Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza

Tag: corte de cabelo

5 razões para ampliar os serviços da sua barbearia
Nos últimos 5 anos o setor de beleza masculina dobrou aqui no Brasil e teve um crescimento de 7,1% ao ano até agora. De acordo com a Euromonitor Internacional (empresa de pesquisa que monitora o setor de beleza em 80 países), o mercado brasileiro tende a desenvolver ainda mais, alcançando mais de 20% de participação no mercado global, com uma evolução anual de 11,2% até 2022. Com o investimento do mercado de moda masculina cada vez mais intenso, os homens vêm aprendendo a cuidar do visual e passaram a ser exigentes em relação à roupa que vestem, ao corte de cabelo que usam, à aparência da pele e até das unhas. Não à toa, surgiram as barbearias modernas, templos específicos para eles não precisarem mais dividir espaço com as mulheres nos salões de beleza tradicionais. Esses redutos têm uma decoração especial, com cadeiras, bancadas e espelhos rústicos contemporâneos. Além do básico corte de cabelo e da barba, eles oferecem massagem, tratamento de pele e de cabelo, manicure e pedicure, produtos importados e mimos, como serviços de bar, jogos (videogames e/ou sinuca) e televisão com transmissão de esportes. Tudo para que eles se sentam à vontade e entre amigos. Alto, médio ou pequeno padrão? Seja qual for a região onde está a sua barbearia, há sempre um público que procura um diferencial. Pode ser no layout do estabelecimento, no conhecimento dos profissionais, nos serviços extras para cuidar da beleza. Para ter sucesso, você precisa adequar o seu espaço aos seus clientes. Fazer uma pesquisa de mercado para saber o que eles procuram é o primeiro passo para ter lucratividade. Responder algumas perguntas pode levar você ao cliente perfeito. Por exemplo: qual a faixa etária das pessoas que procuram o meu salão, como elas se comportam, quais são seus gostos e preferências, quais os hábitos de consumo desse público, e os desejos e as necessidades, quanto se dispõem a investir em serviços de beleza? A partir daí, monte um “cardápio” que atenda ao padrão da sua clientela. Diferenciais possíveis Os homens geralmente não sabem quais produtos combinam melhor com o seu cabelo ou a sua pele e também não têm noção de como inovar na aparência. Cabe ao cabeleireiro mostrar o leque de opções a eles, desenvolvendo assim a confiança do cliente. Para isso, é preciso estar conectado às tendências e procurar sempre educação e treinamento. Além de estudar as técnicas, atualize-se participando de eventos na área e acompanhando os desfiles das semanas de moda nacionais e internacionais. Tudo isso ajuda acrescenta qualidade ao seu trabalho. Dentre os serviços que a sua barbearia pode oferecer estão: Cabelo Lavagem, corte e finalização Corte à máquina e com tesoura Coloração Relaxamento   Barba Barba completa Barba desenhada Toalha quente   Rosto Esfoliação Hidratação Máscara Limpeza de pele Design de sobrancelhas   Corpo Manicure e pedicure Massagem corporal Depilação   Visagismo Para indicar uma mudança no visual que se harmonize com o biótipo e o estilo de vida do cliente   Entretenimento Bar, com serviço de bebidas e petiscos Videogame ou sinuca Televisão Wi-fi      5 razões para ampliar os serviços da sua barbearia 1. Fidelizar clientes – Quanto mais você oferecer e entender as necessidades do seu cliente, mais o seu estabelecimento será procurado. 2. Tornar-se uma referência – Quando o profissional mostra que conhece tendências e domina técnicas, mais é recomendado pelos próprios clientes. É a propaganda boca-a-boca. 3. Aumentar o rendimento – A variedade de serviços estimula o cliente a fazer mais que barba e cabelo a cada visita. 4. Driblar a concorrência – Ao oferecer serviços diferenciados, a sua barbearia se torna mais conhecida e procurada. 5. Transformar a sua barbearia num ponto de encontro – Um lugar com atrativos acaba se tornando um espaço para relaxar e encontrar amigos, o que aumenta a frequência no seu estabelecimento.  
> Leia mais
Corte curto para lisos e cacheados
Quando uma mulher decide ir ao cabeleireiro para fazer uma mudança radical, a responsabilidade do profissional é imensa. Afinal, ela está entregando a “vida” dela nas mãos dele e, se arrepender depois, significa esperar muitos meses até os fios crescerem — e você não quer pagar o preço, né? Influenciadoras não faltam na mídia para estimular lisas ou cacheadas a passar a tesoura no cabelo! As atrizes Deborah Secco, Fernanda Paes Leme, Bruna Marquezine, Agatha Moreira, Mariana Rios, Leandra Leal e Regiane Alves se encheram de coragem, tosaram as madeixas e causaram o maior frisson. Deborah Secco ainda foi mais longe: além de encurtar, platinou os fios — uma supertendência em coloração nesta temporada. O sucesso do curtinho não é de hoje... O pixie, ou o bom e velho Joãozinho, já fez uma revolução nos anos 1950 quando as eternas divas Audrey Hepburn e Elizabeth Taylor aderiram ao visual, quebrando paradigmas. Depois disso, o corte teve seus altos e baixos durante as décadas, mas chegou aos 1990 com força. “Na época, Winona Ryder, Gwyneth Paltrow e Halle Berry estavam no auge de suas carreiras e investiram no pixie cut trazendo a ele um ar mais moderno, com muita textura e desfiado”, lembra Rafaella Coffoni, analista de produtos do Instituto Embelleze (SP). Atualmente, o corte curto pixie volta com tudo e promete ser a tendência das próximas estações. O short bob, ou o Chanel batidinho, é uma releitura do long bob, que esteve em alta nas temporadas passadas: mais curto, na altura do queixo, assimétrico e cheio de atitude. Nos anos 1950 e 1960, Marilyn Monroe e Jackie Kennedy já usavam o short bob, mas com menos textura, camadas e desfiados. A finalização do corte no estilo messy hair (aquele cabelo bagunçadinho de propósito sabe?!) traz um ar despojado ao visual que tem tudo a ver com o momento em que vivemos de empoderamento feminino. Pixie cut para todas Existem muitas variações do corte curto pixie cut: com franja longa ou curta, desfiado, texturizado, com a lateral raspada... bem curtinho, como o boyish, ou um pouco mais longo, cobrindo as orelhas. As possibilidades são muitas! O pixie cut é um corte que pode ser feito em mulheres de todas as faixas etárias e em qualquer tipo de cabelo: liso, ondulado, cacheado ou crespo. Nos cacheados e crespos, é importante usar, no dia a dia, produtos que tratem e modelem os fios, como os ativadores de cachos. Vale lembrar que o pixie cut vem sendo muito adotado por mulheres crespas que estão em transição capilar. “No momento do big chop, ou seja, do ato de cortar toda a parte do cabelo com química (de alisamento, progressiva, relaxamento), elas investem no cabelo curto cheio de estilo”, diz Rafaella. Assim, ficam com o visual bonito até que os fios voltem a crescer de forma natural e saudável.     Short bob para todas Assim como o pixie, o short bob fica bem em mulheres jovens e maduras e em todos os tipos de cabelo. Mas, aqui, também é essencial apostar nos finalizadores e ativadores de cachos na hora de pentear os crespos e encaracolados. A característica do short bob são as pontas desconectadas, o que traz bastante textura ao look. Cabelos muito volumosos se beneficiam do corte curto short bob, pois o corte em camadas ajuda a controlar os fios.     Aprenda as técnicas dos cortes Interessado em saber mais detalhes desses dois cortes e dominar as técnicas para oferecer às suas clientes? Na grade de aulas do curso de cabeleireiro profissional do Instituto Embelleze você aprende o pixie cut e o short bob, além de muitos outros cortes. Técnicas avançadas de finalização e texturização de cortes e penteados são ensinados no curso de especialização de design em cortes femininos do Instituto Embelleze. 
> Leia mais
Barba e cabelo estilo Lumberjack
Nada como uma crise para mudar comportamentos, abrir os horizontes e fugir do óbvio. Foi isso o que aconteceu nos Estados Unidos, em 2008, quando surgiu o estilo Lumberjack: camisa xadrez, jeans destroyed, botas robustas, cabelos compridos e barba cheia — visual curinga dos homens na ocasião. A fonte principal desse comportamento, que acabou virando tendência e ganhou o mundo anos depois, foi o enorme colapso financeiro — o segundo maior da América, depois da Grande Depressão, em 1929. Os homens se viram com a grana curta e passaram a investir em roupas de alta qualidade que durassem muito – a ideia era ter poucas peças, mas itens essenciais. E, ao que parece, deixaram cabelo e barba crescer, para evitar idas frequentes à barbearia, outra forma de economizar. Resumindo: o estilo agora está super em alta na beleza do homem contemporâneo e virou trend total. Frequentemente confundido com os hipsters americanos (que se caracterizam pela forma alternativa de se vestir e consumir basicamente o que é produzido na localidade onde moram), o estilo Lumberjack também vem com essa pegada original, de raiz, mas, na verdade, os homens prezam pela elegância com praticidade, tanto no figurino quanto no visual de cabelo e barba. A coisa funciona mais ou menos assim: no guarda-roupa, poucas e boas peças; no look, cabelos mais compridos com um bom corte e barba longa, cheia e alinhada. É a tradução do minimalismo: pouco, mas o melhor. “Em 2009, a indústria americana começou a corresponder a essa exigência dos homens, das roupas de excelente qualidade. No entanto, foi apenas em 2014 que a moda e o estilo Lumberjack realmente decolaram”, lembra César Thiago Pacanhela, instrutor do curso de barbearia do Instituto Embelleze de Pirassununga (SP). Confira outros detalhes da tendência no vídeo que está no fim deste post! O estilo exige cuidado e manutenção De 2014 pra cá a tendência Lumberjack só aumentou e ganhou cada vez mais adeptos. No Brasil, o visual lenhador é o que mais representa a versão latina do “look rústico”, com sutis diferenças. O estilo naturalista da América conserva um pouco mais de harmonia entre o cabelo comprido e a barba cheia, sem ser tão livre de padrão como o lenhador. “Os cabelos são compridos, mas não necessariamente alinhados. Geralmente, é o contrário, um pouco bagunçados – nesse aspecto lembra o tipo lenhador. Para a barba, a regra é ser cheia, porém ligeiramente alinhada. O cabelo e a barba estilo Lumberjack necessitam de cuidado com produtos específicos para o dia a dia, pois como os fios são mais longos, devem ser hidratados. O ideal é hidratar semanalmente e aparar os pelos com mais frequência”, ressalta César Thiago. Técnicas de corte e aparo Se você quer oferecer esse serviço na sua barbearia ou salão de beleza, vá em frente sem medo, pois não é difícil. Tecnicamente falando, conquistar o estilo Lumberjack é mais fácil do que parece. Primeiro, o cabelo não deve estar tão curto, é preciso ter o mínimo de comprimento para ser trabalhado. “O corte é simples, feito somente com a tesoura e pente livre, para dar o ar despojado, e nunca com marcação em linha reta”, pontua César Thiago, do Instituto Embelleze. “Já a barba, contudo, requer um cuidado especial, pois é longa, tem as laterais mais definidas e alinhadas. Basta ficar atento nesse detalhe”, complementa o especialista. 
> Leia mais
Beleza masculina: cuidados para todas as idades
Os homens estão cada vez mais preocupados com a aparência. E isso se confirma em números: segundo o instituto internacional de pesquisas Euromonitor, o mercado de beleza masculina cresceu70% nos últimos cinco anos. O Brasil já representa 13% das vendas mundiais, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, que detêm 18% de participação. A expectativa para os próximos cinco anos é de que o Brasil alcance mais de 20% de participação no mercado global, com vendas de U$ 8,1 bilhões em 2022 – uma média de crescimento anual 11,2%, mais do que o dobro da elevação prevista para o mercado mundial: 4,7% ao ano, atingindo US$ 56,2 bilhões em 2022. Interessado em entrar para o time dos homens vaidosos? A seguir, algumas dicas de beleza masculina por idades (corte, penteado, coloração e tratamentos). Inspire-se! Beleza masculina de 20 a 35 anos Nessa fase, o homem é jovem, tem uma pele boa e firme e, geralmente, ainda exibe bastante cabelo. Sendo assim, pode ousar mais, arriscar uma tonalidade diferente nos fios, fazer mechas, luzes e até um platinado. Inclusive, os tons bem claros estão super em alta hoje. A beleza masculina é bastante favorecida nessa etapa e dá para se jogar nos cortes mais modernos para conquistar um visual descolado.   CORTE “O estilo que está bombando no momento é o corte skin fade (inspirado no corte dos soldados americanos, raspado nas laterais com bastante cabelo no topo) com penteado pompadour”, garante o instrutor do curso de barbeiro Lucas Fernandes, do Instituto Embelleze São José dos Campos unidade Satélite (SP). O corte fade é essencialmente degradê, a partir da máquina zero, deixando o couro cabeludo aparente. No topo da cabeça o comprimento e o formato dos fios ficam a critério de cada cliente, podendo ser mais curto ou mais longo. Como não é fácil deixar o fade nivelado e bem-feito, é importante que você faça o corte com um barbeiro ou cabeleireiro de confiança, que seja habilidoso para mandar bem. Aliás, para realizar o corte, além da máquina é necessário utilizar vários pentes de corte e tesoura, para que a transição do fade com o topo fique impecável. O efeito degradê pode ter diversas variações. Os mais pedidos são: low (baixo), mid (médio), high (alto) e o taper fade (sutil e gradual sem marcações ou porções totalmente raspadas).   O penteado pompadour, que dá o toque final na beleza masculina do corte fade, é inspirado em Elvis Presley, com aquela pegada de fios compridos na frente escovados para trás de maneira que seja criado uma onda ou topete, dependendo da quantidade e do comprimento dos fios de cada um. Nas laterais, os fios que foram cortados com tesoura, isto é, os mais longos também são penteados para trás. Atenção homens que não têm necessariamente o corte fade, mas o cabelo tem certo volume e tamanho, basta fazer o topete para aderir o modelo. BARBA Nos jovens, praticamente qualquer estilo de barba cai bem e valoriza a beleza masculina. A escolha é uma questão de preferência, dos hábitos e nível de praticidade no dia a dia. A queridinha dos barbudos modernos é a geométrica com degradê. O desenho bem traçado traz um ar sóbrio, por outro lado o degradê traz descontração. A barba cheia ou estilo lenhador é outro sucesso que nunca sai de moda: pode ser alinhada ou meio sem forma, com bigode ou não, vale tudo. A barba por fazer é puro charme e não tem mais conotação de desleixo. Você pode apostar para transmitir uma postura mais descolada. Beleza masculina de 35 a 45 anos É nessa fase que alguns homens começam a perceber certa queda ou o afinamento dos fios. Os motivos são naturais da idade: estresse, consumo de determinados medicamentos, disfunções hormonais, além da genética e dietas restritivas que também influenciam e tendem a acelerar o processo de calvície, sobretudo para quem tem tendência. Quando o assunto é coloração, fica liberado recuperar o tom original dos fios para quem não quiser ter o choque dos cabelos grisalhos muito cedo. O ideal é fazer e manter a cor no salão ou barbearia e, para não ter erro, mostrar uma foto sua não muito antiga, de pouco tempo atrás, para que o cabeleireiro ou barbeiro possa seguir uma linha bem fiel de recuperação do tom original dos cabelos, de forma bem natural. Outra opção é arriscar uma nova cor, seja por desejo ou por necessidade de cobrir os brancos. Nesse caso, aposte nos tons de mel ou cobre, os tons favoritos deste ano, podendo cobrir todo o cabelo ou simplesmente fazer luzes. CORTE “Para essa faixa etária, o mais indicado são os cortes sociais, podendo haver variações de altura como estilos curtos nas laterais e a parte superior mais acentuada. O corte graduado também está entre os mais modernos para essa idade”, afirma o instrutor Gustavo Guedes, do Instituto Embelleze São José dos Campos unidade Satélite (SP), que garante que os cortes mais curtos são sempre uma boa aposta porque não deixam a falta de volume tão evidente.  Também é nessa época que alguns homens começam a ficar grisalhos e surge a necessidade de buscar novos cortes que se adaptam melhor à nova cor dos fios. Seguindo a linha de disfarce dos fios brancos, da calvície e do afinamento dos cabelos, um corte, superprático e clássico, como variação do estilo social, é o Ivy League ou Princeton, que bombou no começo do século nas universidades americanas e até hoje é desejado pelos homens. Afinal, é praticamente um símbolo da beleza masculina. As laterais curtas, o topo mais baixo e a frente do cabelo um pouco mais alongada (na altura dos olhos), podendo ou não formar um topete, caiu nas graças dos brasileiros. É usar e arrasar, pois ele nunca sai de moda. Só tem uma ressalva, apesar de ser uma tendência para os mais novos, por conta dos jogadores de futebol que aderiram em massa, fica proibido lançar mão de riscas e divisões marcadas de forma exagerada com a navalha e também topetes muito longos e cheios. Nessa fase, com certeza menos é mais! BARBA A barba rente, feita com o número da máquina acima de quatro, é a campeã para essa faixa etária, já que ela acompanha super bem o corte social. Inclusive, quanto mais curtas as laterais do cabelo, mais natural fica o look. São os truques da beleza masculina. Beleza masculina de 45 a 55 anos Os homens já estão mais estáveis na profissão e não precisam mais justificar suas escolhas, então, acredite, a palavra de ordem é liberdade, só que com um toque contemporâneo. “É uma faixa de idade em que muitos homens buscam um corte de cabelo mais moderno, com um estilo que foge do social básico, tipo graduações nas laterais. Esse é o visual perfeito para eles”, garante Lucas. O que não significa que as laterais curtíssimas e o topo mais longo, podendo ou não ser estilizado com um topete, não fique um show. A questão é que aqueles que têm tendência à calvície veem o problema de perto nessa época, muitas vezes com as entradas na testa, assim como o afinamento e o surgimento dos fios brancos. Um dos maiores dramas para a beleza masculina. Por causa disso, nesses casos, o desafio para o cabeleireiro ou barbeiro é fazer um corte que evidencie o que resta de cinza (ou seja, os menos brancos) e evite que o couro cabeludo fique exposto. Quanto à cor, não hesite em ostentar os fios brancos, eles estão com tudo no pódio da beleza masculina! No entanto, a gente sabe que para alguns é um aspecto que, de fato, incomoda, nesse caso, a melhor coisa a fazer é pedir uma orientação para o barbeiro ou cabeleireiro. CORTE Os cortes de comprimento médio também caem bem para quem ainda tem certa quantidade de fios. São os chamados side part, bem curtos na nuca, nem tanto nas laterais, e mais longos no topo, penteados para o lado, cujo representante clássico é o ex-jogador de futebol inglês, David Beckham. Um ícone de beleza masculina. Esse estilo não depende de volume para ficar bom, e super funciona para problemas de afinamento e queda expressiva, pois tem um caimento que, de qualquer jeito, fica natural e elegante. Um plus: pode ser penteado com pomada ou pasta modeladora em ocasiões especiais. Por fim, o cabelo médio (base mais curta e fios mais compridos em cima) é também uma excelente pedida para os homens maduros porque são naturalmente elegantes, sem precisar de muita técnica. Penteados para trás (com uma pomada flexível), fazendo o estilo slick back, disfarçam bem pouco volume e calvície moderada e fica um charme. BARBA A barba para os homens maduros é bem democrática, com destaque para o cavanhaque, no estilo clássico, com bigode alinhado com pelos no queixo, que fica um show e ainda dá um toque de virilidade à beleza masculina. A barba por fazer, com os pelos bem curtos; e a desalinhada, despojada, em que os fios crescem livres sem serem aparados, traz um visual mais jovem e ainda disfarça falhas nos pelos. A barba cheia, que é o aposto da “por fazer”, também funciona para os mais velhos, com pelos longos que dão maior volume ao desenho. Outro estilo que podemos incluir aqui é o Van Dyke, uma variação do cavanhaque, com bigodes cheios, longos e de pontas curvadas, com os pelos do queixo bem longos também. Beleza masculina para todas as idades Alguns cuidados independem da idade e devem estar na cartilha da beleza masculina em todos os períodos da vida. Saiba quais são... É sempre bom lembrar que não existe idade certa para os cuidados essenciais com os cabelos. Usar um xampu específico para o tipo, assim como um condicionador e uma máscara são hábitos que todos os homens que quiserem ter um cabelo bonito e saudável precisam ter. Os produtos devem ser, de preferência, da mesma linha e marca para aumentar o poder de ação dos ativos da fórmula.  Em qualquer fase da vida também é indicado a depilação de nariz, orelhas e sobrancelhas, quando o excesso de pelos nessas regiões incomoda. Com uma restrição para o nariz: é recomendado apenas aparar os fios e não retirá-los completamente, pois eles têm papel importantíssimo no processo de filtro respiratório. O cuidado com as unhas é essencial para homens de qualquer idade, sem receio de ir à manicure para manter a higiene e o corte saudável, para evitar encravamento. Barbas cheias e com mais volume tendem a acarretar um probleminha: pelos encravados. O tratamento indicado, nesses casos, é a depilação a laser. Vale consultar um dermatologista para conhecer os detalhes do procedimento. Cabelos grisalhos amarelam com facilidade e tendem a ser muito porosos e ressecados por conta da falta de melanina. Resultado: fios fragilizados e mais propensos à quebra. Uma boa dica para lidar com essa condição é o uso de ceras e pomadas no dia a dia, e de máscaras hidratantes no banho para manter os fios saudáveis. Quem tem cabelos médios ou longos deve evitar fazer fricção intensa com a toalha após o banho e escovar os fios com força, assim como usar penteados muito apertados. O benefício desses hábitos para a beleza masculina é não fazer muita tração no bulbo e favorecer a queda. Uma boa maneira de você acertar num corte e ficar satisfeito é mostrar algumas fotos do resultado que deseja para o cabeleireiro ou barbeiro. O profissional certamente irá te dizer se é possível ou se o seu tipo de cabelo e caimento são incompatíveis com o estilo, evitando frustrações.
> Leia mais
Cortes de cabelo com franja: qual é o seu?
Isabelle Drummond, Debora Nascimento e Letícia Colin são as atrizes que acabaram de dar uma repaginada na aparência aderindo ao corte de cabelo com franja. Mas tem uma lista enorme de outras tantas celebridades nacionais e internacionais que também já apostaram no estilo. Em 2019, as franjas curtinhas ou alongadas, retas ou desfiadas, cortininha ou arredondada são as mais pedidas. Para investir na trend sem erro, o ideal é associar o corte da franja com o do comprimento do cabelo para formar um conjunto harmônico. A expert Francine Carvalho, instrutora do curso Cabeleireiro Profissional, do Instituto Embelleze de Taubaté (SP), indica quais cortes de cabelo com franja estão em alta e combinam com os diferentes tipos de rosto e de fio. As dicas são ótimas para quem é profissional e quer seguir a carreira Master em Cortes, que associa as especialidades cabeleireiro e design em cortes femininos. Dê uma olhada também no vídeo que a Francine fez demonstrando um corte de cabelo com franja antes e depois — está logo no final deste post.   FRANJA CURTA   Atualmente chamada de baby bang, a franja curtinha é perfeita para mulheres ousadas e de rostos com traços delicados, não importa o formato. Ela pode ser cortada bem reta e certinha no meio da testa, como a da atriz Letícia Colin, ou ter as pontas desfiadas com navalha, criando um ar moderno e urbano. No cabelo crespo ou ondulado, a franja com cachos forma uma moldura mais desconectada e também pode ser usada lateralmente. Corte que combina com a franja curta:  O longo com base reta é uma opção, assim como o Chanel médio ou curto, também chamado de short bob. Outro corte que combina muito com a ousadia da franja curtinha é o joãozinho ou pixie. Dicas para pentear: No liso - Faça uma escova em todo o cabelo. Despenteie as pontas e aplique spray fixador. No cacheado - A franja pode ser definida com pomada para modelar, espalhada com leves toques das pontas dos dedos.   FRANJA ALONGADA Para quem gosta de um look irreverente, este é o ideal. Longa, a franja é desfiada com tesoura desde o início da testa até a altura da orelha. Deve ser mantida na lateral se o seu rosto é do tipo coração ou triângulo invertido: ela desvia o olhar para o queixo. No rosto muito comprido ou redondo, esse tipo de franja acentua os formatos, por isso deve ser evitado. Donas de traços delicados podem usar a franja longa dividida ao meio, como a atriz Dakota Johnson. Esta franja no cabelo cacheado é perfeita, pois ajuda a modelar o corte. Corte que combina com a franja alongada: Corte com volume nas laterais e franja cobrindo a testa, na altura da sobrancelha (ou um franjão), é a melhor pedida. No cabelo cacheado, diminua o volume do topo e abuse do volume próximo ao queixo. O comprimento long bob, Chanel desconectado e o corte repicado em camadas longas, a partir da franja, são boas pedidas. Dicas para pentear:  No liso – Aplique um creme de modelagem nos cabelos úmidos, faça uma escova e passe chapinha apenas nas pontas para marcar bem o repicado. No cacheado – Borrife spray definidor de cachos em todo o cabelo e amasse a frente com a ponta dos dedos.   FRANJA ARREDONDADA Ela vai contornando o rosto até chagar às laterais. A parte do meio fica na altura das sobrancelhas e os lados alongam até as orelhas. É o estilo perfeito para mulheres com rosto quadrado ou oval. Em faces redondas a tendência é o corte arredondar ainda mais, portanto, evite. Fica bem em fios lisos ou ondulados, porém grossos e bem pesados. Corte que combina com a franja arredondada: Cabelo longo ou médio com base reta sempre fica bem com esta franja. Por causa das laterais compridas ela cai muito bem no penteado preso. Se o seu cabelo é cacheado, aposte no corte arredondado com volume nas laterais. Dicas para pentear:  No liso – Faça escova arredondando todo o cabelo e a franja. Capriche nos lados. No cacheado – Aplique definidor de cachos e modele a frente e as laterais com babyliss para marcar bem o formato redondo do corte.   FRANJA RETA É o tipo que cobre as sobrancelhas e combina com os cabelos que têm a base reta. Deve ser sempre cortada milimetricamente na altura das sobrancelhas e depois toda desfiada nas pontas com navalha. No cabelo cacheado as pontas desconectadas devem ficar mais em evidência, ok? O ideal é que o cabelo seja encorpado. Cai como luva no rosto redondo. Corte que combina com a franja reta: Cortes na altura do ombro ou abaixo dele são os mais indicados, pois a franja reta combina com um visual mais pesado. No cabelo ondulado a franja reta pode ser menos espessa. No curto, o volume das mechas deve se concentrar no topo e não nas laterais. Dicas para pentear:  No liso – Desarrume toda a franja, levantando a raiz. Em seguida, faça movimentos como se estivesse dando beliscões pra deixar alguns fios soltos e despenteados. Para terminar, aplique spray fixador. No cacheado –  Deixe a franja cacheada, definida com pomada ou babyliss ou faça uma escova nela para compor um visual divertido com o restante do cabelo cacheado.    
> Leia mais
20 looks masculinos para casamento
É verdade que o universo casamento prioriza a noiva. É uma infinidade opções de vestidos, arranjos, véus, joias, calçados e referências para cabelo e maquiagem. Mas graças à expansão do mercado de beleza masculina, o cenário está mudando... Segundo dados da Euromonitor International, o crescimento do setor nos últimos 5 anos cresceu 30%. Só as vendas de cosméticos para homens cresceram 70% no Brasil, o que coloca o país em segunda posição no ranking de vendas mundiais — ficando atrás apenas dos Estados Unidos. A tendência grooming, um termo em inglês para cuidados pessoais, tem sido usada para definir o comportamento masculino nesses últimos anos: o chamado men’s grooming. O ponto central na preocupação com a aparência deles é a moda da barba, que trouxe mais estilo e personalidade para muitos. Até as novelas já incorporaram a barba para dar mais atitude a alguns personagens (já viu os atores Rodrigo Simas, Renato Góes e Carmo Della Vecchia em Órfãos da Terra, da Globo?). E é justamente o uso da barba pelo homem moderno também o responsável pelo resgate das barbearias antigas, que tomaram conta do mercado. Além dos serviços tradicionais, como corte de cabelo e barbear, elas oferecem cuidados para pele, sobrancelhas, unhas, corpo e a venda de cosméticos, em ambientes inovadores, dedicados especialmente para o público masculino. Essa oferta de novos tratamentos garante que mesmo quem não tem barba ou bigode seja um cliente em potencial. As barbearias antenadas já estão divulgando, inclusive, o Dia do Noivo, para sugerir modelos de barba, bigode e cabelo mais harmoniosos para o grande evento. Precisando de inspiração para recomendar o melhor para o seu cliente ou para você mesmo? Veja a seguir 20 looks masculinos para casamento! Dia do noivo Antes de fazer qualquer mudança no visual, cuide para não desrespeitar o seu estilo e gosto pessoal. A pior coisa é ficar incomodado com a aparência num dia tão importante. Não existem regras sobre como o homem deve usar o comprimento da barba em relação ao cabelo. Tudo vai depender do estilo que ele quer fazer: rebelde, clássico, moderno, roqueiro, grunge, tipo lenhador... Seja qual for o look escolhido, todos os fios precisam estar aparados, com o corte renovado, e hidratados para refletir maciez e brilho. Siga as dicas e confira também na galeria looks masculinos para casamento.   Finalização polida e alinhada Se a ideia é exibir um visual certinho, o corte de cabelo repicado com fios curtos é o mais indicado. Para ganhar charme, trabalhe nuca e laterais bem curtinhas e corte um degradê no topo para criar um leve topete. O graduado navalhado com mechas quiff também é uma alternativa, especialmente para cabelo ondulado a cacheado. O corte degradê é longo em cima, formando um topete alto, e mais curto no restante da cabeça. Para um alinhamento perfeito dos fios, penteie com pomada ou spray fixador. Um rosto lisinho, completamente barbeado, ou com a barba rala, por fazer, é o mais indicado para o look polido.     Estilo bagunçadinho Os cabelos repicados médios, com ou em franja, ganham movimento e uma aparência despojada penteados com mousse. Coloque o produto na palma das mãos e espalhe nos fios ainda úmidos, passando os dedos pelas mechas para trás. O look fica bem natural e combina com barba crescida e até um cavanhaque, com fios mais concentrados na região do queixo e maxilar. O cavanhaque pode ter vários formatos e comprimentos, podendo ir do clássico, com linhas mais quadradas, ao mais “grunge”, com fios mais longos.     Look selvagem Quem prefere o visual mais naturalista, no estilo lenhador, não pode abrir mão do cabelo cortado com volume e da barba longa. O corte das madeixas pode ser com o volume mais concentrado no topo ou por igual na cabeça toda. A barba comprida exige hidratação semanal e aparo com mais frequência. Se o seu look é selvagem, mas nem tanto, aposte na barba mediana, com fios entre 3 e 6 centímetros de comprimento.   Visual fashionista O cabelo longo, na altura do ombro ou abaixo, é perfeito para homens jovens e modernos. Os fios podem ser retos, repicados em camadas ou desfiados com franjão. A vantagem do longo é ter mais opção na hora de pentear: dá para deixar solto, fazer coque ou trança e prender rabo de cavalo. O que garante a beleza do cabelo são os produtos de finalização, que acrescentam textura aos fios, definem camadas e eliminam o frizz. Seja qual for o cosmético escolhido (pomada, cera, gel...), use pouca quantidade para não ganhar uma aparência suja e nunca aplique na raiz.   Interessado em proporcionar serviços mais profissionais para os seus clientes ou atualizar a sua barbearia? Invista no curso de barbeiro profissional do Instituto Embelleze. Nele, você desenvolve as competências com excelência no atendimento de cortes masculinos, modelagem de barba e aparo de pelos faciais, designer de cortes e barba, aprende as técnicas de cor, tratamentos e as mais variadas técnicas de transformação capilar masculina de alisamento e relaxamento. O barbeiro formado pelo Instituto Embelleze também será capaz de conhecer informações sobre o mercado, excelência em atendimento ao cliente e como montar sua própria barbearia.    
> Leia mais
Cabelo longo masculino: como usar
Está precisando renovar o corte? Que tal dar só uma bela repicada nas mechas e deixar os fios crescerem? A tendência masculina para outono-inverno aponta cabelo comprido para os homens! Nas semanas de moda internacionais, o destaque ficou para a cabeleira ao vento, compondo um visual bem despojado e despretensioso (veja algumas inspirações na galeria).   Diferentemente do que se viu nas ruas até agora — o longo preso por coque samurai ou trança — o cabelo masculino surge solto, com textura natural saudável. Isso quer dizer que os fios, mesmo estilizados com produtos, precisam parecer leves. Além disso, o longo da vez não é simplesmente crescido, ele tem corte para exibir o efeito da moda e pode ter franja. Siga as dicas para aderir ao look ou indicar para os seus clientes. Longo, bonito e saudável Antes de entrarmos no visual da moda em si, vamos falar de saúde. Afinal, o cabelo não cresce, ou não cresce bonito, se alguns cuidados não forem seguidos. “O uso constante de gel, pomadas e outros fixadores, influenciam diretamente na saúde dos fios e do couro cabeludo. Se não forem higienizados corretamente, podem acumular resíduos e provocar inflamação e descamação na pele e ressecamento e pontas duplas na fibra. Para o crescimento saudável é preciso fazer, a cada três meses, um detox capilar, que é uma limpeza profunda em toda a cabeça. Também é recomendado hidratações frequentes”, diz Diogo Rogério de Oliveira, orientador técnico pedagógico do Instituto Embelleze Grajaú e Cupecê (SP).  O ideal é se submeter a esses tratamentos com um profissional, no entanto, também dá para se virar em casa com xampu antirresíduos e cremes hidratantes. O corte comprido da moda O que se viu nas passarelas foi o cabelo crescido. Os modelos dos desfiles tinham fios longos que beiravam, no mínimo, o início ou o final da nuca, nada menor que isso. Como se fosse um cabelo que não é cortado há quatro meses. O especialista Diogo Rogério indica que uma boa pedida para fios de qualquer tipo (liso a encaracolado), que estão em processo de crescimento, é o corte de mecha móvel, em que se trabalha as pontas fazendo o uso de angulações. “Isso traz uma modelagem leve entre as camadas e movimento.” Já quando os fios estão grandes, o corte repicado em camadas desde o comprimento é ideal. Nessa técnica, se as camadas do topo da cabeça são cortadas mais curtas, o cabelo ganha volume; ao contrário, mais longas, evitam que os fios armem. O desfiado e com franjão também é uma opção e combina com todos os tipos de cabelo.   Sugestões de penteado Por mais que a tendência seja o cabelo com aspecto natural “nasci assim”, é com produtos de texturização que muitas vezes se consegue esse efeito. Porque daí o natural aparece sem frizz e com as camadas bem definidas. Seja qual for o cosmético escolhido (pomada, cera, gel...), use pouca quantidade para não ganhar uma aparência suja e nunca aplique na raiz. Confira como estilizar seus penteados... *Pomada ou cera – Coloque um pouquinho na palma da mão, friccione até sentir aquecer e espalhe superficialmente nos fios secos, começando a modelar da parte de trás da cabeça para a frente. Deslize as mãos puxando os fios para baixo e valorizando o corte. Geralmente a pomada e a cera têm acabamento matte. Mantêm as mechas modeladas, porém maleáveis. Esses produtos são perfeitos para deixar o cabelo despojado, como pede a moda. Dão volume aos lisos e ondulados e definição aos cacheados e crespos. *Ativador de cacho – Basta aplicar no cabelo úmido e massagear cacho por cacho, apertando-os com as mãos, das pontas em direção à raiz. O resultado são mechas definidas, sem frizz e brilhantes. *Gel – Bom para os lisos repicados, o gel passado na cabeleira molhada garante que ela seque exatamente da forma que foi penteada, sem eriçar. Sendo assim, depois de colocar o cosmético na palma da mão e espalhar em todo o comprimento, deslize os dedos da raiz em direção às pontas para um visual liso e com pontas definidas. Se quiser ondular, passe um pente de dentes largos ou dê uma leve bagunçada jogando a cabeça para trás e para os lados. *Mousse – Recomendada para homens de cabelo fino e com pouco volume que querem ganhar o visual bagunçado. No cabelo úmido, distribua a mousse uniformemente em todo o comprimento, depois modele as mechas com a ajuda do secador.
> Leia mais
CORTES DE CABELO MASCULINO PARA CRESPOS, ONDULADOS E LISOS
Desde que a indústria da moda e da beleza olhou para a ala masculina de modo especial, as novidades nunca mais pararam de surgir. Das passarelas fashion saem roupas cheias de bossa e cortes e penteados repletos de charme e estilo. Nada mais é apenas o tradicional para os homens. Tanto que até a clássica profissão de barbeiro não é mais a mesma. Há algum tempo as barbearias têm investido alto em informação e capacitação para trabalhar com técnicas modernas e diferenciadas e, assim, atender aos desejos do público masculino. No quesito cabelo, as tendências estão cada vez mais ousadas. A influência americana e europeia trouxe formas e texturas que, definitivamente, subiram à cabeça deles. “Para este ano, não tenho dúvida de que, dentre os cortes de cabelo masculino da moda, o graduado e suas variações vai ser o grande hit. Conhecido popularmente como degradê (em inglês, fade), o corte se concentra na parte de baixo da cabeça, a partir das orelhas — laterais, trás e nuca. O topo pode ser elaborado a gosto do cliente”, diz Jimmy Medeiros, instrutor do curso de Barbearia do Instituto Embeleze de Taguatinga, Brasília. De acordo com o expert, o estilo que combina base graduada e corte livre na parte superior é chamado de corte híbrido e é exatamente essa proposta que vai pegar. Quer saber o que vem por aí e como fazer a melhor escolha para cada tipo de cabelo? Leia a seguir!    Graduado médio com nudred: ideal para cabelo afro Foto: Reprodução/Instagram Corte Também chamado de mid fade e taper fade, o graduado médio é feito à máquina nas laterais. A gradação (ou esfumado) fica restrita à base da cabeça e os pentes utilizados na máquina de corte são 0 (zero), ½ (meio) e 1 (um). “Para o graduado médio a linha inicial é feita com o 0 (zero) e deverá subir, aproximadamente, dois dedos da nuca e também nas laterais, tendo a altura das orelhas ou das sobrancelhas como referência de limite. Já na parte superior da cabeça, o comprimento dos fios deve ter, no mínimo, dois centímetros de altura”, explica Jimmy. Penteado A onda agora é pentear os fios longos do topo da cabeça com a esponja nudred. Esse produto é próprio para cabelo crespo ou afro, curtos, e específico para fazer cachos. Parece uma esponja de lavar louça, porém é bem grossa e um dos lados é todo perfurado para modelar os cachos. Na hora de produzir o penteado, aplique um pouco de pomada de modelagem no cabelo e passe o lado com furos da esponja sobre os fios em movimentos circulares, no sentido horário. Passe quantas vezes forem necessárias até formar os cachinhos. Finalize com uma névoa de spray fixador.   Graduado navalhado com mechas quiff: para cabelo ondulado a cacheado Foto: Reprodução/Instagram Corte O corte de cabelo masculino também conhecido como high fade nasceu nos anos 1950. Ele tem a parte superior elaborada com mechas quiff, que em inglês significa topete. Ou seja, o corte não passa de um degradê longo em cima, formando um topete alto, e mais curto no restante da cabeça. “Nessa gradação, cria-se inicialmente uma linha com o pente 0 (zero) da máquina e, toda a região abaixo desta linha, é cortada com a navalhete. Depois, deve ser utilizado o pente 0 (zero), ½ (meio) e 1 (um) para fazer a gradação. Já os fios do topo são cortados com tesoura para formar as mechas quiff. Resultado: laterais e o quadrante de trás do cabelo curtos — com tamanho aproximado de 6 cm ou 3 dedos – e o quadrante do meio e da frente do cabelo maiores para que o volume seja valorizado”, diz Jimmy. Penteado A finalização deste corte deve ser feita com secador e escova. Escove de trás para frente até os fios ficarem lisos. Depois, aplique um pouquinho de pomada fixadora de efeito seco nas mãos e penteie as mechas para trás, marcando as camadas do corte. Use spray fixador, se necessário. O visual fica cuidadosamente bagunçado e com uma leve ondulação.     Social curto com topete: indicado para os lisos Foto: Reprodução/Instagram Corte A gradação também pode ser feita no social curto e é perfeita para aquele cliente que foge do pente zero (0) da máquina. “Os pentes utilizados são 1 (um), 1 e ½ (um e meio) e 2 (dois). A nuca e as laterais são trabalhadas primeiro com pente 1. As laterais ficam com altura de 3 a 6 cm (ou dois a três dedos) para poderem ser integradas à parte superior com a gradação, que utiliza pente 1 e ½ (um e meio).  O topo da cabeça é cortado em degradê com tesoura, devendo ficar com 10 cm de comprimento para a criação do topete. Penteado Aplique gel de fixação média a forte em todo o cabelo do topo e, com um pente jacaré (de dentes largos), elabore um topete.   Você também pode aprender a cortar cabelo masculino e se tornar um expert. Informe-se numa unidade do Instituto Embelleze mais próxima a você! 
> Leia mais
CORTES DE VERÃO 2019: PARA CURTOS, MÉDIOS E LONGOS
Cortar o cabelo não é uma decisão simples para quem tem apego ao comprimento ou ainda não conhece um bom profissional. Afinal, não é só criar coragem para ir em frente, é preciso também levar em conta se o corte escolhido combina com o seu dia a dia, com o formato do rosto e até com sua personalidade para não se decepcionar depois. Mas a verdade é que repaginar os fios é sempre bom para variar e dar um up na autoestima. As celebridades vivem fazendo isso! Se você é adepta do “cabelo cresce” ou é cabeleireiro e quer levar novidade para o seu salão, confira as tendências em corte (para curtos, médios e longos) reveladas por Ivanete Coelho, instrutora do curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze de Petrolina, Pernambuco.   CURTOS Short bob  Esse é o modelo curto do long bob e fica bem em todo tipo de cabelo – do liso ao crespo. O comprimento é na altura do queixo ou um pouquinho mais abaixo, com pontas arredondadas contornando as maçãs do rosto. O volume é concentrado junto à raiz e a nuca é mais batida. No cabelo crespo ou cacheado deve-se fazer um leve desfiado para “encaixar” os caracóis no corte. “A combinação imbatível para esse estilo é a franja alongada lateralmente com ponta repicada ou desfiada suavemente. Na hora de pentear, aposte no efeito messy (bagunçado), super em alta, feito com pomada finalizadora. Babyliss de aro grosso também fica lindo. Pixie cut  É a versão atualizada do tradicional corte “Joãozinho”, que está na moda já há algumas temporadas. Em 2019 o pixie cut vem mais desconectado. Para ter um bom caimento, ele precisa ser bem desfiado. O cabelo naturalmente volumoso deve ser mais desfiado que o cabelo fino, ok? Para manter o corte sempre bonito, é preciso retocá-lo com frequência e investir em produtos de finalização para marcar as mechas e adicionar textura.   MÉDIOS Repicado        A ordem é imprimir mais identidade aos fios médios, portanto, além de repicá-los em camadas (mais atrás do que na frente e a partir das orelhas) e definir o comprimento no ombro, faça uma franja. Ela pode ser longa ou curta, mas sempre desfiada. A franja longa é alinhada na altura dos olhos ou das maçãs do rosto. Usada para o lado, ela se mistura com o restante dos fios, dando movimento ao corte. Outra franja alongada é a tipo cortina, desfiada nas pontas e usada dividida ao meio. A franja curta da moda é a baby bang — de comprimento no meio da testa ou logo acima das sobrancelhas —, um estilo bem ousado. Como pentear o repicado médio? Simples, só com secador para definir o repicado. Sleek bob Esse corte de comprimento médio não tem camadas repicadas. É reto e proporciona um look uniforme. Para ganhar personalidade pode ser assimétrico, com a parte de trás um pouco mais curta e a frente alongada. A ideia é exibir um visual liso, então adote um produto leave-in que elimina o frizz antes de fazer escova.    LONGOS Camadas O longo moderno é cortado em camadas, tudo para dar leveza, movimento e volume natural à cabeleira. E o comprimento máximo bonito é na linha do busto. As camadas repicadas dão aos fios uma desconstrução toda especial e podem vir desde a altura dos olhos.   O penteado que realça as camadas é feito com babyliss ou escova modelada. Blunt cut Para as mulheres que amam madeixas bem longas, o corte reto voltou a fazer sucesso e é tendência. Chamado blunt cut, possui base e fios retos, sem nenhuma mecha ou ponta repicada. Como a aparência tem de ser reta, é importante estar com a hidratação, nutrição e reconstrução dos fios em dia. A finalização do penteado pode ser feita com chapinha, deixando as pontas retas, ou babyliss e spray de ondas para o cabelo ficar com aspecto messy (bagunçado).   No curso de cabeleireiro profissional do Instituto Embelleze você aprende muito mais do que cortar cabelo. Domina também técnicas de coloração, modelagem, transformação capilar, alisamento, relaxamento, encacheamento e muito mais. Se a sua ideia é abrir o próprio salão de beleza, fique tranquilo, o curso também instrui sobre o mercado, atendimento ao cliente e biossegurança.
> Leia mais
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2021 · Todos Direitos Reservados