Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Make

Tutorial de maquiagem de casamento
Você foi convidada para um casamento ou é até a madrinha e tem dúvidas sobre o make... Juntamente com o penteado, a maquiagem de casamento é um dos pontos mais importantes da produção, pois além de ter que combinar com o seu estilo, deve valorizar a sua beleza, sem deixá-la com aparência artificial. Há dois cuidados essenciais na hora de se maquiar: preparar bem a pele e acertar na escolha das cores. Carregar demais a maquiagem é um perigo que você deve fugir: menos é mais, sempre! Não exagere nunca. Lembre-se: se focar o make nos olhos, neutralize a boca e vice-versa. Deixe o brilho e as tonalidades intensas para a noite e aposte em nuances suaves para o dia. Combine tudo com o seu tom de pele e não queira chamar mais atenção que a noiva! Quem tem pele negra ou morena não deve tentar clareá-la com base ou pó. Valorize a sua beleza escolhendo produtos que iluminam o seu rosto. No passo a passo a seguir (veja o tutorial no final do post), a youtuber Letícia Ruiz mostra em detalhes como fazer uma maquiagem linda, que destaca o olhar, e que combina com qualquer visual. Se a festa for diurna, evite aplicar cílios postiços, ok? Vamos lá! Passo a passo maquiagem de casamento 1- Prepare a pele com base no seu tom. Agora faça um make de contorno com uma base dois tons mais clara, aplicando-a nos seguintes pontos: entre as sobrancelhas, nas olheiras, na parte superior do nariz, logo acima do V dos lábios, no queixo e nas laterais em direção aos maxilares. Deposite essa base com um pincel kabuki, dando leves batidinhas. Sele a base espalhando em todo o rosto um pó facial translúcido, o que vai ajudar na durabilidade da maquiagem. Com um pó marrom escuro (pode ser um blush), marque a região logo abaixo do osso das maçãs do rosto. Esse truque é ótimo para afinar a face. Passe o pó escuro também nos maxilares, no topo da testa próximo à raiz dos fios e nas laterais do nariz. 2 - Hora do blush. Dê um leve sorriso para definir a parte alta das maçãs do rosto e aplique o produto nessa área em direção às têmporas. 3 - Com um pincel de esfumar, espalhe na parte alta das maçãs um pouco de iluminador. Aproveite e dê um toque também no centro da parte superior dos lábios e na ponta do nariz. 4 - Acerte as sobrancelhas ou corrija falhas com uma sombra específica.  5 - Com um pincel língua de gato, aplique corretivo sobre as pálpebras e no contorno das sobrancelhas. Isso ajuda na fixação da sombra e também ressalta a sobrancelha.     6 - Com pó solto, sele as pálpebras.   7 - Com um pincel de esfumar, aplique um blush ou uma sombra laranja nos cantos externos dos olhos, subindo em direção ao côncavo.   8 - Com um pincel chato, de cerdas curtas, aplique o mesmo laranja nas pálpebras inferiores, rente aos cílios.   9 - Usando uma sombra rosa de tonalidade quente, reforce a marcação dos cantos externos dos olhos e ligeiramente o côncavo, fazendo um degradê entre o laranja de base e o rosa. Isso dá um ar mais profissional ao make.   10 - Nos cantos internos dos olhos até o centro das pálpebras, deposite uma sombra pigmento perolada. Além de iluminar o olhar, ajuda a esconder qualquer imperfeição. Faça uma linha fina, bem rente à linha dos cílios, com delineador em gel ou caneta. O traço começa mais fino e termina um pouquinho mais grosso.   11 - Dê volume aos cílios com máscara preta e, se desejar, alonge e aumente ainda mais os fios colando cílios postiços.   12 - Para fixar a maquiagem, aplique um spray fixador apropriado em todo o rosto. Finalize o make com um batom marrom terroso.
> Leia mais
EXTENSÃO DE CÍLIOS: FIOS LONGOS E VOLUMOSOS TODOS OS DIAS
Nossos cílios passam por um ciclo natural de crescimento, que acontece em três fases. A primeira é a anágena, quando o fio desponta da pele e cresce. Na segunda, a catágena, ele atinge o crescimento máximo e para de se desenvolver. A terceira e última é a telógena, de eliminação dos fios envelhecidos ou mortos. Todo esse processo dura, aproximadamente, 90 dias e é bem dinâmico. Para você ter ideia, perdemos cerca de cinco fios todos os dias! Quem tem cílios naturalmente volumosos nem percebe, mas as donas daquele olhar com fios ralinhos acabam insatisfeitas com o visual minguado. Agora, imagine não precisar mais se importar com isso e nem ter que ficar disfarçando com maquiagem? A “mágica” pode ser feita com a extensão de cílios, um procedimento estético que já mudou o visual de várias mulheres no exterior (muitas delas celebridades) e agora está virando febre aqui no Brasil. O sucesso é o efeito natural que ele dá aos cílios. Se você trabalha com beleza ou pretende entrar para a área, o método é uma ótima oportunidade para aumentar seu rendimento. Portanto, vale a pena buscar capacitação agora! O Instituto Embelleze abriu, recentemente, o curso profissionalizante de Designer de Cílios e em pouco tempo já é sucesso. No curso, são abordados todos os assuntos relacionados à área dos olhos, bem como a extensão de cílios, e qualquer pessoa pode se matricular. No entanto, quem tiver conhecimento prévio em designer de sobrancelhas e maquiagem profissional terá melhor aproveitamento, principalmente nas questões de estudos da pele, proporção facial, harmonização por meio das medidas do rosto e utilização de cosméticos. “O mercado de trabalho com extensão de cílios está aquecidíssimo! O Brasil só perde para o Japão e para os Estados Unidos, que são líderes no segmento. Porém, há uma deficiência muito grande para profissionais qualificados. Existem muitos curiosos entrando na área, sem o mínimo de conhecimento, e colocando a saúde das clientes em risco. Isso significa que, quem tiver a qualificação necessária e atuar corretamente se destacará nesse mercado. Quando bem realizado, esse trabalho fideliza a cliente e gera uma renda bastante considerável. Vale lembrar que o investimento inicial não é muito elevado e o ganho real é alto”, afirma Daniele Carlim, coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze Interlagos (SP). GUIA PRÁTICO DA EXTENSÃO DE CÍLIOS A seguir, Daniele Carlim esclarece tudo sobre a extensão de cílios — para quem quer se submeter à técnica ou aumentar os conhecimentos para recomendá-la às clientes. Qual é a técnica A tradicional ou clássica, conhecida no mundo todo, é chamada extensão fio a fio. “No Instituto Embelleze ensinamos a alongar os cílios com essa técnica, que oferece um resultado naturalíssimo ao olhar”, diz Daniele. Segundo a expert, já existem variações da fio a fio no mercado, porém, para realizá-las, o profissional precisa saber fazer a extensão fio a fio e ter experiência de, pelo menos, seis meses na sua aplicação. Passo a passo da extensão A primeira etapa antes da fixação dos cílios é a análise das características físicas e da personalidade da cliente. “Dessa forma, conseguimos harmonizar o olhar da pessoa, suavizando ou ressaltando algum traço que ela possui. O processo é totalmente individualizado”, explica Daniele. E não é só: uma ficha de anamnese detalhada também é preenchida para descartar o risco de alergia ou irritação na região ocular. O próximo passo é verificar o formato dos olhos da cliente, notando a distância entre eles e o tamanho dos cílios naturais. Feito isso, o designer de cílios separa o material mais indicado (existem fios sintéticos ou de seda de vários tamanhos, espessuras, cores e curvaturas) e começa a aplicação dos fios. As extensões são coladas uma a uma, em cada cílio natural, respeitando a fase de crescimento em que cada fio de encontra. “A aplicação das extensões precisa ser feita simultaneamente em ambos os olhos, porque se por algum motivo o trabalho tiver que ser interrompido, os olhos estarão visualmente parecidos. Ao final, os cílios são penteados e está pronto”, detalha a instrutora do Instituto Embelleze. Para quem é indicada A extensão de cílios fio a fio pode ser aplicada em qualquer pessoa, desde que não tenha nenhuma doença ocular ou histórico de alergias. E não são só as mulheres que podem lançar mão do procedimento: os homens também podem se beneficiar com fios menos curvados, mais discretos. O que pode e não pode ser feito depois da extensão fio a fio  Nas primeiras 24 horas após a aplicação evite molhar os cílios. Para o banho é recomendado proteger os olhos com óculos de natação. Não faça atividades que provoquem a transpiração excessiva, como ginástica aeróbica. Não use maquiagem. Sempre que for dormir, cuidado para não esfregar o rosto no travesseiro. Não use máscara de cílios à prova d’água e itens oleosos difíceis de limpar, como lápis de olho. “É que esses cosméticos precisam ser removidos com demaquilante bifásico, que contém óleo na composição. A substância pode causar o descolamento das extensões”, alerta Daniele. A máscara para cílios comum pode ser aplicada, mas nem é recomendado, pois as extensões já são tão realçadas que dispensam o produto. No dia a dia, lave os olhos sem esfregá-los. Se necessário, use xampu de bebê diluído em água há higienização. Para alinhar os cílios, penteie-os usando uma escovinha de rímel limpa. Quanto tempo dura a extensão A durabilidade varia entre 3 e 4 semanas, após esse período o ideal é a cliente procurar o mesmo profissional para fazer a manutenção. Como? “Os fios que estão mais nas pontas dos cílios que cresceram são removidos e novas extensões são coladas no lugar”, explica Daniele. Mas a duração também está relacionada aos cuidados diários. Importante: de forma alguma puxe ou retire as extensões em casa, mesmo as que estiverem caindo, justamente para preservar a integridade dos cílios naturais.   Interessado em ser um designer de cílios? No curso do Instituto Embelleze você aprende muito mais que a técnica de extensão fio a fio. As aulas ainda capacitam o aluno a realizar lifting e coloração de cílios, incluindo todos os assuntos correlatos, como a anatomia dos olhos, saúde ocular, biossegurança, design, proporções e mapping, aplicação e cuidados pós procedimento. Torne-se um profissional competitivo no mundo da beleza!
> Leia mais
Aula de maquiagem para iniciantes: como aplicar a base
O momento mais importante de uma maquiagem, que define se ela vai ficar linda ou não, é a cobertura da pele com base. No tom e na fórmula certos, ela proporciona uma cútis uniforme com brilho saudável e ainda parece invisível. Por ser um cosmético tão essencial, deve ser escolhido com cautela! Na hora de comprar, privilegia composições que contenham agentes hidratantes e fator de proteção solar, além de combinar com o seu tipo de pele — seca, normal, oleosa ou mista e sensível. Também dedique um tempo para descobrir qual é o seu tom. Aliás, essa é outra questão fundamental para um resultado final perfeito. Acompanhe todas as dicas da maquiadora Anildes Pereira, instrutora pedagógica do Instituto Embelleze unidades Praça da Sé e Tatuapé (SP), que também gravou um vídeo mostrando passo a passo o jeito certo de aplicar. Tem cada segredo nesta aula de maquiagem para iniciantes...   Tipos de base – A escolha ideal e como usar • Líquida: é o tipo mais fácil de aplicar e oferece naturalidade no resultado. Por ter uma cobertura leve, em geral, não cobre manchas acentuadas nem olheiras profundas. À base de água (oil free) é perfeita para peles oleosas e sensíveis; as composições que vão óleo são indicadas para as peles normais e secas. Coloque um pouco no pincel chato (também chamado de língua de gato) e espalhe na pele. Depois dê acabamento com uma esponja. • Mousse: não tem poder de cobertura tão bom quanto a base líquida; deixa um acabamento opaco e natural. Pode ser usada tanto nas peles secas quanto nas oleosas, pois a maioria das formulações é oil free. Aplicá-la com um pincel é o mais apropriado, no entanto, como ela seca rápido, você tem que ter agilidade. • Pó: indicado para cútis oleosa, pois sua textura ajuda na absorção da oleosidade. Se o seu desejo é uma pele sem brilho, essa é a melhor opção. Faz uma boa cobertura, mase tende a deixar o visual meio pesado caso não seja bem aplicada. Espalhe a base em pó no rosto com um pincel de cerdas naturais e finalize com uma esponja. • Cremosa: possui alta cobertura e é perfeita para peles secas ou maduras, já que não se acumula nos vincos das ruguinhas. Mas as oleosas devem passar longe dela, pois é muito pesada. Pincéis com cerdas sintéticas são boas opções para aplicá-la. • Bastão ou stick: pense na versão mais pesada de uma base... é esta! Tanto, que também é utilizada como corretivo. É recomendada para peles irregulares (com acne ou cicatrizes de acne, por exemplo), com olheiras e manchas acentuadas. A base em barra precisa ser muito bem espalhada para não ficar artificial. O melhor pincel para isso é o kabuki com cerdas curtas e achatadas. • Air brush: é um aerógrafo que deposita na pele base líquida, substituindo o pincel. Por meio de ar a base vai saindo do aparelho e tingindo o rosto. A vantagem dessa tecnologia é o acabamento suave e impecável: uma vez que não precisa ser espalhada depois de aplicada, evita que a base fique com possíveis marcas de ranhuras do pincel ou “carimbos” da esponja. Oferece uma durabilidade extensa de até 12 horas.   A cor certa pra você – Aprenda a adequar à sua pele Uma das maiores dúvidas – se não a maior – em relação à base é a escolha da cor, que combine perfeitamente com o tom da pele para proporcionar um resultado natural. O melhor jeito de acertar na compra é experimentando – e no rosto! Nada de espalhar um pinguinho no dorso da mão ou no interior do antebraço. O correto é testar a cor na própria face. A explicação é simples: a pigmentação do rosto é diferente da pele mais escurecida da mão e muito clarinha do braço. Experimente a cor da base na linha da mandíbula. O produto deve desaparecer na pele e misturar-se harmoniosamente entre o rosto e o pescoço.   Segredos de aplicação – Para um acabamento natural Usando um pincel próprio para base, aplique um pouco do produto no centro do rosto, descendo em direção ao nariz e trabalhando para fora, sobre as bochechas. Pronto, agora, com uma esponja macia, tipo beauty blender (aplicador em forma de gota,) faça o movimento de pressionar e soltar a esponja em toda a extensão com base, de modo que ela vá sendo depositada na pele, cobrindo a área. Aliás, guarde bem essa palavra: depositar. Esse é o segredo de 10 entre 10 maquiadores profissionais para fazer a base aderir à pele e proporcionar aquele resultado natural perfeito. A base não deve ser espalhada com pincel em movimentos de vai e vem, ok? Você tem que ter paciência e ir depositando o cosmético, o que pode levar tempo. Agora, aplique mais um pouco de base na região do queixo, da boca e da mandíbula e repita o processo com a esponjinha. Finalize a aplicação na testa e nas pálpebras (isso ajuda na fixação da sombra depois). Com a beauty blender uniformize a base em todo o rosto.   Cobertura impecável – Complementos de correção Uma pele sem imperfeições ganha uma aparência linda e uniforme só com a base e não precisa de mais nada. Porém, a cútis que tem manchas escuras, pequenos vasinhos avermelhados, cicatrizes ou olheiras deve continuar o processo de cobertura com um corretivo. Sim, esse produto vem depois da base, pois é aplicado pontualmente. Caso contrário, ele sai do lugar quando a base for espalhada. Geralmente o corretivo líquido é universal para todos os tipos de pele e imperfeições, mas você também pode optar por corretores em creme, caneta ou bastão. Os maquiadores profissionais costumam usar dois tons do produto, um mais claro e outro mais escuro que a pele, misturando-os para obter o tom exato de cobertura da imperfeição. O corretivo deve ser amarelado e o tom ideal é determinado pela cor da sua pele. A tabela a seguir não é uma regra, mas costuma ajudar na escolha: Evite corretivos muito rosados ou brancos. Usar uma tonalidade muito clara sob os olhos enfatiza a área escura em vez de disfarçá-la, deixando você com olhos de panda. A escolha do cosmético depende do tipo de pele e da área em que será aplicado. Para que não fique visível, necessita de uma aplicação correta, senão você acaba realçando o que está tentando disfarçar. Faça assim: deposite o produto com um pincel apropriado na área que deseja camuflar e depois uniformize dando leves batidinhas com a ponta do dedo ou com o lado fino da esponja beauty blender.   Ângulos perfeitos – Base de contorno Ao preparar a pele para a maquiagem, você pode modificar ângulos do rosto, afinar ou engrossar áreas, esconder ou realçar traços tirando proveito da técnica de contorno. Ela é feita usando base ou pó opaco: dois ou três tons mais escuros que a sua pele para disfarçar ou mais claros para destacar. Com o contorno dá para minimizar imperfeições, como: Queixo duplo – Aplique um pó escuro abaixo do queixo para suavizar a aparência. Passe pó claro na ponta do queixo e uniformize bem os cantos. Nariz largo ou grande – Para afinar, faça uma linha vertical nas laterais do nariz com pó escuro e esfume. Para encurtar, passe o pó abaixo da ponta do nariz e esfume. Testa larga ou alta – Disfarce o efeito saltado aplicando o pó escuro ao longo da testa. Se quiser diminuir a largura, faça um sombreado nas têmporas. Para enfatizar uma característica, como as maçãs do rosto, utilize pó ou base opaca um tom mais claro do que a sua pele (um iluminador). Aplique ao longo da parte superior de cada maçã. Para tornar os olhos maiores, realce a área abaixo do osso da sobrancelha.   Antes e depois da base A maquiadora Anildes Pereira, instrutora pedagógica do Instituto Embelleze unidades Praça da Sé e Tatuapé (SP), gravou um vídeo com o passo a passo de aplicação da base, do corretivo e do contorno para você aprender de uma vez por todas a preparar a pele para a maquiagem. Veja só que perfeito o antes e depois na modelo. Animada? Vamos lá!  
> Leia mais
MAQUIAGEM DE CARNAVAL PASSO A PASSO
Valorizar os olhos com uma maquiagem artística é uma ótima dica para causar impacto e mostrar que você entrou no clima do Carnaval. Não precisa nem caprichar muito na fantasia! A pedido do blog Espaço da Belle, a youtuber e maquiadora profissional Jessica Make @jessicamakems preparou um vídeo mostrando, passo a passo, a se colorir. Melhor: sem ganhar olheiras ou olhos borrados e mantendo a produção intacta até o final da festa. A sugestão de Jessica é perfeita para complementar o visual sereia, fada ou princesa. Confira o vídeo lá no final do post! 1-Comece limpando a pele com água micelar para tirar todas as impurezas do rosto. 2-Passe um hidrante facial com fator de proteção solar, especialmente se for brincar no Carnaval de rua durante o dia. 3-Agora vamos ao make: comece dando formato às sobrancelhas usando uma lapiseira delineadora ou uma sombra própria para preencher falhas e definir o design. 4-Depois, aplique um corretivo em pasta em toda a pálpebra com um pincel. Ele vai servir de base para fixar melhor a sombra e deixá-la mais pigmentada, com a cor mais viva. 5-Utilize o mesmo corretivo para contornar a pele ao redor da parte superior das sobrancelhas. Isso vai ajudar a destacar o formato e definir o desenho. 6-Espalhe o corretivo aplicado nessas áreas com o dedo para o produto não ficar acumulado. 7-Hora de usar a sombra. O primeiro tom é verde-água. Com um pincel apropriado, deposite o produto na parte interna da pálpebra móvel, dando leves batidinhas com o pincel. Em seguida, aplique a segunda tonalidade de sombra, um azul-marinho. Ela deve ser depositada com o pincel na parte restante da pálpebra móvel. 8-Com um pincel menor e macio e uma sombra azul mais clara, esfume as sombras verde e marinho, fazendo movimentos circulares. Isso vai fazer com que o esfumado fique bonito, sem perder a pigmentação das cores. 9-Aplique uma sombra bege-clara na linha logo abaixo da sobrancelha para iluminar. 10-Dê volume aos cílios com uma máscara preta e, em seguida, cole cílios postiços. 11-Passe lápis preto na linha d’água e esfume um pouquinho com um pincel. 12-Usando a sombra verde-água novamente, pinte o canto interno do olho, em cima e embaixo. 13-Dê um efeito especial ao olhar, espalhando sombra glitter rente aos cílios inferiores. 14-Só agora uniformize o rosto. Aplique um primer colorido ou incolor para fechar os poros e manter o make intacto por horas. Depois espalhe base com textura leve, como a líquida, para deixar o rosto confortável para o Carnaval. 15-Deposite corretivo líquido nas olheiras, se necessário, e também sobre o nariz e na ponta do queixo para iluminar. Espalhe com uma esponja macia dando leves batidinhas. 16- Aplique máscara nos cílios superiores para dar acabamento aos postiços e também nos inferiores. 17-Com um pincel grande, sele a base com pó solto. 18-Usando um pó bronzer marque o contorno do rosto: aplique-o nas laterais da face. 19-Passe um blush coral nas maçãs do rosto para dar uma corzinha e, em seguida, aplique um iluminador na parte alta das maçãs. 20-Agora borrife um spray fixador de maquiagem para manter tudo no lugar e pigmentar ainda mais o iluminador. 21-Passe um pouco de iluminador na testa e fixe strass autocolantes na pele compondo o desenho que desejar. Se quiser colocar mais adesivos em outras partes do rosto, basta repetir o processo do iluminador. 22-Nos lábios, aplique um batom nude com um pouco de glitter por cima. Aproveite o glitter e coloque-o também nas têmporas e nos espaços entre os adesivos de strass. 23-Termine o make destacando os cantos internos dos olhos com a sombra glitter. #Depois de se maquiar, dê um novo visual também ao cabelo para cair na folia. Dá para criar penteados fáceis com glitter e spray colorido! Fim de festa Mesmo que você chegue “morta” de cansada depois da folia, não durma maquiada. Os efeitos nocivos são muitos, como o surgimento de irritações, espinhas e cravos, além do envelhecimento precoce. Dicas para retirar tudo do rosto e deixar a pele limpinha: Antes de ir direto para o chuveiro, retire o excesso de glitter ou pigmento brilhante do rosto com uma fita adesiva. Isso mesmo, usando pequenas tiras, aplique-a sobre o brilho e puxe suavemente. Agora é a vez dos cílios postiços: puxe-os delicadamente para não comprometer os fios naturais e provocar a queda. Com um demaquilante próprio para olhos (possui ingredientes oleosos para não machucar a pele e facilitar a remoção do make sem provocar queda dos cílios), remova os resíduos de glitter, cola de cílios e sombras. Embeba o produto em um disco de algodão. No rosto, elimine base, corretivo, pó, blush e iluminador com demaquilante facial bifásico (mix de água e óleo), em espuma ou tipo loção de limpeza. Esses produtos podem ser substituídos por lenços demaquilantes umedecidos. Depois de higienizar bem a pele e certificar-se de que não há mais nenhum resquício de maquiagem, tonifique e hidrate a pele.
> Leia mais
Anterior
Próximo
1 / 5
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2019 · Todos Direitos Reservados