Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Cabelo

Fotos: Shutterstock

CICATRIZAÇÃO CAPILAR: ANTÍDOTO CONTRA CABELOS DANIFICADOS

O CABELO ESTÁ DETONADO? CALMA, NÃO PRECISA CORTAR! BASTA FAZER UMA CICATRIZAÇÃO CAPILAR

Na prática, cabelo danificado significa: quebradiço, poroso, ressecado, com frizz, pontas duplas, aspecto palha e sem brilho. Pura falta de saúde e vitalidade dos fios. De acordo com Elaine Cristina Carneiro, instrutora do curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze Cidade Dutra, de São Paulo (SP), são vários os fatores que deixam o cabelo danificado e com a fibra rompida. “Geralmente, os hábitos do nosso dia a dia acabam detonando os fios, como usar secador e prancha em alta temperatura sem proteção térmica, fazer químicas (descoloração, progressiva, alisamento, permanente, coloração) sem fortalecer as fibras capilares antes, tomar sol e banho de piscina com frequência... Tudo isso leva à perda de hidratação, queratina (proteínas), vitaminas e aminoácidos, tornando o cabelo poroso, elástico ou quebradiço”, esclarece a profissional.

Embora a solução mais rápida para eliminar o estrago seja cortar, você não precisa ser radical. Basta fazer uma cicatrização capilar, o tratamento do momento em muitos salões de beleza.

O que é a cicatrização capilar

Uma vez rompida a fibra do cabelo, que leva à fragilidade extrema, é preciso um tratamento efetivo para que os danos não se tornem ainda piores. E, claro, reverter o quadro e reconquistar fios alinhados, mais macios, hidratados, saudáveis e com a cutícula fechada. Nesse caso, o ideal é fazer a cicatrização dessa fibra destruída. Antes, porém, precisamos entender o mecanismo de resistência dos fios. O cabelo é composto de 80 a 90% de queratina (proteína) e esta queratina se desgasta naturalmente com a ação do tempo (vento, sol), do sal, do cloro ou no simples ato de pentear as mechas, no atrito com o travesseiro e também com o uso de produtos químicos, deixando assim os cabelos danificados quebradiços, porosos e opacos. “A cicatrização nada mais é que a reposição dessa queratina com uma combinação de hidratação e nutrição power, que recupera e mantém o cabelo saudável”, explica Elaine Cristina.

cicatrização capilar

Como é feita a cicatrização capilar

O tratamento é relativamente simples. O segredo está na combinação dos ativos utilizados nos produtos aplicados no salão de cabeleireiro pelo profissional. Primeiro, é aplicado um xampu à base de ceramidas, D-pantenol e aloe vera. Em seguida, usa-se máscaras que contêm lipídios e proteínas, como, complexo de aminoácidos, proteínas do trigo, ácido  hilauriônico e arginina. Por fim, o cabeleireiro aplica reconstrutores, finalizadores e protetores térmicos. O período de manutenção vai depender da condição dos fios, do nível de dano. Mas geralmente, a manutenção pode ser feita a cada 30 ou 60 dias. Enquanto isso não acontece, é importante fazer uma hidratação e nutrição semanal em casa mesmo, com xampu e condicionador adequados (com os ativos utilizados no salão), para manter os benefícios da cicatrização capilar.

Interessada em saber mais sobre cuidados com os cabelos e todos os tratamentos profissionais para a beleza dos fios? Inscreva-se no curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze. O curso capacita o estudante para a realização das mais variadas técnicas de atendimento em cortes, coloração, tratamentos capilares, modelagem, e transformação capilar: alisamento, relaxamento e encacheamento. Além disso, aperfeiçoa os conceitos de excelência no atendimento ao cliente, bem como instrui sobre fatores comportamentais que assumem uma condição de extrema relevância neste nicho de mercado. O futuro profissional ainda aprende conceitos sobre tricologia, biossegurança, visagismo.

Não é o máximo? Espalhe a notícia para os amigos e deixe aqui os seus comentários!

Tags

cicatrização capilar, hidratação, nutrição, reconstrução capilar, selagem térmica, Instituto Embelleze, curso de cabeleireiro

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

UNHAS DECORADAS PARA NOIVAS
Na hora da troca das alianças a atenção dos convidados (e dos flashes) vai toda para elas: as mãos da noiva! E já que atraem tantos olhares não podem estar descuidadas, não é mesmo? Como o foco nas unhas é inevitável, há alguns anos muitas noivas têm investido em algo mais que o tradicional branquinho. Novas tonalidades, técnicas de esmaltação, acessórios e até formatos já estão pintando na ponta dos dedos das noivas! A instrutora Márcia Lúcia, do Instituto Embelleze Campo Grande (RJ), conta que os esmaltes nudes rosados e os cinzas translúcidos são tendência para 2019, assim como as nail arts com detalhes em dourado e prata e as joias de unha. “Esmaltes transparentes e brancos leitosos são sempre os clássicos em noivas, mas o mercado tem atendido o pedido das mulheres que querem inovar e lançado produtos e acessórios diferentes que vale a pena experimentar”, diz Márcia. Segundo a expert, a francesinha, muito adotada como unhas decoradas para noivas, é um clássico que nunca sai de moda. Porém, ela ressalta que há novas versões da manicure que cabem perfeitamente para quem quer inovar. Viu quantas sugestões você, que é manicure profissional, pode indicar para as suas clientes? Assista ao vídeo da Márcia no final deste post e veja, a seguir, tudo o que pode ser feito em unhas decoradas para noivas. Esmaltes discretos, mas notáveis Embora os clarinhos sejam a primeira opção das noivas quando se pensa em esmaltação, o que define, na verdade, a tonalidade do esmalte é o estilo da noiva e do casamento. A noiva extremamente clássica, por exemplo, pode ir ao altar até de unhas vermelhas! No entanto, a maioria das unhas decoradas para noivas ficam em nuances mais discretas. Mas você não precisa ficar presa somente ao branquinho. Graças à moda dos nudes, existe uma cartela enorme de esmaltes de cor suave, em tons que vão do bege e rosa ao cinza, verde e azul.    Reprodução/ Pinterest     A eterna filha única A ideia de pintar uma única unha com uma cor diferente das demais caiu no gosto popular há, pelo menos, uma década aqui no Brasil e nunca mais saiu de moda. Desde então, não existem regras para chamar a atenção: vale simplesmente esmaltar com uma tonalidade mais ou menos chamativa que o restante, fazer uma nail art, colocar um aplique, acrescentar uma textura, um brilho... No universo do casamento não é diferente: dá para apostar em uma infinidade de contrastes lindos nas unhas decoradas para noivas.      Reprodução/ Pinterest   Rendas e babados, sim! A inspiração para as unhas das noivas enfeitadas com tramas de tecido vem da ideia de reproduzir o mesmo efeito do vestido nas garras. Há casos em que se usa uma pequena parte da renda como molde vazado para a esmaltação. Já existem vários moldes no mercado para isso, com padronagens diversas. Você pode imprimir o desenho em todas as unhas ou em apenas uma, tudo vai depender do gosto pessoal.      Reprodução/ Pinterest Apliques e joias para brilhar Quem deseja algo que vá além da pintura, pode contar (e se encantar) com os apliques e joias disponíveis para decorar as unhas. Há desde decalques de coração, motivos geométricos e flores a pedraria, pontos de brilho e pequenas joias. Plumas, glitters, caviar e fragmentos, como os espelhados, também não ficam de fora. Geralmente as noivas optam por enfeitar apenas uma unha, para não sobrecarregar o visual. No entanto, dependendo do aplique ou da joia, é possível fazer uma decoração mais generosa.     Reprodução/ Pinterest Flores, listras, arabescos Mulheres românticas costumam enfeitar as unhas com flores e folhas. Mas os desenhos geométricos e sinuosos também fazem a festa nas unhas decoradas para noivas. Eles dever ser pintados com cores contrastantes ao do esmalte de base e podem ser feitos em quantas unhas desejar.       Reprodução/ Pinterest Formatos e comprimentos de arrasar Se a intenção é usar um esmalte tradicional, como o transparente ou o branquinho, para deixar a atenção somente para o formato das unhas, considere o que combina mais com o seu estilo. A forma quadrada, redonda e oval é fácil de modelar em unha natural, já que não precisa de uma ponta muito proeminente. Mas se o que faz a sua cabeça são os formatos stiletto, bailarina e amendoado, há duas opções para conquistá-los: deixar a sua unha crescer bastante até atingir uma ponta consideravelmente grande, ou investir no alongamento de unhas em gel. A prótese de gel é um método sem contraindicações e que oferece a impressão de unha natural. Uma vez colocadas, as unhas de gel podem permanecer aplicadas por tempo indeterminado, desde que você faça a manutenção adequada com a manicure profissional. Isso quer dizer que é preciso visitar o salão a cada 20 dias, em média. Em comparação com a unha natural, a de gel é bem mais dura, permitindo dar formatos que só são possíveis em superfícies resistentes.      Reprodução/ Pinterest
> Leia mais
Strobing passo a passo
Depois do sucesso do make de contorno, disseminado pela estrela Kim Kardashian, as famosas estão in love com o método strobing. Isso porque em vez de disfarçar as imperfeições, ele realça os pontos altos do rosto, proporcionando um aspecto menos artificial. Basicamente, a diferença entre eles é a seguinte: no contorno são usados pó bronzeador ou blush marrom (na testa e nas laterais das bochechas, do nariz e do queixo) para afinar o rosto; no strobing, áreas proeminentes da face, como a parte alta das maçãs, são destacadas com iluminadores. A origem da palavra vem de strobe, que é aquela luz tipo flash de balada. No strobing, a ideia é criar pontos de luz na face, deixando a pele iluminada e com aspecto glow (brilhante, viçosa). No strobing você deve iluminar áreas como têmporas, parte alta das maçãs, canto interno dos olhos, o V (ou arco do cupido) dos lábios, queixo e ponta do nariz. Modelos e celebridades do mundo todo não abrem mão mais do efeito chique que o strobing dá ao visual. Quer copiar? Então siga as dicas e assista ao vídeo tutorial realizado pela professora do curso de maquiagem Francine Dahmer, do Instituto Embelleze Curitiba Centro (PR). Efeito natural O maior segredo para o strobing ficar com o brilho na medida certa, resultando num aspecto glow natural, é usar pouco produto iluminador. Comece sempre com menos e vá acrescentando a quantidade conforme a necessidade. Outra dica é esfumar bem o produto para que o look fique impecável!  Você pode usar... Pincel para blush ou pó – Mas como ele é volumoso e grande, pegue bem pouco iluminador e aplique suavemente. Duo fiber – Perfeito para aplicar iluminador em creme, já que garante acabamento leve. Pincel de esfumar – É o mais indicado para proporcionar uma pele naturalmente iluminada. Pincel em leque – Permite uma finalização perfeita. Iluminador ideal Em geral, o seu tipo de pele é que vai determinar a escolha do iluminador. O produto em pó é recomendado para strobing em peles oleosas, enquanto o líquido e o cremoso se adapta bem em peles secas ou mistas. Tonalidade certa Quando o strobing foi lançado ele era feito apenas com o iluminador perolado. Conforme a tendência foi se firmando e conquistando mais adeptas, os produtos foram ganhando novos pigmentos para oferecer um acabamento mais natural a todo tipo de pele. Os iluminadores dourados ou bronzer são a melhor opção para peles morenas. Os iluminadores com pigmento rosado se adaptam bem nas peles negras. Os iluminadores em tom champanhe, pêssego e perolado dão um efeito glow lindo às peles claras.   Anotou as dicas? Então agora siga o vídeo tutorial com a expert Francine Dahmer, do Instituto Embelleze.
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados