Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Make

Fotos: Divulgação

Não erre na maquiagem para pele negra

Tem dúvida sobre o tom de base que fica bem em você? Não sabe se pode usar iluminador? A youtuber Marisa Lopes (@blogmarisalopes) responde tudo sobre a maquiagem para pele negra! Assista o vídeo tutorial

As mulheres negras estão mais empoderadas do que nunca e ganhando cada vez mais espaço na TV, nas mídias sociais e no nosso cotidiano, em diversas frentes. A atriz Sheron Menezes, que interpreta a personagem Gisele na novela Bom Sucesso, da TV Globo, as cantoras Iza, Ludmila e Gabi Amarantos, a apresentadora Karol Conka e a jornalista Maju Coutinho, são verdadeiros ícones dessa beleza forte que faz e acontece em diversos segmentos da sociedade.

Nesse contexto de sucesso estrondoso ou simplesmente no nosso dia a dia, temos que considerar um fator essencial que ajuda (e muito!) a manter essa visibilidade e reconhecimento da beleza negra: uma bela maquiagem, que também pode ser um ponto a favor para uma entrevista de emprego, um encontro com o crush ou mesmo na hora da balada com as amigas.

Tudo pede um make bem-feito, ainda que simples! Pode ser só uma pele uniforme e cílios alongados; ou a pele impecável com um batom lindo. Seja como for, o preparo da cútis é fundamental em qualquer estilo de maquiagem.

Outra ideia para arrasar é unir pele, olhos e lábios divos na mesma maquiagem. Para nos ensinar e nos inspirar, a lindíssima youtuber Marisa Lopes (@blogmarisalopes) mostra como fazer uma maquiagem para pele negra com um resultado extremamente natural e bonito, sem parecer artificial. E, atenção, meninas: nada de truques para clarear a cútis – a questão aqui é justamente valorizar a cor natural da pele negra que, além de linda, representa uma parte expressiva da população feminina brasileira.

Como escolher a base certa da maquiagem para pele negra

Assim como para as mulheres de pele clara, o conflito de acertar o tom da base ronda também as negras na hora de comprar o produto certo. Isso acontece porque o resultado precisa ser muito natural, esse é o dilema, portanto a cor correta é aquela que mais se assemelha ao tom original da cútis, simples assim.

*Para acertar na escolha da base para a maquiagem da pele negra, esqueça o dorso da mão, a parte interna do antebraço e todas as regiões amplamente sugeridas por aí. Faça o teste aplicando um pouquinho do produto no maxilar, assim você já analisa como ficará o tom da base onde ela será aplicada efetivamente, isto é, no rosto. “Teste sempre dois tons, um ao lado do outro, dessa forma é possível ver com clareza que uma das cores é mais indicada, por ser mais natural”, explica Marisa Lopes.

*A youtuber é categórica quando o assunto é cor de fundo. “Base com tom rosado é melhor evitar nas peles negras, pois a tendência é deixar a cútis com uma cor acinzentada, o que não é legal para o resultado do make”, avisa ela.

*Outro ponto importante: como a pele negra tem uma tendência a ter manchas com tons diferentes, por conta de mais ou menos concentração de melanina em determinadas áreas, o ideal é o uso de uma base de média a alta cobertura, de maneira que ela fique com uma cor homogênea. As versões de leve cobertura, geralmente não uniformizam o tom da cútis como deveriam, deixando alguns sinais em evidência na maquiagem para pele negra.

Passo a passo da maquiagem para pele negra

Com a pele uniforme e iluminada e um contorno impecável, basta aplicar um lip balm nos lábios, com uma cor levinha (ou nem tanto, depende da preferência de cada uma) e uma máscara poderosa para cílios. Pronto: cútis corrigida, rosto iluminado e com ar de saúde. “Esse é um look incrível para qualquer ocasião. Pode usar sem medo de errar”, sugere a youtuber Marisa Lopes, que a seguir ensina passo a passo todos os detalhes desta maquiagem para pele negra (veja o tutorial no final do post). Vamos lá!

 

  • Sobre a pele limpa, aplique um hidrantante. Agora passe um primer na zona T (testa, nariz e queixo) e espalhe indo do centro para fora do rosto, com um pincel duo fiber.

maquiagem para pele negra

 

  • Com um pincel próprio, aplique uma base de média a alta cobertura em todo o rosto. 

 

maquiagem para pele negra

  • O corretivo pode ser aplicado também entre as sobrancelhas, em cima do “coração” do lábio superior e no queixo. Em seguida, espalhe com uma esponjinha para deixar o efeito bem fluido.
  • Para fazer o contorno facial, aplique o pó mais escuro ona região que “circunda” as maçãs. Aplique com um pincel fofo com a ponta reta e espalhe com uma esponjinha. O que restar de produto, aplique no contorno da testa, indo de uma têmpora à outra, na região rente ao cabelo.

 

maquiagem para pele negra

  • O pó matificante que sobrar na esponjinha, passe no ossinho do nariz, partindo da área entre as sobrancelhas.
  • Selar a maquiagem faz com que ela dura em boas condições por mais tempo.
  • Para evidenciar ainda mais o contorno, com um pincel de blush, aplique o mesmo pó mais escuro que a pele na área que circunda as maçãs do rosto e no contorno da testa..
  • Aplique o blush na região mais alta das maçãs – dê um sorrisinho e passe na área volumosa, tomando o cuidado de dar uma suave misturada com o produto aplicado para fazer o contorno.
  • Para finalizar, passe camadas generosas de máscara preta nos cílios. Nos lábios, use um batom líquido claro com um fundo roxinho, se o make for para o dia. Caso seja para noite, ouse mais com os tons vermelhos e suas nuances ou um belíssimo batom marrom, bem harmônico com a tonalidade da pele.

 

10 dicas para arrasar no visual

  1. No caso da Marisa, ela usa um tom de base mais escuro, porque o seu rosto é mais claro do que o corpo, assim ela evita que haja uma diferença de tonalidades, especialmente em relação ao pescoço e colo, para não correr o risco de ficar deselegante.
  2. Para selar a pele é preciso testar alguns tons e tipos de pó. Marisa diz que, dependendo do pó translúcido, pode acontecer de deixar a cútis levemente esbranquiçada, o que na maquiagem para pele negra resulta em um efeito artificial, puxado para o acinzentado. Marisa utiliza um pó que tende para o amarelo, conhecido como pó banana. “Acho que supercombina com o tom da minha pele, mas cada uma tem que testar o que fica melhor para si”, aconselha ela.
  3. Não é legal passar o pó banana no rosto todo, pois pode ficar muito claro. Para selar o rosto prefiro um pó da cor da minha pele, assim não tem erro de refletir no flash ou de deixar o visual mais claro.
  4. É importante que a base seja aplicada antes do corretivo. “Ela retira toda a luz e o contorno naturais da pele e o corretivo traz isso de volta”, destaca Marisa.
  5. Contorno para a pele negra é muito difícil de ser encontrado, principalmente em pó que é o mais sutil e elegante. “Mas quem não conseguir encontrar, pode se jogar nos cremosos que tem boas opções no mercado”, frisa a youtuber.
  6. Marisa, particularmente, prefere uma pele matificada. Mas para quem curte um efeito glow, ela sugere deixar o pó de lado e usar uma base mais hidratante — quando for finalizar, espalhe uma bruma fixadora com brilho suave. “Produz um efeito lindo na pele”, garante a expert.
  7. Na maquiagem para pele negra, o blush ideal deve ter dois tons: um malva (que pode até puxar para o roxo) e um “larajinha”. O primeiro é mais indicado para makes elaborados, perfeitos para a noite. Já o blush laranja é ideal para dar aquele toque de saúde durante o dia.
  8. Os tons mais indicados de iluminador para a maquiagem da pele negra são o dourado e o bronze. Tudo o que sair dessas nuances pode não ter o efeito glow desejado.
  9. O batom ideal para as negras é o vermelho bem fechado e escuro, como o vinho, o roxo ou o marrom, que deixa um efeito nude chiquérrimo nos lábios.
  10. Nesta maquiagem para pele negra, Marisa optou por não maquiar o côncavo dos olhos, mas ela garante que qualquer cor de sombra combina com a pele negra: para o dia a dia, tons de laranja, amarelo ou um marrom clarinho caem bem. Já para a noite, ela sugere roxo, preto um marrom-escuro – tons que deixam os olhos mais marcados. “Um rosa também fica lindo”, afirma.

 

Animada para se transformar numa maquiadora de sucesso e arrasar com as amigas? Faça o curso de maquiagem profissional do Instituto Embelleze: é rápido, reconhecido internacionalmente e já capacitou mais de 2 milhões de alunos.


Tags

maquiagem, negra, make de contorno, iluminador, corretivo, base, batom, curso de maquiagem, passo a passo, tutorial, Instituto Embelleze

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

RITUAL DETOX ELIMINA A OLEOSIDADE A JATO!
As causas da oleosidade no couro cabeludo são muitas e precisam ser diagnosticadas por um dermatologista para tratar casos como dermatite seborreica ou alguma disfunção na produção das glândulas sebáceas. Tirando isso, o cabelo pode parecer oleoso no dia a dia por excesso de creme, longos intervalos entre as lavagens e até pelo uso de produtos que não são indicados para o seu tipo de fio. Outras razões possíveis: o hábito de ficar passando as mãos constantemente no cabelo, lavar com água muito quente e lavar além do necessário (o que acaba estimulando ainda mais a fabricação de sebo). O calor e o clima muito quente também podem estimular a oleosidade. Enfim, seja qual for a origem do problema, existe um tratamento de salão que resolve a questão chamado Ritual Detox, uma desintoxicação capilar que purifica o couro cabeludo e limpa os fios profundamente, eliminando resíduos oleosos que emplastram o cabelo no dia a dia.Mas antes de falar sobre esse procedimento, vale destacar que quem tem cabelo oleoso pode, sim, lavá-lo todo dia, assim como a pele. O que muda é a quantidade de cabelo que cada pessoa tem, fato que influencia no processo de secagem. Enquanto uns levam mais tempo para secar, outros secarão mais rápido. Já dormir com o cabelo molhado não é legal, pois a umidade no couro cabeludo cria um ambiente favorável à proliferação de fungos e bactérias, o que provoca oleosidade. Veja como funciona o Ritual Detox Mais do que uma técnica de limpeza e purificação, o Ritual Detox ou Desintoxicação Capilar feita com produtos da Salon Embelleze, também cuida do couro cabeludo e hidrata os fios, deixando-os mais leves. Essa técnica é indicada para quem possui cabelos muito oleosos na raiz e pontas ressecadas, inclusive após a lavagem. Funciona assim: O primeiro passo é a aplicação do Primer Capilar, que retira os minerais acumulados no fio que atrapalham processos de tratamento. O Primer precisa ser borrifado em todo o cabelo até ficar bem umedecido, aguardando o tempo de 10 minutos para a ação do produto. Em seguida, é hora de enxaguar todo o cabelo e aplicar o Revitay Shampoo Purificante, que elimina todos os resíduos sem ressecar o cabelo, além de tratar os fios e o couro cabeludo deixando-os livres de impurezas. Após a retirada do produto, é aplicada uma ampola de Serum Scalp Therapy para retirar de vez toda a oleosidade e nutrir o couro cabeludo. Para a aplicação, é preciso abrir o couro cabeludo e colocar o produto em pequenas porções, massageando para que fixe bem. Em sua fórmula, o Serum traz ingredientes como o extrato de chá verde, que age como um oxidante e previne o envelhecimento da fibra, e o extrato de gengibre, que tem ação antisséptica e estimula o crescimento dos fios. Depois, o cabelo deve ser dividido mecha a mecha para a aplicação do Detox Máscara dois dedos abaixo da raiz, massageando uma a uma. O produto é ideal para a hidratação e está disponível em duas versões: em gel, para cabelos mistos e oleosos, e em creme, para cabelos quimicamente tratados e ressecados. Para potencializar ainda mais a ação do produto, ele ficará em aquecimento por 20 min. antes do enxágue. Para finalizar, é só aplicar o Bruma Lacteé, composto pela flor da moringa, que facilita a escovação e possui agente antipoluição. O resultado é um cabelo mais leve, hidratado, solto, com aspecto natural e sem aparência oleosa.  Venha conhecer o curso de cabeleireiro profissional ou visite uma unidade do Instituto Embelleze mais próxima de você!  
> Leia mais
CORTES DE VERÃO 2019: PARA CURTOS, MÉDIOS E LONGOS
Cortar o cabelo não é uma decisão simples para quem tem apego ao comprimento ou ainda não conhece um bom profissional. Afinal, não é só criar coragem para ir em frente, é preciso também levar em conta se o corte escolhido combina com o seu dia a dia, com o formato do rosto e até com sua personalidade para não se decepcionar depois. Mas a verdade é que repaginar os fios é sempre bom para variar e dar um up na autoestima. As celebridades vivem fazendo isso! Se você é adepta do “cabelo cresce” ou é cabeleireiro e quer levar novidade para o seu salão, confira as tendências em corte (para curtos, médios e longos) reveladas por Ivanete Coelho, instrutora do curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze de Petrolina, Pernambuco.   CURTOS Short bob  Esse é o modelo curto do long bob e fica bem em todo tipo de cabelo – do liso ao crespo. O comprimento é na altura do queixo ou um pouquinho mais abaixo, com pontas arredondadas contornando as maçãs do rosto. O volume é concentrado junto à raiz e a nuca é mais batida. No cabelo crespo ou cacheado deve-se fazer um leve desfiado para “encaixar” os caracóis no corte. “A combinação imbatível para esse estilo é a franja alongada lateralmente com ponta repicada ou desfiada suavemente. Na hora de pentear, aposte no efeito messy (bagunçado), super em alta, feito com pomada finalizadora. Babyliss de aro grosso também fica lindo. Pixie cut  É a versão atualizada do tradicional corte “Joãozinho”, que está na moda já há algumas temporadas. Em 2019 o pixie cut vem mais desconectado. Para ter um bom caimento, ele precisa ser bem desfiado. O cabelo naturalmente volumoso deve ser mais desfiado que o cabelo fino, ok? Para manter o corte sempre bonito, é preciso retocá-lo com frequência e investir em produtos de finalização para marcar as mechas e adicionar textura.   MÉDIOS Repicado        A ordem é imprimir mais identidade aos fios médios, portanto, além de repicá-los em camadas (mais atrás do que na frente e a partir das orelhas) e definir o comprimento no ombro, faça uma franja. Ela pode ser longa ou curta, mas sempre desfiada. A franja longa é alinhada na altura dos olhos ou das maçãs do rosto. Usada para o lado, ela se mistura com o restante dos fios, dando movimento ao corte. Outra franja alongada é a tipo cortina, desfiada nas pontas e usada dividida ao meio. A franja curta da moda é a baby bang — de comprimento no meio da testa ou logo acima das sobrancelhas —, um estilo bem ousado. Como pentear o repicado médio? Simples, só com secador para definir o repicado. Sleek bob Esse corte de comprimento médio não tem camadas repicadas. É reto e proporciona um look uniforme. Para ganhar personalidade pode ser assimétrico, com a parte de trás um pouco mais curta e a frente alongada. A ideia é exibir um visual liso, então adote um produto leave-in que elimina o frizz antes de fazer escova.    LONGOS Camadas O longo moderno é cortado em camadas, tudo para dar leveza, movimento e volume natural à cabeleira. E o comprimento máximo bonito é na linha do busto. As camadas repicadas dão aos fios uma desconstrução toda especial e podem vir desde a altura dos olhos.   O penteado que realça as camadas é feito com babyliss ou escova modelada. Blunt cut Para as mulheres que amam madeixas bem longas, o corte reto voltou a fazer sucesso e é tendência. Chamado blunt cut, possui base e fios retos, sem nenhuma mecha ou ponta repicada. Como a aparência tem de ser reta, é importante estar com a hidratação, nutrição e reconstrução dos fios em dia. A finalização do penteado pode ser feita com chapinha, deixando as pontas retas, ou babyliss e spray de ondas para o cabelo ficar com aspecto messy (bagunçado).   No curso de cabeleireiro profissional do Instituto Embelleze você aprende muito mais do que cortar cabelo. Domina também técnicas de coloração, modelagem, transformação capilar, alisamento, relaxamento, encacheamento e muito mais. Se a sua ideia é abrir o próprio salão de beleza, fique tranquilo, o curso também instrui sobre o mercado, atendimento ao cliente e biossegurança.
> Leia mais
Copyright © 2021 · Todos Direitos Reservados