Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza

Tag: cuidados

Biossegurança na maquiagem
O que é biossegurança? Certamente é essa pergunta que você está fazendo agora, caso ainda não tenha ouvido falar deste termo. Hoje vamos explicar o conceito e mostrar por que os maquiadores profissionais devem estar atentos a essas práticas no dia a dia de trabalho. Os maquiadores profissionais atuam em sua rotina de trabalho aplicando diversas técnicas que podem variar de acordo com cada categoria de maquiagem, entre elas: maquiagem social, artística e de caracterização. Para chegar ao resultado final, são usados produtos e materiais específicos, além de contar com uma estrutura física (ambiente) especial, entre outros fatores. Por isso, é nesse cenário que as práticas da biossegurança devem ser aplicadas para evitar riscos de contaminações. Para te auxiliar, reunimos algumas dicas para você replicar em sua rotina e seguir todos os cuidados necessários para um atendimento seguro, tanto para você (como profissional) como para suas clientes. Confira a seguir: 1.       Lave as mãos antes de qualquer procedimento. Não use a luva sem a lavagem das mãos. O ideal é realizar essa higienização com água e sabão, ou então, álcool 70%. 2.       Não assopre o pincel, pois milhares de gotículas de saliva vão contaminá-lo e se fixar no rosto das suas clientes. 3.       Utilize apenas algodões descartáveis. 4.       Não misture os produtos! 5.       A máscara de cílios deve ser de uso individual. Invista em aplicadores descartáveis para maior segurança. 6.       Cílios postiços devem ser higienizados corretamente antes da aplicação para não proliferar micro-organismos que podem causar alergias e danos aos olhos. 7.       Para o batom, usar apenas aplicadores descartáveis. 8.       Quanto ao lápis de boca, o ideal é usar o lápis próprio da cliente. Você deve sempre usar luvas, máscara e touca de proteção durante todos os atendimentos. Além disso, os produtos devem ficar em sua embalagem original, com rótulo e validade para evitar problemas com possíveis alergias das clientes. É importante sempre estar atento a todos esses cuidados e oferecer um serviço seguro e higiênico para todas as suas clientes! Quer saber mais? Então matricule-se em nosso curso de Biossegurança e fique por dentro de todas as técnicas para manutenção e manuseio de equipamentos no seu dia a dia profissional.
> Leia mais
Cronograma capilar: tire todas suas dúvidas!
O que é cronograma capilar? O cronograma capilar é uma agenda de tratamentos para os fios que pode ser feito em casa ou no salão, e geralmente dura 30 dias. É um processo que ajuda a repor os nutrientes necessários para ter um cabelo 100% saudável. Realizar este método é essencial já que os procedimentos químicos e o uso excessivo do calor nos fios podem causar danos, deixando os cabelos ressecados, sem brilho e com frizz. Vale lembrar que o cronograma é indicado para todos os tipos de cabelos. Etapas do cronograma capilar O cronograma capilar consiste em 3 etapas. Cada uma oferece propriedades que as madeixas precisam. Confira mais e torne-se um especialista na saúde dos fios! Hidratação A hidratação repõe a água e os nutrientes dos fios, deixando os cabelos macios e com brilho. Todos os tipos de cabelos precisam ser hidratados, até mesmo os virgens, uma vez que as agressões sofridas no dia a dia danificam os fios e abrem as escamas, causando pontas duplas entre outros danos. É importante respeitar a quantidade de produto, para não causar oleosidade excessiva no couro cabeludo.   Nutrição A nutrição repõe os lipídios necessários e devolve a oleosidade natural dos fios. É indicada para cabelos ressecados, sem movimento e opacos. Mais uma vez, é importante não exagerar na quantidade de produto, isso pode deixar os fios pesados.   Reconstrução Cabelos quebradiços, porosos e submetidos a processos químicos (descoloração, colorações, entre outros) são os que mais necessitam de reconstrução. Ela repõe a queratina, devolvendo a rigidez e a força dos fios. É importante realizar esse processo pelo menos uma vez ao mês, mas atenção: o excesso pode deixar o fio muito rígido e ocasionar a quebra. Sendo assim, deve ser feita no máximo a cada 15 dias. O cronograma é um conjunto de técnicas para os cuidados capilares, mas quem vai realmente dizer o que o cabelo necessita são os próprios fios. Quer saber como fazer uma análise capilar e montar o cronograma perfeito para suas clientes? Matricule-se no curso de Cabeleireiro Profissional e fique por dentro das principais técnicas e tratamentos capilares.
> Leia mais
10 cuidados básicos pós-alongamento de unhas.
Muitas mulheres sonham em ter as unhas grandes pois elas transmitem delicadeza e beleza, o que vêm tornando a técnica de alongamento cada vez mais popular em salões de beleza e esmalterias. Essa técnica tem sido utilizada para auxiliar mulheres que enfrentam problemas como unhas fracas, quebradiças ou até mesmo o ato de roer as unhas. Então, para manter a durabilidade de um procedimento como esse, alguns cuidados são fundamentais e precisam ser informados às clientes após a finalização.   Confira os principais: 1.       Usar luvas ao utilizar algum produto químico; 2.       Não fazer grandes esforços sobre as unhas; 3.       Evitar atividades que precisem que as unhas sejam dobradas, pois elas podem quebrar; 4.       Cuidado na hora de abrir portas e gavetas; 5.       Usar a ponta dos dedos para digitar e não as unhas, pois elas podem trincar; 6.       Não utilizar as unhas para abrir latas; 7.       Retirar o esmalte apenas quando for fazer a manutenção; 8.       Não utilizar acetona, apenas removedor para unhas; 9.       Fazer a manutenção de acordo com as recomendações da manicure; 10.   Não retirar o alongamento em casa, pois isso pode danificar a saúde das unhas naturais.   Após indicar todos esses cuidados, ressaltar que é de extrema importância realizar as manutenções, pois elas garantem que a unha natural continue com boa saúde e seja feito os ajustes com relação à cutícula, para que o alongamento continue bonito e com uma aparência natural. Se você sempre carregou a vontade de ter um diferencial em sua profissão para atender a clientela, chegou o momento. Comece a lucrar agora aprendendo mais sobre as principais técnicas de alongamento em nosso curso de Especialização em Unhas.  
> Leia mais
Novidades para as unhas 2019
Cores neon, tie-dye, marrom, animal print e o visual extravagante dos anos 90 são tendências que saem das passarelas direto para a beleza das unhas. De acordo com a expert Hemilin Jéssica Ghislandi  Pinsegher, instrutora do curso de manicure e pedicure do Instituto Embelleze, das unidades Jaraguá do Sul, Itajaí e Balneário Camboriú, de Santa Catarina (SC), a tonalidade hit da temporada é o chiquérrimo bordô, como foi em 2018. “Não resta a menor dúvida de que a paleta do vermelho ao vinho vai vir com tudo entre as novidades para as unhas! Inclusive, passeando pelo roxo, da nuance mais escura até o divertido violeta. Porém, as mais ousadas podem investir nos tons de cinza e azul e suas variações, sem medo de errar, que também estão em alta, além do verde militar. O acabamento pode ser cremoso ou metálico. Os dois vão arrasar”, assegura a especialista. Mas ela ressalta que entre as duas versões de acabamento, a cremosa dura mais tempo com a aparência intacta. Bola dentro! Pois essas cores já podem ser consideradas os clássicos tons fechados de inverno, que sempre ajudam a dar aquele ar mais sofisticado no look e sair do óbvio, como pede a temporada. E por falar em clássicos, os tons terrosos continuam em alta e prometem ser a cor-sensação do inverno, como sempre. A paleta de marrons é bem democrática, com nuances de café, chocolate, caramelo, camurça, indo até o nude – não é exatamente uma super trend entre as novidades para as unhas, mas é a cara do frio. E a nail art? A que vai dar o que falar neste inverno tem como base os apliques minimalistas de pedrarias e pequenas frases que dão um toque de delicadeza e poesia às unhas. O resultado é superfeminino! 8 NOVIDADES PARA AS UNHAS  1 Formato oval   Neste inverno, as unhas quadradas com os cantinhos arredondados e as completamente retas saem de cena e as com formato oval, que há muito tempo não se via nas mãos mais antenadas, chegam com tudo e se consagram a sensação da temporada. “O desenho oval está ganhando evidência e caindo no gosto das mulheres. Uma das vantagens desse formato é que as unhas não quebram com facilidade e nos alongamentos de gel pode-se fazer o lixamento correto com o micromotor sem comprometer o resultado do acabamento”, explica Hemilin Jéssica. 2 Tons terrosos Assim como nos cabelos, o marrom vem com tudo em nuances bem ecléticas, que vão do café ao nude, passando pelo caramelo e chocolate. 3 Puro Brilho Os anos 90 estão de volta nas músicas, nas roupas, nas unhas! Invista, sem medo de arriscar, nas técnicas de glitter e de brilho reproduzidos em adesivos e enfeites, um super sucesso dessa época que está bombando. A versão atual dessa tendência, no mesmo estilo e igualmente moderninha, são os esmaltes de efeito holográfico, que também voltam com tudo. 4 Degradê A ideia de pintar uma unha de cada cor e que fez a cabeça das meninas em 2018 continua em voga em 2019. Pode apostar! Para não ficar parecendo “arte de criança”, um pouquinho de harmonia cai bem. Vale apostar em cores da mesma nuance ou num degradê de tons. 5 Cartela de vermelhos As várias tonalidades da cor são um clássico que nunca saem de moda. Portanto, se a ocasião pedir algo marcante e a dúvida pairar no ar, não tenha dúvida: vá de vermelho! Vivo, queimado, sangue, fechado, cereja, melancia, vinho... Todos eles fazem bonito no inverno. 6 Efeito ombré É a mesma técnica usada nos cabelos, em que as mechas vão clareando gradualmente em direção às pontas. Nas unhas, o efeito é um degradê sutil da cor do esmalte que deixa as mãos com um visual ultrassofisticado e moderno, além de superfeminino. 7 Neon colors Quem falou que as cores fantasia são a cara do verão? Na-na-ni-na-não! Acredite, a beleza anda tão democrática que o neon é o queridinho do frio de 2019. Ele pode ser usado de um jeito suave ou mais discreto, como na foto, mas mesmo assim vai chegar causando. 8 Nail art sensitive Quando o assunto é arte em novidades para as unhas, entram em cena os apliques minimalistas de pedrarias e as pequenas frases que dão um toque de delicadeza às unhas. O resultado é pura poesia!
> Leia mais
Alongamento de unhas em gel: por que é o preferido
Sabrina Sato, Rihanna, Demi Lovato, Fergie e quase todo o clã Kardashian ostentam unhas longas e lindas de gel. O material se tornou o preferido das famosas por uma série de bons motivos: deixa a curvatura da unha com aspecto natural, não descola, é hipoalergênico e não tem cheiro. De acordo com Rafella Coffoni, analista de produtos do Departamento Pedagógico do Instituto Embelleze, os alunos que fazem o curso de alongamento de unhas no Instituto Embelleze aprendem as principais técnicas para executar o serviço com excelência, como unhas de porcelana, de acrílico, de acrigel, de pasta acrílica, de gel e francesinha permanente. “Todas dão bons resultados, mas o alongamento de gel é o mais vantajoso atualmente.” A porcelana é o material mais antigo e dentre os fatores que a deixaram ultrapassada estão a possibilidade de prejudicar a saúde das unhas. Pode provocar alergias, enfraquecer as unhas naturais, ter menor durabilidade comparada a métodos mais modernos (como o gel e a fibra de vidro) e, por último, devido ao forte odor dos produtos usados na aplicação. No entanto, a porcelana é a melhor para quem rói as unhas, pois a estrutura áspera do material incomoda em contato com a boca. A durabilidade é de duas a três semanas. As unhas de acrílico também são clássicas. Por ter alta resistência e durabilidade, o material ainda é muito usado. Porém, a técnica exige bastante habilidade do profissional, já que as unhas são moldadas uma a uma no tamanho e no formato desejado com uma espécie de massa de secagem rápida (um mix de pó acrílico e monômetro líquido). O acrigel é a combinação de pó acrílico e gel, modelado sobre um molde ou extensor colado na unha natural. A presença do acrílico deixa o gel um pouco mais ríspido, o que pode interferir no resultado final. Dura de 2 a 3 meses. O alongamento com filamentos de fibras sintéticas de vidro também é realizado com molde e é recomendado para unhas fracas e quebradiças. Dura até seis meses. A desvantagem é o preço (o método mais caro) e a aplicação muito demorada (duas horas). Gel, o método do momento A prótese de gel ganhou a preferência na indicação das manicures profissionais, porque é um método sem contraindicações, além de oferecer o que todas as mulheres querem: a impressão de unha natural. Como não provoca alergias ou outros danos às garras, pode ser feito em qualquer pessoa. A durabilidade do material é outro ganho: fica intacto por até seis meses e também aumenta a vida útil do esmalte, que geralmente não descasca nem craquela. Mas para você ter toda essa vantagem garantida, é necessário recorrer à manutenção com um profissional especializado a cada 20 ou 30 dias, dependendo do seu estilo de vida. Caso contrário, há o risco de enfraquecimento das unhas naturais. Na verdade, isso acontece com qualquer procedimento e você não deve abrir mão de procurar um estabelecimento de confiança, ok? A colocação das unhas de gel é simples, veja passo a passo: 1 - A unha natural é limpa para retirar resíduos de esmalte ou base e lixada. 2 - Em seguida, é aplicado um desidratador, que limpa a oleosidade da região. 3 - A prótese ou tip (um extensor para o alongamento) é colocada na ponta da unha natural e, depois, cortada e lixada no tamanho desejado. 4 - Uma lixa polidora é passada na superfície para nivelar a unha. 5 - Agora é a aplicado um primer em toda a extensão da unha e, na sequência, é a vez do gel. Ele é passado sobre a unha em finas camadas, sempre de forma lisa e uniforme. Ao final de cada camada é necessário colocar as mãos em um aparelho de luz UV para secagem do gel. 6 - A unha é lixada no formato desejado e recebe um gel fixador. 7 - A cutícula já pode ser retirada e as unhas esmaltadas normalmente. 8 - O procedimento completo pode levar até uma hora e meia para ser concluído. Prático e versátil Uma vez colocadas, as unhas de gel podem permanecer aplicadas por tempo indeterminado, desde que você faça a manutenção adequada com a manicure profissional. Isso quer dizer que é preciso visitar o salão a cada 20 dias, em média. Em comparação com a unha natural, a de gel é bem mais dura, permitindo dar formatos que só são possíveis em superfícies resistentes, como o stiletto ou a bailarina. Enquanto você estiver com a unha de gel, você pode remover o esmalte e aplicar outro normalmente, em casa mesmo, pois o removedor comum não estraga a aplicação. Cuidado especial Nunca retire a unha de gel em casa. São necessários removedores e lixas especiais, que só o profissional possui. Se você se arriscar sozinha, pode provocar o enfraquecimento das suas unhas, quebra e descamação. Outro cuidado é que as unhas de gel não devem ser retiradas e colocadas com frequência, pois isso também acaba danificando a unha natural. Respostas às principais dúvidas sobre alongamento de unhas A expert Rafella Coffoni esclarece os dramas mais comuns das clientes: Para quem é indicado o alongamento de unhas? “Todas as pessoas podem se submeter aos métodos, desde que estejam com as unhas naturais saudáveis. Unhas que apresentam descolamento, dor, coceira ou vermelhidão com foco infeccioso devem ser tratadas previamente. Gestantes e pessoas em tratamento médico não têm recomendação.” Depois do alongamento, o que pode ser feito e o que deve ser evitado? “Com cuidado, qualquer atividade pode ser realizada normalmente após o procedimento, como lavar a louça, praticar exercícios, digitar, pegar objetos... Apenas atividades de impacto, como jogar vôlei, por exemplo, ficam proibidas. O ideal é que, depois do alongamento, a cliente primeiro se adapta ao novo comprimento das unhas para agir sem preocupações no dia a dia. Uma dica é aprender a usar a ponta dos dedos em vez das unhas.” De quanto em quanto tempo é preciso fazer retoques? Tudo depende da técnica que foi utilizada, mas em geral é preciso voltar ao salão após 15 a 21 dias. Dê preferência para o mesmo profissional que realizou o alongamento em você. Na manutenção, o especialista vai, por exemplo, nivelar as unhas, retirando a diferença do espaço onde a unha natural cresceu, corrigir alguma imperfeição e renovar o esmalte.” Dá para mudar a cor do esmalte em casa?  “Sim, mas desde que você nunca use acetona, que descola a unha de gel. O correto é aplicar removedor de esmalte.” Quem usa alongamento de unhas pode tirar a cutícula? “É possível remover a cutícula, sim, porém sempre após o procedimento de alongamento e nunca antes.”    Gostou de saber tudo sobre alongamento de unhas? Então compartilhe com a sua rede de amigos ;) Saiba mais sobre este e outros cursos profissionalizantes do Instituto Embelleze no site www.institutoembelleze.com  
> Leia mais
Recupere o cabelo dos danos do verão em 30 dias!
O fio de cabelo é composto por cutículas, que são formadas por placas de queratina (um tipo de proteína) sobrepostas como escamas de peixe. Com movimento próprio, elas abrem e fecham. Se você não protegeu o cabelo devidamente sob o sol, deixou a porta aberta para que os raios ultravioleta, mais os resíduos de sal, cloro e areia se acumulassem no interior da haste, permitindo que essas placas se desestruturassem. O resultado você vê agora, no espelho... fios fracos e quebradiços, opacos, arrepiados, ressecados, manchados, com pontas duplas e toque áspero. Credo! Mas também não é para se desesperar ou perder a cabeça, porque, segundo os especialistas, é possível sim recuperar a vida e a maciez das madeixas rapidamente, em mais ou menos um mês. Identifique o problema do seu cabelo ou dos fios da sua cliente e vá à luta! O loiro ganhou reflexos esverdeados e o castanho está avermelhado? O cloro e o sulfato de sódio da água da piscina reagem com o tom amarelo dos fios, tornando-os verdes. Nos castanhos, o resultado são nuances avermelhadas ou pontas mais claras. A primeira providência é fazer uma limpeza profunda com um xampu antirredíduos para eliminar resquícios dos agentes químicos. Depois, aplique um tonalizante sem amônia para uniformizar a cor e um bom hidratante ou máscara reconstrutora. Isso vai disfarçar o problema por algumas semanas, mas depois é necessário recorrer à ajuda de um profissional para corrigir o tom definitivamente. “No dia a dia, procure usar xampu e condicionador com proteínas do trigo, que auxiliam na manutenção da cor”, indica Dione Antunes, coordenadora técnica da Embelleze Salon. A cor desbotou? Os raios solares penetram na fibra capilar e degradam o pimento que lhe dá cor, não importa se o cabelo é natural ou tingido. Algumas vezes o reflexo provocado pelo sol é até bem-vindo — nas loiras naturais sobressaem as mechas douradas. Mas há casos em que os efeitos acabam sendo contrários. As mechas vermelhas, por exemplo, podem ficar alaranjadas e as castanhas e as loiras tingidas tornam-se sem vida. Daí é hora de garantir a saúde dos fios novamente com alguns cuidados especiais. Anote: primeiro reavive a cor com um xampu tonalizante (num tom próximo ao do seu fio), que também restaura o brilho e reforça os reflexos. Depois, para não correr o risco de ficar desbotado outra vez, proteja o cabelo com leave-in formulado com filtro solar. O problema são fios super-ressecados? Todos os agentes típicos do verão roubam a umidade natural do cabelo. É o caso do sol, do mar da piscina, do vento e até do atrito do fio com a areia. A aparência é de mechas opacas e ressecadas. Com o calor a gente tende a lavar mais o cabelo e isso também retira a oleosidade natural. Resultado: o couro cabeludo tem dificuldade de produzir a gordura que o cabelo precisa e pode, inclusive, provocar descamação. “O uso de xampu com ingredientes hidratantes, como o óleo de Argan ou o de coco e a lanolina, ajuda a reverter o quadro”, diz Dione. Para acelerar o processo de recuperação, a expert recomenda substituir o condicionador após a lavagem por uma máscara de hidratação composta por ácido hialurônico, um excelente repositor de umidade e formador de película protetora, ou óleos vegetais de abacate, coco ou oliva. “Uma possibilidade é aplicar o condicionador após a máscara para conferir ainda mais emoliência aos fios”, garante Dione. Uma a duas vezes por semana, aposte numa máscara reconstrutora. Só para você entender a importância, os hidratantes reagrupam as cutículas e aumentam o brilho e a maciez, quanto os reconstrutores repõem as proteínas (queratina e aminoácidos) perdidos.   O fio liso insiste em ficar fora do lugar? Uma das causas do liso ficar arrepiado e rebelde durante o verão é a umidade do ar. Ela aumenta a eletricidade, além disso, o sal da água do mar e o cloro da piscina retiram a oleosidade natural, deixando os fios desidratados e mais ásperos. A saída é fazer hidratação uma vez por semana e, no dia a dia, usar produtos que diminuem a eletricidade estática. Xampu e condicionador à base de ceramidas ou queratina são capazes de nutrir o cabelo e dar um bom efeito. Outro cuidado é investir, diariamente, em um leave-in e usar máscara de hidratação profunda semanalmente. O crespo está arrepiado? O formato espiralado do fio cacheado dificulta a chegada da oleosidade natural — que sai do couro cabeludo — até as pontas. Por isso, de forma geral, os crespos são mais ressecados. Os agentes externos, como a escovação, a umidade do ar mais intensa, o sol, o cloro da piscina, a água do mar e o atrito do cabelo com o vento vão piorando ainda mais a situação, pois torna o fio poroso e, consequentemente, volumoso. Lavar os fios com xampu formulado com queratina, pantenol ou aloe vera é fundamental para ajudar na hidratação. Use também leave-in e reparador de pontas para dar um pouco mais de peso ao cabelo e evitar o frizz. Acabou o brilho? O fio só vai conseguir refletir a luz se a superfície estiver uniforme, retinha, com as cutículas (escamas que protegem a fibra capilar) fechadas. Mais: também não pode ter proteína faltando. Para que isso aconteça, você tem que fazer hidratação semanalmente. “Um tratamento selante, que alinhe as cutículas, também é indicado. Pode ser feita uma cauterização ou carga de queratina”, diz Dione. Quando quiser resultados imediatos, lance mão dos sprays e séruns de brilho — eles têm efeito temporário (lavou, saiu), mas são perfeitos para dar uma iluminada no visual e garantir a impressão de cabelo bem cuidado. Estão aparecendo pontas duplas? Nesse caso, infelizmente, não há conserto. A única solução é passar a tesoura! Mas dá para disfarçar o problema enquanto você não corta: “cole” as pontinhas bifurcadas (úmidas ou secas) aplicando cosmético à base de silicone na formulação — de quebra, eles aumentam o brilho e a maciez.   Cabelos na UTI Quando os fios estão ultradetonados a melhor coisa a fazer é um tratamento de choque no salão para regenerá-los. Ele hidrata, nutri e reconstrói a fibra capilar de forma eficiente e duradoura. São usadas máscaras de hidratação profunda com ingredientes nobres e em alta concentração. Os efeitos já são sentidos logo após a primeira aplicação! Conheça as etapas pelas quais os seus fios devem passar para se regenerarem integralmente:
> Leia mais
QUANDO FAZER RECONSTRUÇÃO, HIDRATAÇÃO E NUTRIÇÃO CAPILAR?
Aquele tratamento maravilhoso que você sempre faz já não está surtindo mais efeito… O produto que é excelente para as madeixas da sua amiga não funciona em você… Segundo o terapeuta capilar e consultor pedagógico do Instituto Embelleze, Alisson Lima, isso ocorre porque cada fio apresenta uma necessidade particular. “Cada fio precisa de um tratamento específico e cada máscara oferece um tratamento diferente. É importante ler o rótulo para entender o que aquele produto oferece. Usar um hidratante que não é necessário, por exemplo, pode danificar os fios”. São três os tipos de máscara capilar: a que somente hidratada, a que nutre e a que reconstrói. Como saber qual delas o seu cabelo precisa? Alisson afirma que o mais indicado é consultar um profissional da área, pois nem sempre é possível identificar sozinha a real necessidade dos fios. Uma dica é avaliar por quais processos o cabelo já passou. “Se tiver alisamento ou descoloração, precisará de uma reconstrução. Se for natural, necessita apenas de uma hidratação”. Entenda para que serve cada tratamento Hidratação É indicada para todo cabelo que não possui processo químico. Alisson recomenda que esse tratamento seja feito uma vez por semana. “Mesmo que o cabelo seja natural, sem química, ele precisa ser hidratado. Só o xampu e o condicionador não dão conta, já que a hidratação deles não é de longa duração”. Uma dica é sempre procurar produtos que contenham ingredientes como óleo de argan, aloe vera e minerais. O profissional indica ainda uma reconstrução feita em salão de beleza, uma vez por mês, para repor as substâncias que fortalecem a fibra capilar. Nutrição A máscara nutritiva é indicada para cabelos com colorações clareadoras e colorações suaves, para protegê-los de possíveis danos. Esse tipo de produto é feito para repor os lipídios do cabelo, ou seja, a oleosidade natural dos fios. “A máscara nutritiva é muito indicada também para cabelos cacheados, já que as ondas fazem com que a oleosidade do couro cabeludo não chegue até todo o comprimento”, afirma o terapeuta capilar do Instituto Embelleze. O ideal é que o creme nutritivo tenha na composição alguns dos seguintes ingredientes: óleo de amêndoas, manteiga de karité, aminoácidos, proteína da seda e óleo de argan. Reconstrução Quando o cabelo passa por um processo químico muito forte, como alisamento, permanente e descoloração, precisa de um tratamento reconstrutor depois. “Quando os fios estão muito frágeis e quebradiços é sinal de que o cabelo precisa ser reconstruído. O produto irá tratar as camadas externas, devolver o brilho, a maciez e o balanço natural”. Para esse tipo de tratamento o indicado é fazer a primeira sessão no salão e depois continuar em casa. É possível ver grandes mudanças logo na primeira aplicação, pois os fios ficam mais fortes e resistentes. Na hora de comprar a máscara reconstrutora, procure produtos que possuam proteínas, ceramidas, arginina, soja e complexo de queratinas na composição.   Você pode aprender muito mais no curso de cabeleireiro profissional. Visite também uma unidade do Instituto Embelleze mais próxima de você.
> Leia mais
COMO TER UNHAS BONITAS E FORTES
Abordando todos os aspectos, desde a atenção em casa à manutenção no salão de beleza, vamos destacar os principais motivos pelos quais você deve se preocupar em ter unhas saudáveis antes mesmo de pensar na próxima cor que irá usar. Assim, você ganha unhas bonitas e fortes, diminuindo o risco de contaminações e prevenindo a proliferação de bactérias. Então agora foca nas dicas porque saúde também faz parte da beleza! Cuidados em casa Para começar, observe semanalmente se não há nada incomum nas unhas das mãos ou dos pés. Observe se suas unhas têm manchas, texturas diferentes ou até mesmo mudança na coloração. Se perceber algum sinal novo, talvez seja o caso de procurar um médico, pois o estado das unhas pode, sim, ter relação com a saúde do corpo. Feita a inspeção, vale lembrar que a limpeza das unhas e a lavagem constante das mãos ajudam a evitar o acúmulo de bactérias. Em casa, você também pode controlar alterações, como pequenas lascas que venham a ocasionar a quebra da unha. É possível combater isso lixando delicadamente a unha danificada sempre que notar que ela está em risco. Fortalecimento das unhas Unhas fracas quase sempre estão relacionadas à falta de nutrientes no organismo, má alimentação, o que pode ser resolvido com a ajuda de vitaminas recomendadas por um médico. Mas existem produtos específicos que contribuem para fortalecer as unhas, como bases fortalecedoras e hidratantes com vitaminas. Ah, manter as unhas hidratadas é sempre bom, pois aumenta a força delas e evita o ressecamento da cutícula. Outra dica importante é não pesar a mão na lixa para evitar que as unhas fiquem mais finas e se quebrem com facilidade. Se esse é o seu caso, uma solução pode ser o alongamento de unhas. Atenção no salão de beleza Tanto em casa como no salão, o compartilhamento dos acessórios usados para fazer as unhas não é recomendado, a não ser que os aparelhos sejam muito bem esterilizados. Quando falamos de higiene e esterilização não se trata de desinfetar as ferramentas com álcool ou produtos de limpeza, mas sim de utilizar instrumentos ideais para a limpeza profunda, como os aparelhos esterilizadores. O uso de luvas e a troca dos acessórios, como toalhas e capas para o apoio de pés também é obrigatória. A biossegurança é muito importante dentro de um salão de beleza e seus funcionários precisam sempre estar atentos às regras para evitar a contaminação. Além disso, o excesso de cuidado também pode se tornar um vilão para a saúde como um todo, gerando contaminação. Remover a cutícula com frequência, sem respeitar os limites das camadas, pode ser uma porta aberta para bactérias. Do mesmo jeito, o tempo de exposição das unhas os esmaltes podem enfraquecê-las e dificultar a visualização da proliferação de fungos. A dica é: tirar somente o necessário das cutículas e deixar a unha respirar  pelo menos um dia sem esmalte antes de ir ao salão aplicar a próxima cor arrasadora.   Conheça todos os cursos do Instituto Embelleze pelo site ou visite uma unidade mais próxima de você!
> Leia mais
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2021 · Todos Direitos Reservados