Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Depilação

CUIDADOS PRÉ E PÓS-DEPILAÇÃO

Sim, é preciso tomar os devidos cuidados pré e pós-depilação para garantir uma pele lisinha e macia sempre

Embora a depilação seja uma prática adotada por muitas mulheres em todas as estações, é quando o sol esquenta que ela é mais lembrada e procurada. Detalhe: por homens também! Eles estão depilando várias áreas do corpo, como tórax, barba, barriga, pernas...

O fato é que tem muita gente querendo ficar linda e preparada para curtir o verão. E o problema pode ser justamente esse: há quem procura a depilação profissional somente nesse período e, pela falta de costume, acaba prejudicando a pele. Para não correr o risco, preste atenção nestes cuidados pré e pós depilação.

Pré-depilação

  • Antes de tudo, é preciso escolher a técnica que irá utilizar. Pensando na depilação mais comum, com cera quente ou fria, o ideal é não hidratar a pele antes. O uso de óleo ou hidratante pode dificultar a retirada dos pelos por amolecê-los demais.
  • Verifique sempre se o profissional está utilizando produtos descartáveis para a aplicação da cera, como luvas, pinças e a própria cera.
  • Se a pele estiver machucada, com rachaduras, manchas ou assaduras, evite a depilação. A cera pode aumentar os ferimentos e os riscos de inflamação.
  • Pelos descoloridos são mais frágeis e estão propensos a quebrar durante a retirada.
    Se a pele estiver sendo tratada com ácido, é preciso suspender o uso por, no mínimo, sete dias antes da remoção dos pelos.

Pós-depilação

  • Assim como o período pré depilação, não é recomendado utilizar óleos ou hidratantes após o procedimento. Nesse momento, os poros ainda estão abertos e os produtos aplicados na pele podem causar irritação ou até mesmo inflamação.
  • Se a área depilada for a axila, evite o uso de desodorante com álcool para não irritar a pele.
    Caso haja exposição ao sol, é necessário a aplicação de protetor solar para evitar queimaduras e manchas na pele, que pode estar lesionada. Porém, o indicado é que a pele depilada só seja exposta ao sol após 48h.
  • Evite o uso de roupas apertadas ou tecidos pesados, como jeans, após a depilação. Quanto mais leve e confortável for a roupa, mais rápido os poros irão se fechar e evita-se que a pele fique irritada, manchada ou que crie fungos.
  • Para afastar o tão conhecido problema da foliculite, indicamos o uso de esfoliantes quando os pelos começarem a crescer, evitando que eles encravem.

    É claro que pele sensível requer mais cuidados especiais e precisa ser analisada por um profissional antes da depilação. O importante é que tudo seja feito com cuidado, higiene e segurança para garantir uma pele lisinha, saudável e prontinha para arrasar no verão.

    Conheça também a depilação com linha!

    Quer aprender mais dicas como essas? É só dar uma olhadinha no curso de Depilação Profissional do Instituto Embelleze

Tags

depilação, cera depilação, curso profissionalizante, instituto embelleze

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

APRENDA A FAZER DEPILAÇÃO COM LINHA
Há quem diga que muita coisa no universo da beleza é feita só por vaidade, e outras por pura necessidade. Na verdade, no âmbito profissional, a gente entende que tudo o que faz o cliente feliz e melhora a sensação de bem-estar é necessário. No entanto, depilação é, sem dúvida, um caso de necessidade, principalmente para as mulheres. Já entre os homens, tem sido cada vez mais apreciada como forma de higiene, facilidade para praticar esportes e também para melhorar a estética. Mas, como tudo na vida, podemos pegar diferentes caminhos para chegar ao mesmo resultado. A técnica mais conhecida na depilação é a cera quente, por ser a mais antiga e utilizada até hoje. Porém, existem muitas outras formas de depilar, como a depilação com cera fria, a laser, fotodepilação e a depilação com linha (também conhecida como depilação com fio, threading, depilação egípcia ou iraquiana).  Vantagem da depilação com linha Com essa técnica, aplicada com linha de algodão, seda ou poliéster par não machucar ou irritar a pele, é possível remover os pelos desde a raiz, pois eles são retirados um a um e demoram mais para crescer. É também um dos métodos de depilação mais natural, com menor índice de alergias e vermelhidão. Além disso, é rápido, de baixo custo e ideal para a remoção da penugem fininha do rosto. Como fazer depilação com linha Use uma linha branca para facilitar a visualização dos pelos removidos. Limpe bem a região que será depilada e polvilhe com talco. Isso ajuda a diminuir a oleosidade e torna os pelos mais visíveis. Você vai precisar de 40 a 50 cm de linha. Em seguida, é preciso unir as duas pontas por dois ou três nós para não soltar. Na sequência, faça um triângulo com a linha, posicionando três dedos de cada lado. Agora, torça a linha formando um oito (cruze de cinco a 10 vezes) e coloque a parte da linha torcida sobre a pele. Abrindo e fechando, deslize rapidamente no sentido contrário ao nascimento do pelo. Prontinho! Após a retirada dos pelos, utilize um hidratante para deixar a pele mais macia e hidratada.   Achou difícil? No curso de Depilação Profissional do Instituto Embelleze você aprende o método passo a passo e muito mais para ser uma expert.  
> Leia mais
COMO SE BARBEAR CORRETAMENTE
Um ato tão corriqueiro para os homens, como o barbear, pode se tornar pesadelo quando surgem inflamações, ardência, irritação e pelos encravados no pós-barba. Ninguém merece! Mas dá para evitar todos esses incômodos se você se munir das ferramentas certas e do ritual que prepara a pele para a navalha ou a lâmina. O instrutor Emerson Ferreira, do Instituto Embelleze de Brasília (DF), dá todas as dicas. Acompanhe! Comece com a limpeza da pele Não, não pule esta etapa! Não é bobagem nem perda de tempo. É que ao lavar o rosto (de preferência com um xampu próprio), a gordura da pele, juntamente com a sujeira, é eliminada o que evita inflamações. E não é só: essa limpeza já suaviza e hidrata os pelos da barba, preparando-os para serem eliminados mais facilmente. No enxágue, use água morna para ajudar a dilatar os poros. Aplique creme de barbear “Embora exista creme e espuma, eu prefiro o gel de barbear, pois acho que ele permite um deslize melhor da navalha sobre a pele, evitando cortes”, diz Emerson. Seja qual for a sua escolha, não ignore esse passo, pois é o produto que vai proteger a sua cútis de eventuais danos na hora de passar a lâmina para arrancar os rígidos pelos da barba. Estima-se que são cortados até 25 mil pelos ao barbear e o corte rente sem proteção pode provocar, no mínimo, irritação, ok? Escolha navalha ou lâmina Se você não sabe se barbear com navalha ou nunca tentou, esqueça e invista numa boa lâmina. É que o corte dela é poderoso e, por isso mesmo, o risco de se cortar é grande. Então, deixe para se submeter ao primoroso acabamento a navalha na barbearia, sob os cuidados de um profissional. Em relação à lâmina, escolha uma que se adapte melhor ao seu rosto e cuide bem do aparelho. Não use os que estão sujos ou desgastados, pois oferecem maior risco de falhas, cortes e irritação. Como saber se a lâmina está adequada? Fácil: se você não tiver que forçar as passadas para tosar os pelos nem sentir puxões ou desconforto, não precisa trocá-la. Faça o corte perfeito Passar a lâmina no sentido do crescimento dos fios evita a irritação da pele e o risco de encravamento dos pelos, porém não é eficiente no quesito efeito de pele lisinha e suave. Se você faz questão de um barbear rente, faça então a barba no sentido contrário ao crescimento. Analise primeiro em que direção o pelo cresce esfregando sua mão no rosto. A direção que oferecer resistência indica o sentido contrário ao crescimento do pelo. Depois, lave o rosto com água morna e aplique o gel ou o creme de barbear. Aguarde três minutos para os fios amolecerem e, daí, passe a lâmina primeiro no sentido do crescimento. Reaplique o gel e raspe novamente, agora no sentido contrário. Use pós-barba Para ajudar a pele a se recuperar da agressão da lâmina, aplique no rosto limpo um hidratante pós-barba. Não é frescura! Ele ajuda a reparar o tecido, formar uma película protetora, amaciar a pele e prevenir inflamações.      BARBEAR DA PELE SENSÍVEL Especialmente quem faz a barba todos os dias acaba desenvolvendo a sensibilidade da pele, devido ao atrito da lâmina. O resultado é ardor e bolinhas avermelhadas. A solução é se munir de produtos para pele sensível e, antes de se barbear, fazer uma compressa com toalha quente para amolecer bem os pelos e facilitar o corte. Depois aplique a espuma ou o gel normalmente. Escolha um aparelho de barbear com lâminas bem juntas para ajudar a reduzir a pressão e, assim, provocar menos irritação na pele. Procure raspar com movimentos leves e suaves, sem imprimir força, e passe a lâmina no sentido do crescimento do pelo. Só raspe no sentido contrário nos pontos em que os fios estão aparentes ou espetando. Deixe para barbear a região ao redor do lábio por último para que dê tempo de os pelos ficarem de “molho” na espuma ou no gel de barbear, enfraquecendo assim os fios. Terminada a tarefa, enxágue o rosto com água fria, seque-a suavemente e use uma loção pós-barba calmante.   Para saber mais sobre como se barbear e outros cuidados com a beleza masculina, como modelagem e designer de barba, aparo de pelos faciais, cortes de cabelo e muitos outras técnicas de transformação, faça o curso Barbeiro Academy Hair. O barbeiro formado pelo Instituto Embelleze também será capaz de conhecer informações sobre o mercado, excelência em atendimento ao cliente e como montar sua própria barbearia.  
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados