Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Make

Fotos: Divulgação

Tutorial de maquiagem primavera 2019 dia e noite

Descubra quais são as tendências em cores para a maquiagem primavera 2019 e aprenda passo a passo a criar um make dia e noite com a youtuber @suzybezerraoficial

Foi dada a largada para a estação mais feminina do ano: a primavera. As flores enchem a vida de cor e, na maquiagem, não é diferente. Tonalidades fortes, delineados vibrantes, esfumados coloridos, batons vivos..., vale tudo para celebrar a magia dos dias frescos e ensolarados. Seguindo essa tendência, a youtuber Suzy Bezerra (@suzybezerraoficial) criou uma maquiagem primavera 2019 dois-em-um: para o dia, um look básico e fresh e, depois, acrescentando poucos detalhes, transformou-o em um make noite intenso e vibrante.

Você tem medo de maquiagem colorida? Tudo bem, a gente sabe que não é lá muito fácil fazer uma boa combinação de tons, sem falar que o resultado é sempre mais ousado. Mas, acredite, com as tendências de moda democratizando o uso das cores já há alguns anos, tem ficado cada vez mais simples acertar. A democracia da beleza também tem tornado a diversidade mais aceita, o que facilita. Depois, com um pouco de técnica e bom gosto, não há look que pareça exagerado — é só uma questão de equilíbrio.

Além disso, o efeito esfumado é um grande aliado para aderir a essa tendência (que vem com tudo nesta primavera e vai permanecer no verão), uma vez que ele torna as cores mais suaves. Vem, se joga, e inspire-se aqui a compor um look lindo para a temporada. Leve, é perfeito para você, que é maquiador profissional, sugerir para suas clientes.

Passo a passo maquiagem primavera 2019

Se joga nessa super trend da maquiagem colorida, porque é possível adaptá-la ao gosto pessoal e estilo. A youtuber Suzy Bezerra ensina todos os detalhes, a seguir para fazer um make color cheio de personalidade (veja também o vídeo tutorial no final do post).

Básico para o dia...

tutorial de maquiagem primavera 2019

1

Lave o rosto com o seu sabonete facial de costume; e para complementar a limpeza da pele, passe um algodão umedecido com água micelar. Aplique um hidratante, de preferência uma versão com proteção solar, para deixar o rosto hidratado e protegido de dia. Para fechar os poros, aplique um primer em toda a face, o que assegura também que a maquiagem dure mais tempo intacta. Hidrate os lábios com protetor labial, balm ou manteiga de karité. 

2

Faça o preenchimento das sobrancelhas utilizando uma sombra própria e pincel chanfrado. Para um acabamento mais natural, desenhe fio a fio e seja criteriosa nas extremidades para evitar riscos de contornos artificiais.

3

Finalize o desenho da sobrancelha contornando a parte inferior do arco com uma base num tom mais claro que o da sua pele, aplicada com pincel língua de gato. Espalhe o produto também na pálpebra móvel para aumentar a fixação da sombra. Com uma esponjinha, esfume bastante o produto para garantir um efeito natural.

tutorial de maquiagem primavera 2019

4

Aplique uma sombra em pó em tom rosé, esfumando bem, para fazer a cor de fundo da pálpebra, ultrapassando a linha do côncavo. Aplique sombra amarela em pó apenas na região do côncavo, de maneira que a sombra rosé fique aparente. Faça movimentos de vaivém para esfumar, assim a transição entre o amarelo e o rosé não fica tão marcada e o look parece mais profissional.

tutorial de maquiagem primavera 2019

5

Com um delineador rosa, ou utilizando um batom cremoso e um pincel chanfrado, faça um traço mais grosso do tipo pin up rente aos cílios, deixando um efeito gatinho no canto externo dos olhos. Aplique máscara preta nos cílios superiores e inferiores.

tutorial de maquiagem primavera 2019

6

Para seguir a linha colors da maquiagem primavera 2019, passe um lápis de olho lilás na linha d'água inferior. Utilize o mesmo lápis para dar um toque de cor à pálpebra inferior: faça um traço e depois esfume. “Esse esfumadinho nos cílios inferiores é tendência total da maquiagem primavera 2019”, afirma Suzy Bezerra.

tutorial de maquiagem primavera 2019

7

Como esse make é para o dia, aplique um protetor solar com cor, uma base com FPS ou um BB cream, também com filtro solar.

8

Com uma esponjinha, aplique um pó translúcido para matificar a pele. Espalhe-o usando um pincel grande, redondo e fofo.

tutorial de maquiagem primavera 2019

9

Para fazer os detalhes de contorno, com um pincel firme e de cerdas curtas, aplique um pó compacto dois tons mais escuro que o da sua pele nas laterais do nariz e nas laterais da bochecha (na área funda). Passe o restante de produto que sobrou no pincel rente ao couro cabeludo, em todo o contorno da testa.

tutorial de maquiagem primavera 2019

10

Na região das olheiras, passe um pó compacto dois tons mais claro que o da sua pele para iluminar a área e rebater o ar de cansaço. Aplique o restinho de produto que ficou no pincel no ossinho do nariz (região central) para potencializar o truque de contorno; no centro do queixo e na testa para garantir um efeito iluminado.

11

Aplique blush alaranjado na região do ossinho das maçãs. Em seguida, utilize um pincel bem fofo para limpar o make e “varrer” o excesso de pó, puxando em direção ao pescoço e espalhando bem. Para finalizar, passe um batom nude rosado, cor que está super em alta.  

 

Especial para a noite...

tutorial de maquiagem primavera 2019

1

Faça um traço de delineador preto acima da linha rosa que já existe, criando assim um duplo delineado. Aplique cílios postiços nos fios superiores, para dar um ar de balada.

tutorial de maquiagem primavera 2019

2

Esfume a pálpebra inferior com uma sombra preta em pó e aplique lápis preto na linha d’água para marcar ainda mais os olhos.Passe um batom vermelho puxado para o marrom.

tutorial de maquiagem primavera 2019

3

Intensifique o look glam aplicando iluminador no topo das maçãs do rosto, na base das sobrancelhas, no centro e na ponta do nariz.

tutorial de maquiagem primavera 2019

 

 

 

 


Tags

maquiagem primavera 2019, primavera, curso de maquiagem, tendência, passo a passo, tutorial, instituto embelleze

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

Depilação na virilha e axilas: sem manchas ou pelos encravados
Axilas e virilha têm várias coisas em comum. A primeira delas é a sensibilidade, por causa do roçar de pele contra pele e ainda numa região abafada e privada de luz. Outra semelhança está na umidade local, onde as bactérias crescem com facilidade. Há também a tendência de escurecimento dessas superfícies, especialmente após a depilação. E isso pode afetar qualquer mulher. Entre os motivos para o surgimento de manchas está o atrito. O escurecimento se desenvolve como uma resposta inflamatória, que estimula a alta produção de melanina (o pigmento que dá cor à pele), formando assim as manchas. O problema tende a surgir especialmente em dermes morenas ou negras, ou que já sofreram alguma alergia na região. Mas a depilação na virilha e axilas também pode ser um fator determinante para o escurecimento, sabia? Ainda mais quando não é realizada corretamente: a manipulação errada da cera, por exemplo, pode inflamar os folículos pilosos, que acabam causando uma produção maior de melanina na área. A temperatura muito quente da cera também pode queimar a pele, estimulando a melanina – o efeito é chamado de hipercromia pós-inflamatória. Depilação que não mancha Os pelos das axilas e da virilha são fortes e, para retirá-los por completo, uma boa opção é a depilação com cera, que os arranca pela raiz, retardando o seu crescimento (pode levar até 20 dias). A lâmina apenas corta o fio superficialmente e logo ele cresce, às vezes, de um dia para o outro. Além disso, pode machucar e inflamar a pele, favorecendo o aparecimento de mancha escura. Menos agressivo, o creme depilatório também é uma alternativa, porém, tira o pelo na superfície. Em termos de eficiência, a cera propicia uma pele lisinha por mais tempo. Mas alguns cuidados devem ser tomados com a depilação na virilha e axilas para evitar um resultado ruim: Em primeiro lugar, antes de usar a cera quente, experimente-a no pulso, para ver se a temperatura não está alta demais. Jamais sopre o produto com a boca, pois há a contaminação por bactérias. Deixe amornar naturalmente. A camada de cera utilizada na axila ou na virilha não pode ser muito fina, caso contrário, ela se quebra e dificulta a sua retirada. Aplique a cera, no máximo, duas vezes no mesmo local. No caso da axila, é preciso aplicar e retirar a cera por partes, dividindo a região ao meio. É que na metade inferior os pelos nascem para baixo e na metade superior, crescem para cima. Os fios precisam ser arrancados no sentido contrário do crescimento. Depois de depilar, aplique um óleo removedor de cera com um algodão e, se necessário, faça um acabamento com a pinça. Finalize com uma limpeza com uma loção antisséptica para afastar bactérias. Acalmar a pele após a depilação com um gel cicatrizante ajuda a evitar processos inflamatórios e o escurecimento da pele. Depois de depilar (com qualquer método) não exponha a pele ao sol. O ideal é aguardar, pelo menos, um dia. Em contato com a radiação solar, proteja-se com um filtro FPS 30. Nas axilas, evite o uso de desodorante nas primeiras 24 horas pós-depilação. É possível que ocorram irritações e ardência e manchas. Para combater o fechamento dos poros na virilha, não use roupas apertadas. O atrito com a pele ativa o mecanismo de defesa natural da derme, fazendo-a engrossar e escurecer. Além disso, o uso constante de peças justas, principalmente no verão, agrava esse problema e ainda facilita a proliferação de fungos e bactérias, que causam coceira e descamação. Invista em roupas leves e soltinhas e calcinhas de algodão.   Para o pelo não encravar Sim, a depilação na virilha e axilas com cera pode encravar os pelos. É que o método não deixa de ser um processo traumático para a pele e o folículo piloso sofre vários processos inflamatórios. Muitas vezes, durante o processo de crescimento, alguns fios não conseguem romper a estreita passagem do poro e acabam nascendo dentro da pele (encravando). O organismo entende que o pelo é um corpo estranho e então começa a englobá-lo para isolá-lo. Resultado: a região inflama, fica dolorida e vermelha. Essa inflamação só melhora com a retirada do pelo, o que deve ser feito sob a supervisão de um profissional. Para evitar o pelo encravado: Depois da depilação, não use talco sob o risco de obstruir os poros ou coloque roupas que abafem a região. Também não passe óleos ou hidratantes nas primeiras 24 horas. A cada dez dias, faça uma esfoliação na pele com cosmético específico ou com a mistura de açúcar e mel para afinar a superfície e facilitar a saída do pelo. Um toque sobre clareamento As manchas escuras podem ser eliminadas com tratamentos clareadores recomendados por dermatologistas. Soluções ácidas são as primeiras opções contra o problema, mas dependendo do grau de hiperpigmentação e do tempo da mancha outros métodos podem ser indicados, como o uso de laser. Tanto o ácido quanto o laser têm o objetivo de remover a camada superficial da pele e estimular a sua renovação, dando lugar a uma cútis mais clara, viçosa e macia. A diferença é que o laser consegue atingir camadas mais profundas da epiderme. Que tal aprimorar os seus conhecimentos sobre depilação? No curso do Instituto Embelleze você aprende a depilar com segurança e atendendo às exigências da fiscalização sanitária. O conhecimento aprimorado passa por assuntos específicos, como: fisioanatomia da pele e dos pelos, equipamentos e produtos, ambiente de trabalho, produtos cosméticos, procedimentos de epilação, ética profissional e, ainda, como conquistar os primeiros clientes. O profissional depilador formado pelo Instituto Embelleze é capaz de aplicar diferentes técnicas de depilação e torna-se apto a oferecer ao cliente um serviço de qualidade, seguro e ético.
> Leia mais
CABELO CACHEADO: CUIDADOS PRÉ E PÓS-QUÍMICA
Tintura, alisamento, progressiva, permanente afro… Não tem nada de errado usar esses recursos para dar uma repaginada no visual. O problema é não preparar o cabelo antes nem fazer a manutenção depois, sem falar em deixar recorrer a um profissional de confiança para não ter erro. Especialmente o cabelo cacheado pede cuidados especiais pré e pós-química, pois são finos e frágeis. A Oleoterapia é um tratamento excelente para antes e depois de qualquer procedimento. À base de ativos com ação hidratante, fortalece e nutre a fibra capilar, além de doar brilho e maciez ao cabelo. Outro benefício é proteger e acalmar o couro cabeludo, evitando a irritação causada por agentes químicos. Oleoterapia: cuidado para cabelo cacheado pré e pós-química O kit de produtos pré e pós-química da família Yantra, Salon Embelleze, traz sete óleos especiais. Saiba como funciona para pedir ao seu cabeleireiro ou indicar para as suas clientes. Primeiro o cabelo é separado em mechas e, depois, recebe a aplicação da Máscara de Oleoterapia em pequenas quantidades. O produto fica nos fios por 10 minutos e, em seguida é enxaguado. Depois é lavado duas vezes com o Yantra Shampoo Pré e Pós-química. Após a lavagem, remova completamente o shampoo e separe novamente as mechas para uma nova aplicação da Máscara. As mechas devem ser cuidadosamente massageadas para facilitar a umectação. O resultado será ainda melhor com o uso de uma touca térmica por 20 minutos. Após esse procedimento, é só enxaguar e seguir para a estilização dos cachos. Para estilizar os cachos, é preciso ter em mente o efeito desejado, aplicando o Potencializador de Cachos ou Efeito Siliconizado. Ambos os produtos pedem a aplicação de uma quantidade generosa em cada mecha. Com o auxílio de uma toalha especial, retire o excesso dos produtos ativando os cachos. Resultado? Cachos bem nutridos com um aspecto saudável e protegido dos danos causados pela química. Se você ainda não conhece o curso de Especialista em Cachos, do Instituto Embelleze, pode saber mais pelo site ou visitando a unidade mais próxima de você.
> Leia mais
Copyright © 2019 · Todos Direitos Reservados