Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Make

Shutterstock

MAKE PARA A PRIMAVERA

Na temporada das flores, a beleza do rosto merece expressar sintonia com uma maquiagem suave. Aprenda a se maquiar para a primavera... 

Boca

O calor combina com cores quentes, então invista nos tons de vermelho e coral. Vale versões matte, cintilante e com brilho tipo gloss.

Pele

Pegue leve na base. Se a sua pele não tiver imperfeições, use apenas um hidratante com cor, que tem fórmula suave. Deixe o contorno facial de lado, mas aposte em iluminador nas têmporas e na parte alta das bochechas.


Maçãs do rosto

A aparência corada faz toda a diferença no look primaveril, já que demonstra saúde. O ideal é aplicar mais blush do que você usa normalmente, mas sempre esfumando bem para o rubor parecer natural.

Olhos

Lilás, rosa, verde e azul são tonalidades que sempre combinam com a maquiagem para a primavera. Ao ao apostar em sombra colorida, fique com batom nude rosado para não exagerar. Delineador colorido é outra boa opção para colorir o olhar.

 

Mas como nem tudo são flores, o cuidado é sempre bem-vindo e vale uma atenção especial na hora de escolher as cores.
Lembrando que primavera não é Carnaval, e a dose certa das cores e dos brilhos faz toda a diferença para compor um look diva.

Quer aprender mais sobre a harmonização das cores e as principais tendências de make do momento?
Então, clique em Curso de Maquiagem Profissional do Instituto Embelleze.

Faça uma visita à unidade mais próxima de você e renove seus conhecimentos com os melhores profissionais do mercado. 

Tags

maquiagem, primavera, pele

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

AS MELHORES TÉCNICAS PARA FAZER AS SOBRANCELHAS
Como todos os outros elementos do rosto não são facilmente remodelados como as sobrancelhas, elas têm o papel de manter a harmonia e valorizar a face. Por isso, uma sobrancelha bem-feita chama tanto a atenção. Ao contrário de uma sobrancelha mal desenhada, que pode afetar toda a beleza do rosto. Outro detalhe importante: as sobrancelhas crescem muito rápido, o que requer a atenção de um profissional para a limpeza dos pelos e a modelagem. Embora pareça uma tarefa simples, na qual muitas mulheres se arriscam a fazer em casa, exige muita técnica e conhecimento. Se um pelo é retirado a mais, todo o trabalho pode ser destruído e falhas notáveis podem surgir. Antigamente, as mulheres buscavam o auxílio de um profissional apenas para a limpeza da sobrancelha. Com o passar do tempo, notaram a necessidade de redesenhar a sobrancelha de acordo com o formato do rosto. Foi assim que surgiu o designer de sobrancelhas profissional, especializado para avaliar e desenhar as sobrancelhas com base no perfil de cada cliente, com foco na profundidade do olhar. Nesse serviço, são avaliadas as proporções do rosto, conservando as características naturais para que o resultado final não pareça artificial. Hoje em dia, não são só as mulheres que querem ter sobrancelhas perfeitas, os homens também estão interessados em conquistar uma aparência mais bonita com as técnicas de design da sobrancelha. Não é à toa que essa é uma das profissões que mais tem crescido nos últimos tempos, podendo ser exercida em salões de beleza e de estética e também a domicílio. E sabe o que mais os clientes procuram em um designer de sobrancelhas? Alguém que domine todas as técnicas existentes no mercado e que possua um olhar visagista, para analisar todo o conjunto da face e identificar o que é melhor para cada um.   AS MELHORES TÉCNICAS PARA FAZER AS SOBRANCELHAS As principais técnicas utilizadas atualmente são: pinça, correção com henna, depilação com linha egípcia ou cera. Fizemos um post exclusivo sobre a depilação com linha que mostra direitinho o passo a passo desse método tão requisitado. Dá uma conferida! A correção com henna também é muito procurada por clientes. Para começar, é bom saber que a henna não é definitiva, dura cerca de quinze dias e pode fixar melhor em algumas pessoas do que em outras. Essa é uma técnica simples de aplicar e indicada para quem está insatisfeita com o formato das sobrancelhas, por serem muito finas, com falhas, ralas ou curtas. Na aplicação da henna, alguns cuidados são necessários, como: Retirar o excesso de pelos e, se necessário, apará-los com uma tesoura. Realizar a higiene das sobrancelhas com um produto adequado. O uso de um fixador, misturado ao restante dos componentes. A aplicação pode ser feita com um pincel chanfrado ou palito de plástico. O excesso do produto deve ser limpado imediatamente para evitar manchas. O produto deve secar por 20 minutos e ser retirado com um algodão umidecido em água mineral.   A maquiagem certa é essencial para valorizar o olhar e deixar as sobrancelhas ainda mais bonitas. Quer aprender como se maquiar profissionalmente? Dá só uma olhada aqui no que você pode aprender com o Instituto Embelleze.  
> Leia mais
Vantagens da cutilagem russa para clientes e manicures
As mulheres russas são conhecidas no mundo inteiro por dois motivos: a beleza física e as unhas saudáveis. Tanto que grandes marcas de cosméticos de tratamento de unhas e cutículas são, originalmente, vindos da Rússia. E sabe qual é um dos segredos das russas nesse quesito? O modo de retirar a cutícula! Em vez de usar alicate, como nós, elas usam tesourinha. Neste post, vamos falar sobre essa técnica que, aliás, está bombando nos últimos meses por aqui e ainda pouca gente conhece. É a cutilagem russa ou manicure russa. No procedimento, o bom e velho alicate de cutícula é substituído por uma tesourinha própria para a região e uma lixa elétrica cilíndrica, que lembra uma broca. “Em vez de simplesmente empurrar ou mesmo cortar a cutícula com o alicate — o que normalmente favorece exageros por ser uma ferramenta muito cortante, estimula o crescimento contínuo da película e pode levar à retirada acidental de ‘bifes’ —, na cutilagem russa o profissional elimina delicadamente e com cautela o contorno da unha com a tesoura e a lixa”, explica Vanessa Castro, instrutora do curso de manicure do Instituto Embelleze unidade Santo Amaro, São Paulo (SP). Some a esses benefícios o fato de não ter mais aquelas “peles levantadinhas” crescendo em volta da unha, já que a cutícula não será removida, apenas aparada. A cliente fica feliz...   A manicure russa pode ser feita nas unhas das mãos e dos pés, e praticamente não há contraindicação. “Mas pode-se dizer que nos casos de cutículas muito finas e de diabéticos, a técnica é altamente indicada, por permitir ao profissional mais controle e delicadeza”, destaca Vanessa Castro. A técnica parece mesmo ser tudo de bom: além de reduzir a praticamente zero o risco de cortes, a manutenção é quinzenal, diferentemente do procedimento feito com alicate, que geralmente requer idas semanais ao salão. Isso, porque, como só é retirado o excesso de pele com a tesourinha, sem arrancar a cutícula, não há um crescimento acelerado e regular, dessa pele. Resultado: com o tempo, a cutícula que vai cobrindo a unha deixa de ser um fator antiestético. No final das contas, o procedimento quinzenal não chega a representar uma contenção de custo, já que o valor da cutilagem russa é dobro da manicure tradicional — o que fica elas por elas. Por outro lado, tem o ganho de tempo, já que as visitas ao salão são quinzenais. Se durante a quinzena a cliente reclamar do desbotamento do esmalte (já que vai levar mais tempo para ela voltar para o salão), sugira que ela aplique um top coat antes de terminar a quinzena, para dar um up na cor e no brilho das unhas. Ah, e repita para ela a velha e boa dica (superútil) de usar luvas durante os afazeres domésticos para preservar ainda mais o esmalte. Uma dica: ressalte os benefícios da cutilagem russa listados aí acima para as suas clientes apostarem na novidade! Ok, a gente sabe que não é nada fácil mudar a tradição do alicate, tão forte para as brasileiras. Mas o protocolo russo tem todo potencial para fazer a cabeça das mulheres e cair no encanto. Num primeiro momento, é comum que algumas clientes nem queiram conhecer a cutilagem russa por “ter ouvido falar” que se trata de um procedimento caro. Então, é aqui que entra a habilidade do profissional de explicar tudo direitinho, com detalhes.   O profissional em manicure sai ganhando... Investir na cutilagem russa é um diferencial para a carreira de manicure. Isso mesmo. É preciso acompanhar as novidades e tendências para ser visto de forma diferente e até se tornar uma referência no domínio de técnicas moderninhas entre as clientes. A cutilagem russa é uma excelente oportunidade para dar um up no seu menu de serviços. Apesar de ser um procedimento que já existe, a febre é agora! Conclusão: vai ganhar quem oferecer o serviço do momento. Sem contar que o espaço de beleza que sai na frente com novidades desse tipo ocupa outro patamar no mercado, muito acima de quem continua oferecendo o básico. Há mais chances de fidelizar clientes com serviços exclusivos ou diferenciados. E, claro, o profissional também se torna especial, tendo uma formação acima da média, especialmente nesse caso que envolve saúde por se tratar de cuidado com as cutículas. O profissional inspira confiança, credibilidade. Cutilagem russa passo a passo   Entenda, a seguir, como é feita cada etapa da técnica que é sucesso e, depois, é só se lançar para experimentar! 1 O esmalte (ou resíduos) é retirado com removedor sem acetona. Depois, as unhas são molhadas suavemente com água. Após enxugadas, recebem um hidratante. Quanto mais grossa e grande a cutícula, mais tempo é necessário para o produto agir e amolecer a estrutura. Já as cutículas mais finas nem precisam tanto desse recurso do creme, é opcional. 2 Em vez de utilizar a espátula para empurrar a cutícula, na cutilagem é usada a broca, que nada mais é do que uma lixa cilíndrica elétrica. Esse é o grande lance da manicure russa. A função dessa ferramenta é levantar a película, facilitando a etapa seguinte (corte com a tesourinha), e polir a unha, removendo as peles que ficam aderidas à superfície. 3 Com a cutícula suspensa e descolada fica muito mais fácil removê-la com a tesourinha, que tem uma curvatura na ponta que acompanha a anatomia dessa estrutura de pele. Lembrando que, no caso de cutículas muito finas ou discretas, nem é necessário remoção com a tesourinha, basta o polimento com a broca. 4 A partir daqui a esmaltação é feita normalmente, conforme o método de cada profissional.     Gostou? Deixe o seu comentário e compartilhe o post com a sua rede de amigos!  
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados