pela química.



Se você ainda não conhece o curso de Especialista em Cachos, do Instituto Embelleze, pode saber mais pelo site ou visitando a unidade mais próxima de você.

Tags

cabelo cacheado, química, cuidado cabelo cacheado, produto

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

QUAL É O SEU FORMATO DE UNHA PREFERIDO?
Lembra quando só existiam dois formatos de unhas em toda a face da terra? Ou eram quadradas ou redondas, e ponto. Felizmente, um dia, algum gênio resolveu olhar fora da caixinha e testar outros formatos. E foi aí que veio a grande surpresa! O mundo percebeu que novas formas poderiam fazer muito sucesso nas mãos da mulherada. Daí pra frente, a coisa toda mudou e os mais diferentes tipos de unhas surgem todos os anos nas passarelas surpreendendo os apaixonados por moda e beleza. As tendências também ajudam a compor o estilo de muitas celebridades, que assumem personalidades marcantes. Além dos modelos tradicionais que nunca deixam de fazer sucesso, como as unhas quadradas, arredondadas, ovais e quadradas arredondadas, separamos três dos modelos mais usados no momento para inspirar você a deixar a sua cliente na moda.  Stiletto Foto: Reprodução/Pinterest Inspirada nas garras de animais, as unhas pontiagudas são a mistura do formato oval e triangular, demonstrando poder e ousadia. É também um dos estilos queridinhos pelas famosas brasileiras e internacionais, por trazerem um ar mais moderno e irreverente. Para esculpir essas belezinhas longas e fininhas é muito fácil: Apare os cantos das unhas em diagonal com um alicate para corte. Depois, lixe as laterais com uma lixa áspera para definir o formato. A ponta precisa ficar pontiaguda e fina, com cuidado para não deixá-la frágil.  Bailarina Foto: Reprodução/Pinterest O nome já indica que essa unha é bem delicada, diferente do formato stiletto. O formato é inspirado nas sapatilhas de balé, por isso é comprido e finaliza com uma ponta quadrada. O formato moderninho também já caiu no gosto das famosas: as maiores representantes do estilo são as irmãs Kardashian, que variam os tons de esmalte entre fortes e suaves. Para fazê-las, também é muito simples: Comece lixando as laterais das unhas até que fiquem em formato V. Molde as pontas com uma lixa áspera para dar o efeito quadrado. Para fortalecer, tanto nesse formato como no Stilletto, use uma base fortalecedora.   Amendoada Foto: Reprodução/Pinterest Com formato de amêndoas, elas são um pouco mais curtas e menos pontiagudas do que a stilleto. No entanto, são diferentes no tamanho e na forma, já que uma é mais triangular e a outra um pouco oval. Esse estilo retrô é ideal para quem não quer uma mudança muito radical, mas deseja sair do comum. Olha só como se faz: Para ajudar a lixar na direção certa, use um lápis delineador para pontilhar o centro das unhas, da cutícula até a ponta. Com uma lixa áspera, lixe as laterais em direção ao centro da unha. Arredonde a ponta deixando o formato entre o arredondado e triangular.   Dicas de formato & esmaltação  Ilustração: Shutterstock Agora que você já aprendeu como fazer os principais formatos do momento, já pode aplicar as técnicas em suas clientes.Veja também quais são os cuidados essenciais para ter unhas bonitas e fortes e como manter as unhas bonitas a semana toda. Lembrando que, para ter um resultado incrível, a ajuda de um profissional é essencial. E tudo fica ainda melhor com as técnicas ensinadas no Curso de Manicure e Pedicure Profissional do Instituto Embelleze.  
> Leia mais
Depilação facial: os 3 métodos mais econômicos e sem contraindicações
Pode ser só uma penugem, mas já é o bastante para mexer com a autoestima de muitas mulheres. Quando os pelos são poucos e discretos, dá para arrancá-los sozinha, em casa, usando com uma boa pinça. Porém, quando os fios nascem grossos ou longos e em grande quantidade, o melhor é recorrer à ajuda de um profissional. Vale lembrar que essa condição depende de etnia ou de fatores hormonais. Quem descende de povos do mediterrâneo, Oriente Médio e Sul da Ásia tem mais chances de sofrer com o excesso de pelos, assim como as mulheres que produzem os hormônios sexuais andrógenos (masculinos) mais que o normal ou possuem síndrome dos ovários policísticos. Alguns medicamentos, como os que são usados para tratar endometriose, também podem provocar o aumento de pelos. Mas seja qual for a causa, a boa notícia é que existem métodos de depilação indicados especificamente para o rosto. Conheça agora os melhores e os cuidados que devem ser tomados antes e depois da retirada dos fios. Os melhores métodos para depilar a face LINHA A depilação com linha ou depilação egípcia, como também é conhecida, é uma técnica que tem se popularizado entre as mulheres. “Ela retira os pelos desde a raiz, sem oferecer o risco de cortes, alergias ou queimaduras. Mas a maior vantagem do método é que ele elimina até os pelos mais finos e difíceis de serem removidos”, diz Rejane Chaves, instrutora do curso de depilação do Instituto Embelleze Jaboatão dos Guararapes (PE). Dê play no recadinho que a Rejane gravou e que está lá no final desse post! A depilação com linha é dolorida, mas quem é adepta garante que vale a pena sofrer um pouquinho. Outros benefícios da linha: Os pelos demoram mais para voltar a crescer — até 40 dias Não provoca a flacidez da pele, como pode acontecer com a cera Elimina células mortas A linha não dá alergia — a região depilada só fica vermelha, mas por pouco tempo É um método bem higiênico Preserva a queratina natural da pele Consegue extrair os pelos lanugos, ou seja, aquela penugem bem fininha que contorna o rosto Como é feita: Aplicada somente por profissional habilitado, a depilação com linha é realizada com fio branco macio e, embora possa ser feita em qualquer parte do corpo, é mais indicada para sobrancelhas, buço e face. O expert apoia a linha entre os dedos e, com movimentos rápidos vai enrolando e desenrolando de maneira a arrancar os pelos pela raiz.   PINÇA Ela é precisa e arranca o pelo pela raiz quando manuseada do jeito certo. O pelo extraído do folículo piloso (e não quebrado) demora mais para voltar a crescer, o que é uma vantagem desse método. A pinça é indicada para pequenas áreas, como as sobrancelhas e o queixo, ou para pelos isolados em alguma parte da face. Isso porque o processo de retirada é longo (um a um). Existem vários modelos de pinça, mas a ideal para o rosto é a inclinada ou diagonal: Ponta inclinada – É a que oferece maior precisão na hora de remover os pelos. Boa para as sobrancelhas, o queixo e a penugem da testa. Retira bem fios de tamanho médio e curto. Escolha uma pinça que tenha almofadinhas nas pontas, pois é melhor para agarrar o pelo. Ponta reta – Ótima para retirar pelos de tamanho médio e longo. Serve para limpar o contorno da sobrancelha e remover fios em excesso sem precisar mexer no desenho. A ponta reta pode acabar arrancando mais de um fio por vez, por isso, merece cuidado para não causar estragos. Ponta fina – Os pelos curtos e finos saem pela raiz com essa pinça que tem a ponta parecida com um bisturi. No entanto, como ela é um tanto perigosa de manipular, deve ser manuseada por quem tem habilidade, como um profissional. Como usar: Esterilize a pinça com álcool isopropílico antes de colocá-la em contato com a pele. Sem esse cuidado pode haver o risco de contaminação e infecções na derme. O pelo deve ser arrancado no sentido do crescimento, pois assim sai com mais facilidade evitando o surgimento de bolinhas vermelhas. Dessa forma ainda previne o encravamento do fio e minimiza a dor. Antes de começar a retirar os pelos do rosto, limpe-o com sabonete facial e aqueça-o com vapor ou uma toalha quente para abrir os poros e facilitar a saída do cabelo do folículo.   CERA Um método rápido, prático e que retira o pelo pela raiz. Pode ser usada na sensível região acima dos lábios, no queixo, nas mandíbulas e na testa, porém dói e pode deixar marcas (como irritação, esfolamento e queimadura) se a cera não for aplicada corretamente. Por isso é importante procurar um profissional capacitado, ok? Existem duas versões de cera: Cera fria - É recomendada para quem tem sensibilidade ao calor e sofre com microvazinhos no rosto. O ideal é aplicar a cera fria em pelos grandes, pois a remoção errada pode quebrá-los em vez de arrancá-los. Cera quente – Tem indicação para pessoas que não toleram dor, pois o calor dilata os poros e facilita a saída do pelo, diminuindo assim o incômodo. Muito importante que o material esteja na temperatura correta, ainda mais para a delicada pele do rosto. O problema de estar quente demais é que pode gerar um aumento da produção de melanina e a hiperpigmentação; o resultado é o escurecimento da pele na região. Como usar: Primeiro higienize bem a pele antes de ser depilada Confira se a cera está limpa para evitar bactérias Aplique a cera na área desejada com uma espátula e, depois, puxe-a arrancando os pelos. O movimento da puxada deve ser rápido, mas suave, e contrário ao crescimento dos fios.   ANTES DE SE DEPILAR Seja qual for o método escolhido, é fundamental limpar a pele antes com espuma de limpeza ou água micelar para evitar inflamações causadas por bactérias.   Se você faz tratamento para o rosto com retinol ou cremes à base de ácidos, interrompa o uso cinco dias antes da depilação. Evite depilar o rosto nos dias da menstruação, pois a pele tende a ficar mais sensível. Não depile a pele inflamada nem com acne, pois os poros ficam expostos e mais vulneráveis à entrada de bactérias. DEPOIS DA DEPILAÇÃO Logo em seguida à extração dos pelos, toque na área depilada várias vezes com os dedos para minimizar a dor e a queimação. Para diminuir a vermelhidão, faça compressas frias de chá de camomila ou de salsa. Depois da depilação, não se exponha ao sol sob o risco de manchar o rosto e aplique protetor solar. Também evite o uso de maquiagem nas primeiras 24 horas pós-depilação para não provocar irritações e combater o entupimento dos poros. Surgiu algum pelo encravado? Tente desobstruir o poro e liberar a saída do cabelo com uma esfoliação suave. Alguns fios não conseguem romper a barreira da pele, ficando curvados e causando foliculite. Conheça importantes cuidados pré e pós-depilação para outras áreas do corpo e garanta uma pele lisinha e macia.   Saiba mais sobre beleza nos cursos profissionalizantes do Instituto Embelleze. Além de ficar expert na área, você pode descobrir uma nova carreira profissional e ser mais feliz! Os certificados de formação dos cursos são reconhecidos em todo o território Nacional, ou seja, são válidos em qualquer lugar do Brasil.   
> Leia mais
Copyright © 2021 · Todos Direitos Reservados