Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza

Tendências

Biossegurança na maquiagem
O que é biossegurança? Certamente é essa pergunta que você está fazendo agora, caso ainda não tenha ouvido falar deste termo. Hoje vamos explicar o conceito e mostrar por que os maquiadores profissionais devem estar atentos a essas práticas no dia a dia de trabalho. Os maquiadores profissionais atuam em sua rotina de trabalho aplicando diversas técnicas que podem variar de acordo com cada categoria de maquiagem, entre elas: maquiagem social, artística e de caracterização. Para chegar ao resultado final, são usados produtos e materiais específicos, além de contar com uma estrutura física (ambiente) especial, entre outros fatores. Por isso, é nesse cenário que as práticas da biossegurança devem ser aplicadas para evitar riscos de contaminações. Para te auxiliar, reunimos algumas dicas para você replicar em sua rotina e seguir todos os cuidados necessários para um atendimento seguro, tanto para você (como profissional) como para suas clientes. Confira a seguir: 1.       Lave as mãos antes de qualquer procedimento. Não use a luva sem a lavagem das mãos. O ideal é realizar essa higienização com água e sabão, ou então, álcool 70%. 2.       Não assopre o pincel, pois milhares de gotículas de saliva vão contaminá-lo e se fixar no rosto das suas clientes. 3.       Utilize apenas algodões descartáveis. 4.       Não misture os produtos! 5.       A máscara de cílios deve ser de uso individual. Invista em aplicadores descartáveis para maior segurança. 6.       Cílios postiços devem ser higienizados corretamente antes da aplicação para não proliferar micro-organismos que podem causar alergias e danos aos olhos. 7.       Para o batom, usar apenas aplicadores descartáveis. 8.       Quanto ao lápis de boca, o ideal é usar o lápis próprio da cliente. Você deve sempre usar luvas, máscara e touca de proteção durante todos os atendimentos. Além disso, os produtos devem ficar em sua embalagem original, com rótulo e validade para evitar problemas com possíveis alergias das clientes. É importante sempre estar atento a todos esses cuidados e oferecer um serviço seguro e higiênico para todas as suas clientes! Quer saber mais? Então matricule-se em nosso curso de Biossegurança e fique por dentro de todas as técnicas para manutenção e manuseio de equipamentos no seu dia a dia profissional.
> Leia mais
Corte bordado: descubra tudo sobre essa técnica
 O corte bordado é uma técnica que faz muito sucesso, pois elimina as pontas duplas e ressecadas dos fios sem mexer no comprimento do cabelo! Vem com a gente, que vamos te explicar tudo sobre esse procedimento incrível. Para que serve? O corte bordado serve para retirar as pontas duplas dos fios que deixam os cabelos com um aspecto ressecado e frisado, o pavor de qualquer mulher! Isso ocorre por diversos fatores, como: uso excessivo de chapinha ou secador, muita exposição ao sol, uso de coloração, processos de descoloração ou até mesmo em cabelos frágeis. O que acaba resultando em frizz. Além disso, o maior benefício desta técnica de corte é que ela não diminui o comprimento dos fios! Ou seja, deixa as madeixas saudáveis e deslumbrantes sem ter que tirar aqueles dois dedinhos de cabelo. E como é feito? Atualmente, existem duas técnicas. A mais tradicional é manualmente com a boa e velha tesoura, onde é necessário escovar o cabelo seco mecha por mecha. Já a outra técnica é feita através de uma máquina especialmente para esse tipo de corte, que ao ser passada na mecha, vai escovando e cortando as pontas arrepiadas. Quando é indicado fazer o corte bordado? Quando os cabelos estiverem ressecados, cheios de pontas duplas e com uma aparência nada saudável. Porém, é importante ressaltar para as clientes que não é só esse procedimento que irá manter as madeixas saudáveis. É necessário realizar uma rotina de cuidados, como hidratações, umectação e usar bons produtos que protejam os fios de fatores externos. Mas uma coisa é certa, o corte é liberado para todos os tipos de fios! Como já dito, a função do corte bordado é retirar as indesejadas pontas duplas. E não tem cliente que nunca sofreu desse mal, não é mesmo? Portanto, alisadas, cacheadas e crespas podem investir nesse milagroso corte para manter as madeixas lindas. Quer saber mais sobre as principais tendências de cortes? Se especialize em nosso curso de Design de Cortes Femininos e descubra todos os segredos do corte perfeito.
> Leia mais
Atendimento ao cliente: práticas para fidelizar seu público.
Com certeza você já ouviu ou utilizou a expressão “a primeira impressão é a que fica”, não é? Bem, no mundo dos negócios, poucas coisas são tão certas quanto esse ditado popular. Isso porque se uma empresa não presta um bom atendimento ao cliente, logo de início, as chances dele voltar são mínimas. Todas as empresas bem-sucedidas têm um fator em comum: elas colocam o cliente em primeiro lugar. Portanto, o segredo do sucesso não é tão complicado assim. Ele está nos detalhes e na dedicação demonstrada em cada atendimento. E para te ajudar nessa missão, listamos 5 passos para prestar um bom atendimento ao cliente e elevar seu negócio a outro patamar. Vem conferir!      1. Capacite sua equipe A capacitação pode ser feita através de treinamentos internos, dessa forma, os profissionais sempre estarão preparados para atender diferentes demandas. Ao mesmo tempo, seu negócio terá um padrão de atendimento e, por consequência, será reconhecido por isso.      2. Utilize a comunicação S.C.O.T. O segundo passo para oferecer um bom atendimento ao cliente é utilizar a comunicação S.C.O.T. Nunca ouviu falar nesse termo? Calma, a gente te explica! A sigla S.C.O.T. significa segurança, clareza, objetividade e transparência. Em linhas gerais, são estas qualidades que você precisa demonstrar para garantir um atendimento de qualidade. Segurança: transmita confiança ao conversar com o cliente, principalmente quando estiver lidando com algum problema. Caso não saiba como responder alguma pergunta, não invente histórias e peça um tempo para se informar. Assim, da próxima vez, você poderá solucionar as dúvidas do consumidor de maneira eficiente. Clareza e objetividade: seja claro ao interagir com o cliente. Faça com que ele entenda o que você está falando e procure adequar a sua linguagem a dele. Em relação à objetividade, responda as dúvidas do consumidor sem floreios. Seja direto e evite respostas longas e chatas. Transparência: não prometa coisas que o seu produto ou serviço não é capaz de cumprir. Isso só fará com que o consumidor se frustre e trará má publicidade à empresa. Lembre-se: a honestidade é a essência de um bom atendimento ao cliente.      3. Liberte-se de velhos padrões Outro passo necessário de como prestar um bom atendimento é libertar-se de velhos padrões. Em outras palavras, evite os processos engessados. É importante que a linguagem utilizada pela equipe seja adequada ao contexto do cliente. Por isso, não use palavras difíceis ou termos técnicos com pessoas que demonstrem menor grau de conhecimento sobre o seu serviço. Além disso, está liberado pensar fora da caixa e ser mais descontraído quando a situação permitir! Oferecer um bom atendimento ao cliente não quer dizer tratá-lo apenas de maneira formal, ok?       4. Preze pela rapidez A agilidade é uma peça-chave. Ser prático afeta diretamente no nível de satisfação do consumidor, no faturamento da empresa e na forma com que ela é vista no mercado. Tenha em mente que seus clientes não podem ter receio de entrar em contato quando precisarem de ajuda. Além disso, lembre-se também de que deixar alguém esperando por falta de organização, conhecimento ou má vontade da equipe pode trazer prejuízos irreparáveis para o seu negócio.      5. Aposte no atendimento omnichannel É importante ressaltar: o caminho para saber como prestar um bom atendimento ao cliente está totalmente ligado à uma estratégia omnichannel (conceito multicanal). O atendimento omnichannel não só oferece múltiplos canais de contato com o consumidor, mas também realiza a integração desses meios. Dessa forma, o discurso da empresa é alinhado e o cliente não sente diferença quando muda de um canal para o outro. Essa prática gera mais conforto para o consumidor, que pode escolher o meio de comunicação que mais se adapta à sua rotina e ainda assim ter uma experiência única. Ao colocar esses passos em prática, certamente você irá modificar a maneira com que as pessoas veem a sua empresa e, de quebra, ainda ganhará maior destaque frente à concorrência. Gostou dessas dicas? Em nosso curso de Empreendorismo, você adquire todos os conhecimentos para ter um negócio de sucesso! Matricule-se. 
> Leia mais
Cronograma capilar: tire todas suas dúvidas!
O que é cronograma capilar? O cronograma capilar é uma agenda de tratamentos para os fios que pode ser feito em casa ou no salão, e geralmente dura 30 dias. É um processo que ajuda a repor os nutrientes necessários para ter um cabelo 100% saudável. Realizar este método é essencial já que os procedimentos químicos e o uso excessivo do calor nos fios podem causar danos, deixando os cabelos ressecados, sem brilho e com frizz. Vale lembrar que o cronograma é indicado para todos os tipos de cabelos. Etapas do cronograma capilar O cronograma capilar consiste em 3 etapas. Cada uma oferece propriedades que as madeixas precisam. Confira mais e torne-se um especialista na saúde dos fios! Hidratação A hidratação repõe a água e os nutrientes dos fios, deixando os cabelos macios e com brilho. Todos os tipos de cabelos precisam ser hidratados, até mesmo os virgens, uma vez que as agressões sofridas no dia a dia danificam os fios e abrem as escamas, causando pontas duplas entre outros danos. É importante respeitar a quantidade de produto, para não causar oleosidade excessiva no couro cabeludo.   Nutrição A nutrição repõe os lipídios necessários e devolve a oleosidade natural dos fios. É indicada para cabelos ressecados, sem movimento e opacos. Mais uma vez, é importante não exagerar na quantidade de produto, isso pode deixar os fios pesados.   Reconstrução Cabelos quebradiços, porosos e submetidos a processos químicos (descoloração, colorações, entre outros) são os que mais necessitam de reconstrução. Ela repõe a queratina, devolvendo a rigidez e a força dos fios. É importante realizar esse processo pelo menos uma vez ao mês, mas atenção: o excesso pode deixar o fio muito rígido e ocasionar a quebra. Sendo assim, deve ser feita no máximo a cada 15 dias. O cronograma é um conjunto de técnicas para os cuidados capilares, mas quem vai realmente dizer o que o cabelo necessita são os próprios fios. Quer saber como fazer uma análise capilar e montar o cronograma perfeito para suas clientes? Matricule-se no curso de Cabeleireiro Profissional e fique por dentro das principais técnicas e tratamentos capilares.
> Leia mais
Anterior
Próximo
1 / 8
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2021 · Todos Direitos Reservados