Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza

Tag: química

Megahair: como cuidar dos cabelos com aplique
O Megahair é uma técnica que dá mais volume e comprimento aos cabelos, porém, para manter o visual bonito por mais tempo, é preciso tomar alguns cuidados durante as rotinas do dia a dia, como lavar e até o preparo para dormir. Hoje iremos trazer dicas de como cuidar das madeixas alongadas, garantir que os fios permaneçam lindos, e saudáveis e com um caimento ainda mais natural. Dessa forma, você irá poder informar às suas clientes após cada procedimento. 1 – ESCOLHA EXTENSÕES DE QUALIDADE As extensões de cabelo humano são as mais indicadas para quem busca um resultado natural. O ideal é mandar tecer uma extensão específica para cada tipo de cabelo, evitando que o caimento das mechas fique artificial. 2 – EVITE QUÍMICAS DEPOIS DE APLICÁ-LO A química pode causar uma queda intensa, deixando o cabelo quebradiço e opaco. Por isso, é importante evitar durante o período que sua cliente está com as extensões. 3 – CUIDADOS NA HORA DE DORMIR  A fronha de seda ou o gorro ajudam a proteger as madeixas do ressecamento e da quebra, portanto, é uma tática ótima na hora de dormir. Isso vale, inclusive, para quem tem os cabelos cacheados (ou crespos) e quer evitar o frizz, mantendo os cachos por muito mais tempo. Além disso, nunca durma com os fios molhados – assim, você evita que a cola do aplique amoleça. 4 – ATENÇÃO NO COURO CABELUDO AO LAVAR AS MADEIXAS Por causa das junções do Megahair permanente, lavar o couro cabeludo pode ser uma ação difícil, dependendo do tipo de cabelo. Para evitar o efeito oleoso nos fios, é importante dar preferência a shampoos e condicionadores que não tenham tantos hidratantes, como os específicos para cabelos oleosos. Produtos com álcool também devem ser evitados, porque comprometem as extensões. 5 – CUIDADO NA HORA DE PENTEAR OS FIOS Para pentear sem causar queda por tração – puxar a junção do Megahair com força com pente ou escova – separe o cabelo em sessões e trabalhe cada mecha, uma por vez. Comece devagar, penteando de cima para baixo, com escovas e pentes de cerdas flexíveis e sem bolinhas nas pontas. 6 – CUIDADO NA HORA DE USAR CHAPINHA E SECADOR O calor de pranchas e dos secadores pode comprometer a durabilidade das extensões. O ideal para que a temperatura alta dos aparelhos não derreta o ponto entre o cabelo natural e a mecha aplicada (feito de material delicado como resina e queratina) é manter uma distância mínima de três dedos entre a junção e a chapinha. No caso do secador, o aconselhável é deixar pelo menos 15 centímetros entre o jato e o cabelo. 7 – EVITAR PISCINA Quem tem Megahair só pode curtir o calor em praias e cachoeiras. O motivo é o cloro, que além de afetar a durabilidade da extensão, muda sua tonalidade, principalmente dos cabelos mais claros, deixando as madeixas do Megahair mais claras do que seu tom natural. 8 – APOSTAR NA HIDRATAÇÃO Para manter os cabelos saudáveis – principalmente os naturais, que são a base para o Megahair, é essencial tratar as madeixas com hidratação, como as feitas com óleo capilar. Para garantir o resultado ideal, a nutrição deve ser aplicada longe da cola do Megahair, evitando o dano na junção entre o cabelo natural e as madeixas aplicadas. 9 – DEIXE O FIO RESPIRAR Normalmente, a cada dois ou três meses o Megahair é renovado. Quando isso acontecer, é preciso fazer uma pausa de pelo menos 24 horas entre o cabelo retirado e o novo. Caso contrário, o couro cabeludo pode ficar fraco e até prejudicar o crescimento natural dos fios. Aproveite essa pausa também para hidratar e fortalecer as madeixas. Confira também, nosso post sobre todos os tipos de extensões para você se manter atualizada. Agora que você sabe mais sobre os cuidados com as extensões, que tal virar uma especialista em alongamento dos fios? Faça sua matrícula em nosso curso de Alongamento de Cabelos e aprenda todas as regras fundamentais para atuar no pré e pós colocação dos apliques.
> Leia mais
Loiro platinado: como alcançar a cor em cada tipo de cabelo
Alcançar o tão desejado loiro platinado é um processo que muda de cabelo para cabelo. Dependendo do tipo de fio – liso, ondulado, cacheado ou crespo – é necessário ajustar a rotina de cuidados para passar sem grandes problemas pela descoloração. Afinal, a química, somada à tinta loiro platinado pode impactar na saúde das madeixas. Quer saber como fazer a descoloração perfeita em suas clientes? Então vem com a gente. CABELOS LISOS: PROGRESSIVAS E OUTRAS QUÍMICAS PODEM INTERFERIR NO RESULTADO DO LOIRO PLATINADO Para evitar o efeito desalinhado ou a quebra dos fios depois de clarear, é importante hidratar bem o cabelo liso. Atenção: se sua cliente já faz alisamentos, fique sabendo que a química pode interferir no clareamento dos fios ou até mesmo impactar na cor final. Juntos, os dois processos também podem ser danosos para a fibra capilar. Por isso, é importante espaçar as datas dos procedimentos antes de platinar. O indicado, se esse for o caso de alguma cliente, é esperar pelo menos duas semanas entre um procedimento e outro, seja para a primeira aplicação ou o retoque. Além disso, no intervalo, é de extrema importância investir em cuidados como a reconstrução capilar, uma técnica que repara os cabelos com químicas para que eles aguentem os diferentes tratamentos e outros aditivos químicos. CABELOS CACHEADOS PRECISAM DE CUIDADOS EXTRA ANTES DA DESCOLORAÇÃO Os cabelos ondulados e cacheados costumam ser mais secos do que os lisos, então é preciso redobrar os cuidados com os fios antes de deixá-los claríssimos. Certifique-se de que as madeixas estão bem hidratadas e macias para passar pela descoloração global e alcançar os cabelos loiros platinados. Dessa forma, é possível reduzir os riscos de quebra e outros danos à fibra capilar ao realizar a transformação. CABELO CRESPO: VAI PLATINAR? CAPRICHE NAS HIDRATAÇÕES! Por ter os cachos mais fechados, os cabelos crespos costumar ser mais frágeis e sofrem ainda mais com o ressecamento. É preciso caprichar na preparação para platinar os fios! Antes de encarar a descoloração, é uma boa ideia investir em tratamentos de hidratação e reconstrução para preservar a saúde do fio. Depois do processo, esses passos devem ser incluídos na rotina de cuidados para manter o cabelo loiro platinado, saudável, forte e brilhoso. O TESTE DE MECHA É NECESSÁRIO ANTES DE QUALQUER CABELO FICAR LOIRO PLATINADO Seja liso, ondulado, cacheado ou crespo, natural ou alisado, mesmo tomando alguns cuidados antes de fazer a mudança de cor, pode ser que o cabelo não esteja preparado para o processo. Essa condição só vai ser descoberta com o teste de mecha, por isso, é importante aplicar em uma mecha para verificar. Se os fios permanecerem fortes e saudáveis depois do tempo de ação, o processo pode ser continuado. COR DA BASE TAMBÉM INFLUENCIA NO RESULTADO DA TINTA LOIRO PLATINADO Além de considerar a textura, é importante ficar atenta a cor atual dos fios na hora de descolorir o cabelo. O tempo de ação do descolorante varia para tons de loiro, ruivo, castanho e preto. Isso também influenciará o número de sessões de clareamento que serão necessárias para chegar ao platinado. Depois disso, ainda pode ser necessário remover ou neutralizar alguns pigmentos para conseguir o efeito desejado. Isso pode ser feito com tonalizante ou com a coloração permanente. Ou seja: quanto mais escuro o cabelo for, de mais cuidados prévios ele vai precisar. Quer se tornar um especialista em colorações? Matricule-se em nosso curso de Cabeleireiro Profissional e aprenda as mais variadas técnicas utilizadas pelos grandes profissionais.  
> Leia mais
Guia de cores de cabelo 2019
Embora a coloração do cabelo da atriz Juliana Paes esteja fazendo o maior sucesso, os castanhos não reinam absolutos nesta estação. Também são destaque as cores de cabelo loiro, vermelho e preto. Outra novidade são as luzes marcadas em tons que contrastam aos de base para iluminar o visual. Há opções para quem prefere nuances naturais, exóticas, suaves ou intensas. Animada para mudar o visual? Então preste atenção neste conselho: quem vai fazer uma mudança radical ou quer dar um efeito especial aos fios nunca deve arriscar a tingir o cabelo em casa. Procure um profissional qualificado para avaliar as condições das suas madeixas e determinar a melhor técnica para realizar a transformação sem danos, ok? Só para ter uma ideia dos perigos, se a estrutura capilar estiver muito danificada ou porosa, a nova coloração pode ficar manchada, pois algumas mechas absorvem mais o pigmento do que outras. É importante fazer uma hidratação prévia com produtos identificados como pré-colorantes, que promovem o fechamento das cutículas. Depois de colorir, é necessário selar a cutícula e neutralizar os resíduos oxidantes das tinturas. Conheça a seguir as cores de cabelo que vão atualizar a sua aparência e tudo o que é necessário levar em conta na hora de sugerir uma transformação para a sua cliente, se você é cabeleireiro profissional. Loiros em alta Clarear o cabelo é ainda mais arriscado sem a supervisão de um cabeleireiro — os castanhos, por exemplo, podem ficar alaranjados! Outro cuidado para quem pretende ficar loira é fazer retoques mensais para deixar o loiro luminoso. Além disso, usar no dia a dia um xampu antioxidante para o tom não ficar esverdeado ou amarelo. Uma vez por semana aplique uma máscara hidratante para evitar a secura. Escolha agora um loiro para chamar de seu... Manteiga ou neutro Nem platinado, nem escuro quente: o loiro do inverno que já conquistou famosas, como Sophie Turner, Jennifer Lawrence, Hailey Baldwin, Elsa Hosk e Khloe Kardashian, está próximo do bege, areia, nude e perolado. “É o meio do caminho entre o loiro platinado e o loiro escuro. Para alcançar o perfil neutro, é feita uma combinação de nuances quentes e frias. A fusão resulta em um visual sofisticado, com muita luminosidade”, explica Jackson Nunes, hairstylist do In Beauty Luxury, em Campinas (SP). Além de dar um aspecto moderno e delicado, as cores de cabelo neutras valorizam todos os tipos de pele e não exigem muita manutenção, uma vez que as técnicas de coloração visam deixar um efeito de clareamento natural dos cabelos.   Fotos: Reprodução   Platinado Os fios claríssimos, quase brancos, com fundo acinzentado (também chamados de loiro frio ou gelo), são tendência. A opção é perfeita para quem já tem o cabelo descolorido. Para o resultado ficar bonito, o ideal é manter a raiz escura e criar uma transição bem esfumada. Essa técnica também ajuda a diminuir a necessidade de retoques. Depois da coloração é fundamental aplicar xampu roxo, que possui concentração de pigmento violeta: ele neutraliza reflexos indesejados e mantém o platinado radiante.  Fotos: Reprodução/Pinterest e Shutterstock   Loiro mel Quem já é loira ou tem fios castanho-médio pode conquistar facilmente o loiro mel da temporada. No caso de fios mais escuros, é necessário descolorir e depois tonalizar para atingir o resultado, o que acaba danificando muito o cabelo. A tonalidade mais quente pode ser aplicada por igual em toda a cabeça ou aparecer em mechas sutis, com a raiz esfumada. Assim não dá para perceber onde o clareamento começa.  Foto: Shutterstock   CASTANHOS CHIQUES O castanho e suas variantes caem bem em todos os tons de pele, das branquinhas às morenas, e combinam tanto com o inverno quanto com o verão. Nesta estação eles estão mais badalados do que nunca, graças à tendência dos tons terrosos. Pintar as madeixas de castanho não tem segredo, mas caso você se sinta segura para dar um passo além da coloração uniforme, pode testar a técnica da marmorização. Ela ilumina as mechas que emolduram o rosto e outras, no meio do cabelo, quebram o visual chapado. Confira os castanhos que são trend entre as cores de cabelo da moda — um deles está no vídeo de antes e depois, no final deste post, realizado pelo professor Mychael Alcântara, do curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze unidades Praça da Sé e Tatuapé (SP). A transformação foi inspirada no castanho desejo da atriz Juliana Paes na novela A Dona do Pedaço.  Castanho terroso Os tons do deserto são a opção perfeita para deixar o cabelo loiro-escuro mais quente e glamouroso. A ideia é usar alguns marrons para ressaltar vários pontos de luz em toda a cabeça. E foi o que o cabeleireiro Felipe Freitas, do FIL Hair & Experience, fez na atriz Juliana Paes, a Maria da Paz de A Dona do Pedaço. Ele aplicou as tonalidades terrosas com a técnica balayage, que cria mechas finas por quase todo o cabelo. Foto: Divulgação   Caramelo Essa versão iluminada da cor pode tingir luzes no cabelo castanho-claro, médio ou escuro, porque não cria um contraste muito marcante. É perfeita para ressaltar a cor de base.  Foto: Reprodução/Pinterest   Chocolate Quer continuar morena? O chocolate é a sugestão ideal para quem deseja sair do preto, mas sem cair no loiro. Para a cor de cabelo ficar glamourosa, intercale mechas marrons de tonalidades mais claras com escuras.   Fotos: Reprodução/Pinterest   Cold brew coffee A inspiração para essa nuance é uma bebida de mesmo nome, um café gelado com aparência semelhante ao refrigerante de cola. A coloração é um castanho com um pouco de vermelho e mogno. O cold brew dá um efeito iluminado lindo e sofisticado ao cabelo escuro.   Fotos: Reprodução/Pinterest   PRETO MARCANTE A tonalidade mais escura da cartela de cores de cabelo volta à cena depois de décadas. Como se fixa bem em fios claros, como castanhos e loiros, o preto tem alto poder de cobertura. No entanto, se você tem luzes ou mechas, o recomendado é descolorir antes para que o preto fique uniforme. Veja qual é o matiz de preto que está em alta... Preto azulado Essa tonalidade clássica volta à cena depois de décadas! Ela tem reflexos acinzentados e, por isso, ganha o aspecto azul, principalmente sob o sol. O cinza acaba deixando a cor fria e mais intensa que o preto natural, o que também evita que os fios desbotem para o vermelho. A numeração 1 depois do ponto indica que o reflexo é acinzentado, ok?   Foto: Reprodução/Pinterest   RUIVOS E VERMELHOS Os pigmentos avermelhados são partículas grandes que têm dificuldade de se instalar dentro do fio. Eles acabam se fixando superficialmente e se desprendem com mais facilidade. Por isso, cabelo vermelho se torna gradativamente loiro-dourado ou alaranjado com as lavagens. Anote os cuidados: não lave os fios mais do que três vezes por semana, use xampu neutro, não esfregue o cabelo molhado com intensidade na toalha e invista em produtos especiais para ruivos e vermelhos, que realçam mais a cor. Fique por dentro das principais tendências de cores de cabelo!  Blorange ou ruivo pessego Ousado, o tom alaranjado com nuances de rosa e dourado já fez a cabeça de muitas mulheres. É uma cor de cabelo fantasia, perfeita para quem busca uma transformação radical. Para conquistá-la, o primeiro passo é descolorir os fios.   Fotos: Reprodução/Pinterest   Ruivo acobreado Para alcançar o tom, esqueça as nuances de vermelho e laranja. O pulo do gato é manter o seu fundo de cabelo natural e matizá-lo com reflexos acobreados. A técnica pega melhor em quem é loira ou tem cabelos castanhos-claros.     Foto: Reprodução/Pinterest   Vermelho carmesim Forte, brilhante e profundo, esse vermelho não é nada discreto. Cabelos do castanho ao preto necessitam de descoloração seguida de tonalização. Diminuir a frequência das lavagens é essencial para segurar o tom.   Foto: Shutterstock   Técnicas para aplicar as cores de cabelo da moda Os métodos de aplicação das tinturas vão se aperfeiçoando e mudando conforme as tendências em alta. Conheça o que vem por aí... Luzes marcadas O que antes era tido como artificial agora é moda. As luzes bem marcadas, especialmente na parte da frente do cabelo, ajudam a iluminar o visual. Esfumado degradê A técnica é indicada para quem quer clarear o cabelo sem radicalismo, já que a raiz fica mais próxima da cor natural e vai clareando gradativamente pelo comprimento até as pontas. A combinação de luz e sombra realça o movimento do cabelo e tem a vantagem de exigir menos retoques. Ombré hair Perfeita para ser feita na coloração loiro mel da moda, o ombré ilumina apenas as pontas dos fios. Haircontour É um método inspirado na famosa maquiagem de contorno e funciona como uma moldura, feita de acordo com o formato de rosto de cada mulher. Alguns pontos da cabeça são iluminados (com técnicas de clareamento à mão livre — hands free) e outros são sombreados (com tinturas ou tonalizantes escuros). Se você quer disfarçar a testa grande, evite descolorir os fios da raiz próximos à área. Quer valorizar o bocão? Faça um degradê de luzes a partir das têmporas.        
> Leia mais
CABELO CACHEADO: CUIDADOS PRÉ E PÓS-QUÍMICA
Tintura, alisamento, progressiva, permanente afro… Não tem nada de errado usar esses recursos para dar uma repaginada no visual. O problema é não preparar o cabelo antes nem fazer a manutenção depois, sem falar em deixar recorrer a um profissional de confiança para não ter erro. Especialmente o cabelo cacheado pede cuidados especiais pré e pós-química, pois são finos e frágeis. A Oleoterapia é um tratamento excelente para antes e depois de qualquer procedimento. À base de ativos com ação hidratante, fortalece e nutre a fibra capilar, além de doar brilho e maciez ao cabelo. Outro benefício é proteger e acalmar o couro cabeludo, evitando a irritação causada por agentes químicos. Oleoterapia: cuidado para cabelo cacheado pré e pós-química O kit de produtos pré e pós-química da família Yantra, Salon Embelleze, traz sete óleos especiais. Saiba como funciona para pedir ao seu cabeleireiro ou indicar para as suas clientes. Primeiro o cabelo é separado em mechas e, depois, recebe a aplicação da Máscara de Oleoterapia em pequenas quantidades. O produto fica nos fios por 10 minutos e, em seguida é enxaguado. Depois é lavado duas vezes com o Yantra Shampoo Pré e Pós-química. Após a lavagem, remova completamente o shampoo e separe novamente as mechas para uma nova aplicação da Máscara. As mechas devem ser cuidadosamente massageadas para facilitar a umectação. O resultado será ainda melhor com o uso de uma touca térmica por 20 minutos. Após esse procedimento, é só enxaguar e seguir para a estilização dos cachos. Para estilizar os cachos, é preciso ter em mente o efeito desejado, aplicando o Potencializador de Cachos ou Efeito Siliconizado. Ambos os produtos pedem a aplicação de uma quantidade generosa em cada mecha. Com o auxílio de uma toalha especial, retire o excesso dos produtos ativando os cachos. Resultado? Cachos bem nutridos com um aspecto saudável e protegido dos danos causados pela química. Se você ainda não conhece o curso de Especialista em Cachos, do Instituto Embelleze, pode saber mais pelo site ou visitando a unidade mais próxima de você.
> Leia mais
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2021 · Todos Direitos Reservados