Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Unhas

Fotos: Shuttersctock

Vantagens da cutilagem russa para clientes e manicures

A cutilagem russa traz um diferencial para o serviço de manicure e benefícios para os clientes: sem riscos de corte, é ideal para diabéticos e a manutenção é quinzenal. Saiba tudo sobre o método

As mulheres russas são conhecidas no mundo inteiro por dois motivos: a beleza física e as unhas saudáveis. Tanto que grandes marcas de cosméticos de tratamento de unhas e cutículas são, originalmente, vindos da Rússia. E sabe qual é um dos segredos das russas nesse quesito? O modo de retirar a cutícula! Em vez de usar alicate, como nós, elas usam tesourinha. Neste post, vamos falar sobre essa técnica que, aliás, está bombando nos últimos meses por aqui e ainda pouca gente conhece. É a cutilagem russa ou manicure russa.

No procedimento, o bom e velho alicate de cutícula é substituído por uma tesourinha própria para a região e uma lixa elétrica cilíndrica, que lembra uma broca. “Em vez de simplesmente empurrar ou mesmo cortar a cutícula com o alicate — o que normalmente favorece exageros por ser uma ferramenta muito cortante, estimula o crescimento contínuo da película e pode levar à retirada acidental de ‘bifes’ —, na cutilagem russa o profissional elimina delicadamente e com cautela o contorno da unha com a tesoura e a lixa”, explica Vanessa Castro, instrutora do curso de manicure do Instituto Embelleze unidade Santo Amaro, São Paulo (SP). Some a esses benefícios o fato de não ter mais aquelas “peles levantadinhas” crescendo em volta da unha, já que a cutícula não será removida, apenas aparada.

A cliente fica feliz...  

A manicure russa pode ser feita nas unhas das mãos e dos pés, e praticamente não há contraindicação. “Mas pode-se dizer que nos casos de cutículas muito finas e de diabéticos, a técnica é altamente indicada, por permitir ao profissional mais controle e delicadeza”, destaca Vanessa Castro. A técnica parece mesmo ser tudo de bom: além de reduzir a praticamente zero o risco de cortes, a manutenção é quinzenal, diferentemente do procedimento feito com alicate, que geralmente requer idas semanais ao salão. Isso, porque, como só é retirado o excesso de pele com a tesourinha, sem arrancar a cutícula, não há um crescimento acelerado e regular, dessa pele. Resultado: com o tempo, a cutícula que vai cobrindo a unha deixa de ser um fator antiestético. No final das contas, o procedimento quinzenal não chega a representar uma contenção de custo, já que o valor da cutilagem russa é dobro da manicure tradicional — o que fica elas por elas. Por outro lado, tem o ganho de tempo, já que as visitas ao salão são quinzenais.

Se durante a quinzena a cliente reclamar do desbotamento do esmalte (já que vai levar mais tempo para ela voltar para o salão), sugira que ela aplique um top coat antes de terminar a quinzena, para dar um up na cor e no brilho das unhas. Ah, e repita para ela a velha e boa dica (superútil) de usar luvas durante os afazeres domésticos para preservar ainda mais o esmalte.

Uma dica: ressalte os benefícios da cutilagem russa listados aí acima para as suas clientes apostarem na novidade! Ok, a gente sabe que não é nada fácil mudar a tradição do alicate, tão forte para as brasileiras. Mas o protocolo russo tem todo potencial para fazer a cabeça das mulheres e cair no encanto. Num primeiro momento, é comum que algumas clientes nem queiram conhecer a cutilagem russa por “ter ouvido falar” que se trata de um procedimento caro. Então, é aqui que entra a habilidade do profissional de explicar tudo direitinho, com detalhes.  

O profissional em manicure sai ganhando...

Investir na cutilagem russa é um diferencial para a carreira de manicure. Isso mesmo. É preciso acompanhar as novidades e tendências para ser visto de forma diferente e até se tornar uma referência no domínio de técnicas moderninhas entre as clientes. A cutilagem russa é uma excelente oportunidade para dar um up no seu menu de serviços. Apesar de ser um procedimento que já existe, a febre é agora! Conclusão: vai ganhar quem oferecer o serviço do momento. Sem contar que o espaço de beleza que sai na frente com novidades desse tipo ocupa outro patamar no mercado, muito acima de quem continua oferecendo o básico. Há mais chances de fidelizar clientes com serviços exclusivos ou diferenciados. E, claro, o profissional também se torna especial, tendo uma formação acima da média, especialmente nesse caso que envolve saúde por se tratar de cuidado com as cutículas. O profissional inspira confiança, credibilidade.

Cutilagem russa passo a passo  

Entenda, a seguir, como é feita cada etapa da técnica que é sucesso e, depois, é só se lançar para experimentar!

1

O esmalte (ou resíduos) é retirado com removedor sem acetona. Depois, as unhas são molhadas suavemente com água. Após enxugadas, recebem um hidratante. Quanto mais grossa e grande a cutícula, mais tempo é necessário para o produto agir e amolecer a estrutura. Já as cutículas mais finas nem precisam tanto desse recurso do creme, é opcional.

2

Em vez de utilizar a espátula para empurrar a cutícula, na cutilagem é usada a broca, que nada mais é do que uma lixa cilíndrica elétrica. Esse é o grande lance da manicure russa. A função dessa ferramenta é levantar a película, facilitando a etapa seguinte (corte com a tesourinha), e polir a unha, removendo as peles que ficam aderidas à superfície.

3

Com a cutícula suspensa e descolada fica muito mais fácil removê-la com a tesourinha, que tem uma curvatura na ponta que acompanha a anatomia dessa estrutura de pele. Lembrando que, no caso de cutículas muito finas ou discretas, nem é necessário remoção com a tesourinha, basta o polimento com a broca.

4

A partir daqui a esmaltação é feita normalmente, conforme o método de cada profissional.  

 

Gostou? Deixe o seu comentário e compartilhe o post com a sua rede de amigos!

 

Tags

cutilagem russa, manicure, unhas, saúde das unhas, alicate, cuidado com as unhas, curso de manicure, Instituto Embelleze

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

GLITTER E MECHAS COLORIDAS NO PENTEADO DE CARNAVAL
Para curtir linda a festa mais popular – e esperada do país – vale usar a imaginação e todos os recursos disponíveis na produção, tanto de maquiagem quanto de cabelo. No penteado de Carnaval, tiaras, faixas, laços, tintas coloridas e muito, mas muito glitter, são bem-vindos. Porém, se os produtos químicos não forem aplicados e retirados de maneira correta, aliados à exposição solar e à transpiração, podem deixar as suas madeixas danificadas ao fim do feriado. Quer desfilar despreocupada? Basta seguir as dicas de antes e depois da expert Mônica Arthur, instrutora do Curso de Cabeleireiro do Instituto Embelleze, na unidade do Rio de Janeiro.  Joga glitter! Item unânime quando a ordem é brilhar, o glitter é fundamental em qualquer fantasia de Carnaval. Mas a ideia não é pegar o glitter escolar e jogar no cabelo, hein? Você tem que usar o produto específico para maquiagem (de pele), assim não corre o risco de provocar irritações no couro cabeludo. “A melhor indicação é o glitter biodegradável. Além de não agredir a pele, beneficia o meio ambiente. Em vez de ser composta de plástico, que polui os oceanos e afeta a fauna marinha, essa opção é à base de ingredientes orgânicos”, diz Mônica. Na hora de aplicar Mônica ensina: “Tenha paciência, esfregar o glitter no cabelo não é a solução! Além de danificar a fibra capilar, a fricção pode fazer com que a purpurina impregne nos fios, o que dificulta muito a remoção”.   Depois da festa A retirada do glitter é simples e acontece em dois passos: Usando pedaços de fita adesiva, remova primeiro o excesso do brilho. Basta grudar e desgrudar a fita em toda a superfície, pressionando-a levemente, quantas vezes forem necessárias até limpar ao máximo. Em seguida, lave o cabelo com um bom xampu anti-resíduos e aplique condicionador em comprimento e pontas.   Chuva de cor Os sprays tonalizantes para cabelo também são uma grande aposta para compor penteados-fantasia. A maior vantagem desse tipo de produto é conquistar fios coloridos que voltam ao aspecto original com facilidade, sem a necessidade de nenhum descolorante. “O produto, formulado com pó colorido e gel fixador, pode parecer prejudicial por proporcionar uma textura seca, com fios de aparência enrijecida. No entanto, aplicado corretamente, não apresenta perigo”, explica a instrutora do Instituto Embelleze. Na hora de aplicar Basta modelar o penteado como desejar e, em seguida, borrifar o spray sobre os fios. Uma sugestão é dividir o cabelo em mechas e, em cada uma, jogar uma cor diferente. Aplique o produto a uma distância de 10 cm e espalhe-o uniformemente na mecha. Depois, você ainda pode arrematar dando acabamento à parte frontal com uma tiara brilhante, com pedras ou miçangas. A durabilidade da cor está vinculada à primeira lavagem do cabelo após o uso, ok? Depois da festa Retire o tonalizante com o seu xampu habitual ou com um xampu neutro, sem sal. Bastam uma ou duas lavagens. Na sequência, use o condicionador em comprimento e pontas.  “Por se tratar de um produto extremamente seco, a única ordem é não adiar a retirada do spray tonalizante. Deixá-lo no cabelo por muito tempo pode causar o ressecamento dos fios”, aconselha Mônica. O Carnaval acabou, e agora? Desfilar no bloquinho, durante todo o Carnaval, sob o sol e a ação do suor, com fios enfeitados por glitter e tonalizante, pode provocar uma onda de estragos, mesmo tomando todos os cuidados com o uso dos produtos. Para não ficar com um cabelo detonado pós-feriadão, Mônica recomenda submeter os fios a uma hidratação power, que combate o ressecamento e o aspecto fragilizado. Para uma hidratação completa e eficiente, o ideal é lavar o cabelo com um xampu anti-resíduos e, depois, espalhar um creme hidratante mecha por mecha (sem tocar a raiz), com massagem suave. Deixe agir por, aproximadamente, 10 minutos e enxágue bem.  Pronto, saúde do cabelo garantida para o penteado de Carnaval do próximo ano!   Para ficar por dentro de muitas outras dicas sobre cabelo e se tornar um profissional, faça o curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze, a maior rede de franquias da América Latina voltada para a formação profissional em beleza. Presente em todo o território nacional, a marca possui aproximadamente 350 unidades no Brasil. Procure a unidade mais próxima de você e fique expert!  
> Leia mais
PENTEADOS PARA NOIVAS
Penteados para noivas clássicas Não abre mão do tradicional? Ok, mas adicionar detalhes atuais pode fazer toda a diferença no resultado. O penteado pode ser solto ou preso, acompanhado de tiara ou coroa e véu. O coque é sempre uma opção para noivas tradicionais. Ele pode ser no modelo banana, bem polido e alinhado, ou mais desestruturado, numa releitura. Para garantir o visual desconstruído, antes de prender lave o cabelo e deixe os fios secarem naturalmente. Depois de secos, desfie as mechas do topo para dar volume à raiz e aplique spray fixador. Prenda o coque banana penteando os fios superficialmente para não eliminar a textura “bagunçada”. Outro preso que faz sucesso para as noivas clássicas é o coque inspirado nos anos 1940, com volume no topo da cabeça ou baixo — no centro ou na lateral da nuca. Opte pelo coque alto se quiser acrescentar alguns centímetros à sua estatura e também se a intenção for alongar o rosto.   Penteados para noivas românticas As adeptas desse estilo podem escolher entre o visual campestre, sempre romântico, e o princesa. Vale coque banana, coque trançado, coque com mechas, coque com detalhes embutidos... E também vale trança clássica, lateral, com mechas soltas e texturizadas, no estilo espinha de peixe, coroas de trança... O solto e o semipreso também podem ser uma opção. O que vai determinar se é uma noiva romântica do campo ou princesa são os acessórios: para a primeira, flores delicadas, como miniorquídeas e minirrosas; para a segunda, coroas tradicionais, estilo princesa. Uma dica para quem vai usar flores é escolher as espécies da temporada para se manterem impecáveis durante toda a cerimônia.   Penteados para noivas modernas Para as noivas que querem fugir do tradicional, a tendência é um visual mais urbano e descolado. Para uma pitada de modernidade no cabelo, opte pelo preso ou meio-preso com fios bem texturizados. O coque baixo também deixa o visual despojado, sem perder a classe. Se o seu desejo é um cabelo solto, invista no glamour das ondas marcadas, no estilo old Hollywood. Inspirado nas divas dos anos 1950, o look é mais indicado para casamentos em lugares fechados, assim você não corre o risco de ter as ondas desmanchadas pelo vento. O solto com ondas pode ser preso lateralmente e adornado com um acessório lindo.   Penteados para noivas naturais Cabelo solto é a primeira sugestão para noivas que são despojadas. Um penteado com fios soltos, volume no topo e o movimento de ondas, tipo beach hair, são apostas certeiras. Flores são perfeitas para arrematar o look. Fios cacheados, crespos e ondulados não devem ser alisados, ok? A textura natural ajuda a dar o visual natural que você está procurando. Basta tratar o cabelo para ele parecer saudável e bonito no grande dia. Mousse, difusor e babyliss são seus aliados na hora de pentear. Você pode usar os cachos soltos, definidos, ou optar por coques soltinhos e desestruturados. O semipreso lateral também é um luxo. Ainda há o cabelo trançado como sugestão para a sua cerimônia. A naturalidade no visual também pode ser obtida com o moderno estilo boho chique. Ele é estilizado por tranças, coques baixos (como o chignon), coques com tranças e o semi preso trançado. Vale destacar que no boho a trança tem sempre os gominhos folgados e o acabamento dos fios é levemente desalinhado. Seja qual for o penteado escolhido, aposte em arranjos, véu e grinalda leves.   Penteados para noivas retrô Ondas, coque baixo, adornos com pedrarias, pérolas, plumas e casquetes fazem parte do charmoso universo vintage. O coque baixo pode ter torções delicadas e detalhes bem desenhados para imprimir elegância ao look. O adereço de cabeça pode envolver bastante o penteado ou dar apenas um toque lateral. Uma dica para ficar bem retrô é usar joias de família no penteado, como um broche ou um colar que pode se transformar em tiara. Se quiser seguir uma referência para não se perder no estilo, dê uma olhada nas pin-ups, que traziam cabelos ondulados e bem polidos, numa mistura de clássico e romântico. Gostou das ideias de penteados para noivas? Confira também dicas de maquiagem para noivas.
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados